Whatsapp icon Whatsapp

Natal

Natal é a capital do estado do Rio Grande do Norte. O território natalense possui um clima tipicamente Tropical, sendo conhecido como Cidade do Sol.
Bandeira de Natal.
Bandeira de Natal.

Natal é a maior cidade em população e o centro administrativo do Rio Grande do Norte. A ocupação da cidade está relacionada a sua localização estratégica, no extremo nordeste do litoral brasileiro, sendo banhada pelo oceano Atlântico. O município foi fundado por portugueses e posteriormente ocupado por forças holandesas. Após anos de embate militar, os portugueses recuperaram a cidade e consolidaram a dominação do território natalense.

Na atualidade, Natal conta com cerca de 890 mil habitantes e tem sua economia voltada para as atividades terciárias. O município é um importante centro turístico em razão da sua geografia formada por belas praias de clima Tropical. A cultura natalense também é muito rica e diversificada. A cidade de Natal é governada por uma estrutura de Três Poderes e possui equipamentos modernos de infraestrutura urbana.

Leia também: Quais são as capitais dos estados brasileiros?

Resumo sobre Natal

  • Foi oficialmente fundada em 1599, dois anos depois da fundação da Fortaleza dos Reis Magos, construída pelas tropas portuguesas após dominarem a região.

  • Foi uma importante base de apoio para a participação do Brasil e de países aliados durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

  • Sua geografia é caracterizada pelo relevo plano, pelo clima Tropical e pela diversa cobertura vegetal, formada por florestais tropicais e vegetações litorâneas.

  • Seu território é habitado por cerca de 890 mil habitantes. É a maior cidade em população do estado do Rio Grande do Norte.

  • Suas principais atividades econômicas são o funcionalismo público, as atividades comerciais e o turismo.

  • Seu território está politicamente dividido em 36 bairros, que compõem quatro regiões administrativas (Norte, Sul, Leste e Oeste).

  • Sua cultura é muito diversificada. O artesanato em areia, a culinária nordestina e os festivais de forró são típicos da cidade.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dados gerais de Natal

Localização

  • País: Brasil

  • Unidade federativa: Rio Grande do Norte

  • Região intermediária: Natal

  • Região imediata: Natal

  • Região metropolitana: Região Metropolitana de Natal

  • Municípios limítrofes: Extremoz, Parnamirim, Macaíba e São Gonçalo do Amarante.

Geografia

  • Área total: 167,401 quilômetros quadrados

  • População total: 890.480 habitantes

  • Densidade demográfica: 4805,24 habitantes/quilômetro quadrado

  • Gentílico: natalense

  • Clima: Tropical

  • Altitude: 30 metros

  • Fuso horário: UTC -3

Histórico

  • Fundação: 25 de dezembro de 1599

Leia também: Teresina – capital cujo nome é uma homenagem à imperatriz Teresa Cristina

História de Natal

O sítio urbano onde está atualmente assentada a cidade de Natal foi um ponto geoestratégico importante durante o período dos descobrimentos, situação que gerou a cobiça de vários povos europeus, como franceses, portugueses e holandeses. As tropas colonizadoras da França fizeram várias incursões no território natalense, contudo, Portugal foi o primeiro país a estabelecer no local um equipamento militar.

A construção da Fortaleza dos Reis Magos, no ano de 1597, resultou no início da instalação de um pequeno povoado. A cidade de Natal foi oficialmente fundada dois anos mais tarde, ou seja, em 1599, por meio da delimitação oficial das tropas portugueses. O nome da cidade, inclusive, está ligado à data de demarcação do território natalense, dia 25 de dezembro de 1599.

Vista aérea da Fortaleza dos Reis Magos.
A Fortaleza dos Reis Magos, construída no ano de 1597, é um dos principais pontos turísticos de Natal. [1]

Mesmo assim, a criação do forte militar pelos portugueses não evitou, anos depois, a invasão de tropas holandesas no município. Os holandeses rebatizaram a cidade com o nome de Nova Amsterdã. Ademais, influenciaram em vários aspectos na cultura local, como na arquitetura e nos costumes. A cidade foi recuperada pelos portugueses após alguns anos de embates militares. Desde então, permaneceu por muito tempo como um pequeno núcleo urbano, alicerçado em práticas como a pesca e a agricultura de subsistência.

No último século, a cidade de Natal apresentou um crescimento significativo, em especial, devido a sua localização estratégica. Nesse contexto, destaca-se o papel da capital potiguar como uma importante base de apoio para a participação do Brasil e de países aliados durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). As tropas estadunidenses, por exemplo, frequentaram várias localidades natalenses. Desde então, a cidade aumentou a sua importância política e econômica para o território brasileiro. Na atualidade, é um dos principais centros urbanos do Nordeste do Brasil.

