Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Curiosidades
  3. Quaresma

Quaresma

A Quaresma são os 40 dias que antecedem a Páscoa e são entendidos, em algumas vertentes do cristianismo, como momento de reflexão e realização de penitências. Os historiadores não sabem muito sobre o que levou ao surgimento da Quaresma, mas sabem que ela foi estabelecida em 325 d.C., durante o Primeiro Concílio de Niceia.

Leia mais: Coelho da Páscoa - a origem de um dos grandes símbolos da cultura popular

O que é a Quaresma?

Um dos costumes mais conhecidos, e que é praticado por milhões de cristãos, é a observância da Quaresma. Esse é um período do calendário litúrgico do cristianismo que serve como antecipação e preparação para a Páscoa — a celebração da ressurreição de Jesus e a festa mais popular do cristianismo.

A Quaresma funciona mais como uma preparação espiritual e menos como uma preparação física ou material. Isso porque, nesse período, tem-se o costume de realizar ações de penitência que têm como objetivo santificar o fiel, afastá-lo do pecado e aproximá-lo de Deus. Ao longo do texto, veremos quais são as penitências praticadas nesse período.

Popularmente se entende a Quaresma como um período de 40 dias. Esse tempo teria como marco inicial a Quarta-feira de Cinzas e como marco de encerramento o Domingo de Ramos, que dá início à Semana Santa. No entanto, existem aqueles que entendem essa tradição de outra maneira.

Alguns entendem a Quaresma com duração de 46 dias, nesse caso, ela se estende da Quarta-feira de Cinzas até o Sábado de Aleluia. Outros, como o papa Paulo VI, entendiam-na como um período de 44 dias. Paulo VI argumentava que o encerramento desse período se dava na Quinta-feira Santa.

É comum, durante a Quaresma, que cristãos reforcem os seus hábitos de oração diária.
É comum, durante a Quaresma, que cristãos reforcem os seus hábitos de oração diária.

A questão da duração é apenas uma curiosidade, pois, para os cristãos, o mais importante é o significado da Quaresma e o que ela anuncia. Enquanto preparação, os fiéis entendem que se trata do momento mais propício para realização de penitências porque elas lembram do exemplo do sacrifício de Jesus.

Entre as ações de penitência, está a prática do jejum. Alguns se abstêm de carne vermelha, outros deixam de consumir algum tipo de doce ou de usar redes sociais, por exemplo. As práticas de jejum são inúmeras e vão da escolha de cada indivíduo. A Igreja Católica orienta seus fiéis a reforçarem ações de caridade durante a Quaresma, e muitos deles passam mais tempo fazendo leitura e meditação da Bíblia, além das orações.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quando surgiu a Quaresma?

Não sabemos muito sobre como a Quaresma se consolidou enquanto prática no cristianismo, mas sabemos que seu estabelecimento na Igreja Católica aconteceu no século IV d.C. O marco do surgimento da Quaresma foi o Primeiro Concílio de Niceia. Esse concílio reuniu as principais autoridades da Igreja da época e aconteceu no território da atual Turquia.

O registro desse encontro, escrito em grego, falava da Quaresma pelo termo tessarakonta, que significa “quarenta”. Além de estabelecer o surgimento dessa tradição cristã, esse evento foi o responsável pela padronização da data da Páscoa. Ficou decidido que a Páscoa seria celebrada no primeiro domingo após a primeira Lua cheia que ocorre depois do equinócio da primavera (no Hemisfério Norte).

Alguns historiadores levantam a hipótese de que a criação da Quaresma deu-se por influência de antigos cristãos orientais que faziam jejum dias antes da Páscoa. Uma prática muito comum eram os batismos pascais, e os envolvidos com o batismo faziam um jejum rigoroso. A duração desse ato variava de lugar para lugar.

Foi a partir da Alta Idade Média que a Quaresma começou a ser iniciada na Quarta-feira de Cinzas. Essa prática foi estabelecida no pontificado de Gregório I, papa de 590 a 604.

Leia mais: Salvador abriga uma das grandes festas do catolicismo no Brasil – Senhor do Bonfim

Curiosidades sobre a Quaresma

Os católicos entendem que o roxo é a cor que simboliza a Quaresma.
Os católicos entendem que o roxo é a cor que simboliza a Quaresma.

Um detalhe importante da Quaresma é que ela é um costume de católicos, ortodoxos, luteranos e anglicanos. No Brasil existem todas essas vertentes do cristianismo, sendo que os católicos são os mais numerosos. Outro grupo cristão muito numeroso são os evangélicos, originários do luteranismo, mas eles não observam a Quaresma.

Durante a Quaresma, as igrejas católicas são decoradas com tecidos na cor roxa. Na visão católica, essa cor simboliza dor e penitência, sendo que a primeira remete ao sacrifício de Jesus, e a segunda, aos atos que devem ser praticados pelos cristãos durante esse período. A decoração também tem como objetivo trazer foco para o altar e para o milagre de Jesus.

O termo Quaresma é a forma na língua portuguesa para referir-se a esse período do calendário cristão, e ele deriva da palavra quarenta, cuja origem vem de quadragesima, no latim. Outros idiomas derivados do latim, como o espanhol, o italiano e o francês, têm palavras parecidas para nomear a tradição.

Publicado por: Daniel Neves Silva
Assuntos relacionados
Meca é a cidade sagrada para os mulçumanos.
As religiões no mundo
Veja quais são as principais religiões no mundo, como surgiram e quais suas características.
Carnaval
Clique aqui para saber mais sobre o Carnaval. Entenda quando essa festa popular surgiu, como ela chegou ao Brasil e quais são suas principais características.
Na data de Corpus Christi, celebra-se o sacramento da eucaristia. Essa comemoração surgiu no século XIII
Corpus Christi
Clique neste link do Mundo Educação e tenha acesso a uma série de informações sobre uma tradicional festa que faz parte do calendário do catolicismo. Neste texto entenderemos do que se trata a data de Corpus Christi, isto é, o que a data celebra, e entenderemos a origem dessa festa que foi criada no século XIII.
O critério utilizado para determinar a data da Páscoa para os cristãos foi definido durante o Concílio de Niceia, que aconteceu em 325.*
Data da Páscoa
Clique aqui e acesse este texto para saber mais sobre a datação do dia em que se comemora a Páscoa. Entenda os critérios utilizados por cada religião.
Natal
Saiba mais detalhes sobre o Natal: entenda por que foi escolhido o dia 25 de dezembro e conheça a história de alguns símbolos natalinos.
Os símbolos de uma religião carregam significados que representam parte do contexto de crenças seguidas
O que é religião?
Neste texto trazemos uma análise acerca do que deve ou não ser considerado ao definirmos o que é uma religião. Saiba mais!
Os ovos de Páscoa são um dos principais símbolos da Páscoa moderna.
Ovo de Páscoa
Clique aqui e acesse este texto para saber mais sobre a história do ovo de Páscoa. Conheça sua origem, seu significado e qual sua relação com a Páscoa cristã.
A Páscoa cristã relembra a crucificação e celebra a ressurreição de Cristo
Páscoa Cristã
Acesse este link do Mundo Educação e tenha acesso a informações sobre o significado da Páscoa para os cristãos. Entenda como essa comemoração está relacionada com a crucificação e ressurreição de Cristo e veja como ela é comemorada aqui no Brasil durante a Semana Santa.
Mjöllnir, o martelo de Thor, foi utilizado pelos vikings como pingente a partir do século X
Religião dos Vikings
Conheça como se estruturava a religião dos povos que habitaram a Escandinávia durante a Era Viking.