Geografia de Natal

A cidade de Natal é a capital do Rio Grande do Norte, um dos nove estados que formam a região Nordeste. Está localizada no litoral nordestino brasileiro, em um ponto estratégico do país, sendo banhada pelo oceano Atlântico. O relevo natalense é predominantemente plano, formado por planícies costeiras e com grande presença de dunas. As principais praias de Natal são Ponta Negra, Artistas, Pipa e Genipabu.

O clima de Natal é do tipo Tropical. As condições climáticas da cidade sofrem forte influência da maritimidade do oceano, que garante uma elevada umidade do ar durante todo o ano. Ademais, as temperaturas locais são bastante elevadas, com pouca variação ao longo das estações. A grande luminosidade presente em Natal lhe rendeu o apelido de Cidade do Sol.

A vegetação de Natal é formada por fragmentos de Mata Atlântica e, também, por coberturas vegetais tipicamente litorâneas, como mangues e restingas. A cidade conta com uma importante unidade de preservação ambiental do Rio Grande do Norte, o Parque Estadual das Dunas.

O cenário hidrográfico do município é bastante diverso, uma vez que o território natalense é banhado por vários cursos de água, sendo que muito deles deságuam na cidade. Os principais rios de Natal são Potenji, Jundiaí Pitimbu, Guariju e Jaguaribe.

Veja também: O que é bacia hidrográfica?

Mapa de Natal

Mapa do Rio Grande do Norte com destaque para Natal.

Demografia de Natal

Em termos demográficos, a cidade de Natal possui cerca de 890 mil habitantes, logo, é a maior cidade em população do estado do Rio Grande do Norte. Ademais, é a sétima em número de habitantes da região Nordeste e a 20ª do Brasil. A taxa de povoamento da cidade é muito elevada, já que Natal é a segunda capital brasileira com menor extensão territorial. O município concentra cerca de um quarto da população potiguar, sendo, com os demais municípios da região metropolitana de Natal, o principal aglomerado urbano do Rio Grande do Norte.

O crescimento populacional natalense se deu principalmente a partir da segunda metade do século passado, por meio da chegada de muitos imigrantes do interior do estado potiguar. Já mais recentemente, a cidade tem recebido uma forte imigração de retorno da porção centro-sul do Brasil.

Esses processos foram responsáveis pelo crescimento demográfico da cidade, assim como pela expansão das zonas periféricas locais e pelo processo de conurbação com municípios vizinhos, como Parnamirim e São Gonçalo do Amarante. A população local é formada por descendentes de indígenas, africanos e portugueses. As religiões mais praticadas em Natal são o catolicismo e o protestantismo, vertentes do cristianismo.

O desenvolvimento humano de Natal é considerado elevado. A população local desfruta de boas condições de vida, com taxas positivas de qualidade de vida. Entretanto, Natal é um das capitais mais desiguais do Brasil em termos de renda. As disparidades sociais são visíveis entre a população, como na segregação urbana presente nos bairros da cidade. O município de Natal registra, ainda, taxas significativas de pobreza e de violência urbana.

Economia de Natal

A economia de Natal está quase em sua totalidade voltada para o setor terciário, com destaque para os ramos da administração pública, do comércio e do turismo. O funcionalismo público e as atividades comerciais são os dois principais geradores de renda na cidade. Já o turismo é uma atividade muito tradicional e desenvolvida em Natal.

O município oferece uma ampla gama de serviços e instalações para os visitantes, sendo um dos principais centros do turismo de praia do litoral brasileiro. A prática do artesanato também é bem forte no município e gera um volume significativo de renda para a população local.

Por sua vez, os setores secundário e primário possuem pouca expressão em Natal. As atividades primárias de agricultura e pecuária locais estão voltadas para a subsistência. Já as atividades secundárias estão ancoradas na indústria de confecções e na construção civil.

Infraestrutura de Natal

A cidade de Natal é um importante centro de comércio e serviços do Rio Grande do Norte. O município possui vários equipamentos ligados ao consumo, como shoppings e supermercados. Ademais, oferece muitos serviços na área de saúde e educação. Nesse contexto, destaca-se a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), principal centro universitário potiguar, que tem sua sede fixada em Natal. Ademais, há o Instituto Internacional de Neurociências de Natal (IINN), um dos principais centros de pesquisa na área de ciências médicas do mundo.

A infraestrutura de Natal é marcada por uma boa oferta de modais de transporte, como o rodoviário e o metroviário. O município está ligado aos demais estados brasileiros por via rodoviária a partir de três rodoviais federais. Já o transporte aeroviário é acessível por meio do Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves, localizado no município vizinho de São Gonçalo do Amarante. Há em Natal também um porto marítimo de pequeno porte.

Já no que toca aos serviços públicos, em Natal há uma boa cobertura de energia, telecomunicações e distribuição de água. Contudo, os índices de coleta de esgoto no território natalense são considerados muito baixos.

Imagem aérea da ponte Newton Navarro em Natal, RN.
A cidade de Natal possui uma moderna infraestrutura urbana de transportes. [2]

O território de Natal está politicamente dividido em quatro regiões administrativas (Norte, Sul, Leste e Oeste). Há, ainda, uma zona territorial reservada ao Parque das Dunas, maior reserva ambiental da cidade. O município de Natal possui 36 bairros oficiais. Na última década, a cidade tem vivenciado um crescimento urbano expressivo, que culminou para além das suas divisas territoriais, por meio do processo de conurbação. No entanto, esse crescimento não foi acompanhado de investimentos para a ampliação das infraestruturas da cidade.

Governo de Natal

A cidade de Natal é governada por meio de uma estrutura de Três Poderes. O Poder Judiciário está relacionado às unidades de justiça locais. Já o Poder Executivo está representado pelo prefeito e sua equipe de gestão. Por fim, o Poder Legislativo é composto por 29 vereadores. Os cargos do Executivo e do Legislativo são escolhidos de forma direta pela população, por meio da realização de eleições municipais, de quatro em quatro anos.

Cultura de Natal

A cidade de Natal possui uma cultura muito rica e influenciada pelos europeus que ocuparam a região, como portugueses e holandeses, além dos indígenas e dos africanos.

O território natalense é sede de grandes eventos e festividades culturais, como o Carnaval e as Festas Juninas, assim como é um polo representativo da cultura nordestina. As festas locais são, no geral, embaladas por gêneros musicais como o samba, o arrocha, o brega e a pisadinha. A capital potiguar é considerada uma das terras do forró.

Em relação aos equipamentos culturais da cidade, destacam-se o Teatro Alberto Maranhão, considerado o principal centro de atividades artísticas do município, e o Museu da Cultura Popular, que reúne exposições artísticas com enfoque na cultura nordestina. A cidade de Natal também é terra de um rico artesanato, confeccionado com produtos típicos locais, como as areias brancas da cidade.

Na culinária, destaca-se o uso de peixes, farinha de mandioca e temperos. São pratos típicos de Natal o baião de dois, a carne de sol, o cuscuz, a paçoca e a tapioca. Já no esporte, destaca-se o futebol, sendo que Natal foi um das cidades-sede da Copa do Mundo Masculina de Futebol realizada no Brasil em 2014.

Créditos das imagens

[1] Caio Pederneiras / Shutterstock

[2] Brastock / Shutterstock

Publicado por Mateus Campos

Artigos Relacionados

Bandeira de Aracaju.
Aracaju
Leia sobre a história da construção da cidade de Aracaju. Entenda o processo de fundação da cidade e sua importância histórica e econômica para os sergipanos.
Capitais do Brasil
Quais são as capitais mais ricas do Brasil? E as mais populosas? Conheça as capitais dos estados e leia a história dos municípios que foram sede do governo federal.
Bandeira de João Pessoa.
João Pessoa
Saiba mais sobre a fundação de João Pessoa. Conheça o significado do nome da cidade. Veja aspectos relacionados à geografia física e humana da capital paraibana.
Bandeira de Recife
Recife
Saiba mais sobre a história de fundação de Recife. Veja também os principais dados de população da cidade e as principais características geográficas recifenses.
Região Nordeste
Clique aqui e veja detalhes da geografia do Nordeste, seus aspectos econômicos, produção, agricultura, pecuária e turismo. Saiba também a história do Nordeste.
Rio Grande do Norte
Conheça características da geografia e da cultura do Rio Grande do Norte. Saiba mais sobre a história da ocupação e do desenvolvimento do território potiguar.
Bandeira de Teresina
Teresina
Clique e leia sobre a história da fundação da cidade de Teresina. Saiba mais sobre os aspectos demográficos, econômicos e estruturais da capital piauiense.
video icon
Geografia
Intemperismo
Assista a nossa videoaula sobre intemperismo e entenda o que é esse fenômeno. Saiba quais são os tipos de intemperismo e sua importância na formação e evolução do relevo terrestre.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.