Bicho geográfico

Bicho geográfico é o nome popular dado ao parasita nematoide Ancylostoma brasiliense ou ao Ancylostoma caninum que causam a doença chamada larva migrans cutânea. Ele é assim chamado porque as larvas penetram na derme e migram através do tecido subcutâneo ou visceral deixando seus rastros pelo corpo. Esse parasita é frequente em cães e gatos e em razão do contato bastante próximo com os animais domésticos, pode se instalar no homem e não conseguir completar seu ciclo por estar em um hospedeiro anormal.

A larva migrans pode ser cutânea ou também chamada de dermatite serpiginosa e dermatite pruriginosa. Ocorre frequentemente em regiões tropicais e subtropicais, e afetam principalmente as regiões do corpo que possuem contato com o solo, como os pés, pernas, coxas, mãos, antebraços e nádegas, causando um prurido excessivo; raramente boca, lábios e palato são atingidos.

O contato com solo contaminado por fezes de cães e gatos é a forma como se adquire o bicho geográfico. No solo, os ovos presentes nas fezes, sob boas condições de umidade, temperatura e oxigenação, transformam-se em larvas que vão penetrar na pele e causar a doença no homem. Nos cães e gatos, a infecção ocorre tanto por via oral, cutânea ou pela placenta.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Sintomas como erupções avermelhadas que geram muita coceira e podem causar dor, ocasionam a falta de sono e nervosismo. Além disso, pode causar alterações pulmonares como tosse e falta de ar e alergia em razão das substâncias tóxicas liberadas.

Dependendo do estágio da doença, pode-se fazer apenas o tratamento tópico por meio de pomadas e, caso necessário, utilizar também o tratamento oral. Os meios de combate à doença são: recolher fezes dos cães e gatos, proteger o corpo em praias, utilizando calçados e toalhas a fim de impedir o contato com o solo, que pode estar contaminado. É muito importante também não levar animais para a praia, para evitar contaminação, caso estes estejam com o parasita.

Por Giorgia Lay-Ang
Graduada em Biologia
Equipe Mundo Educação

Rastros da larva migrans
Rastros da larva migrans
Publicado por: Giorgia Lay-Ang
Assuntos relacionados
Verme causador da doença
Ascaridíase
Ascaridíase, o que é ascaridíase, o que provoca a ascaridíase, o que a ascaridíase provoca, os sintomas da ascaridíase, o tratamento para a ascaridíase.
O parasito Enterobius vermicularis é o causador da oxiuríase ou enterobíase
Oxiurose
Aprenda mais sobre a oxiurose, uma patologia que causa grande prurido na região retal.
Trichuris trichiura é o verme causador da tricocefaliase
Tricocefalíase
: Tricocefalíase, o que é tricocefalíase, como ocorre a tricocefalíase, o que a tricocefalíase provoca no organismo, como detectar a tricocefalíase, o tratamento para a tricocefalíase.
Imagem da tênia vista por um microscópio
Teníase
Teníase, o que é a teníase, como se contrai a teníase, sintomas da teníase, tratamento da teníase, prevenção da teníase.
Criança com esquistossomose.
Esquistossomose
Equistossomose, Doença, Barriga d’água, Platelmintos, Trematódeos, Schistosoma, Parasitas, Hospedeiros, Miracídio, Caramujo planorbídeo, Cercaria, Ribeirinhos, Ventosas, Sintomas, Medidas profiláticas.
Ciclo da Ancilostomose
Ancilostomose
A ancilostomose, conhecida como amarelão, é provocada por vermes e pode causar dores musculares, hipertensão, tonturas e outros sintomas. Confira!
A hipertrofia ocorre em uma pequena parcela dos afetados pela filariose
Filariose
Doença causada pelo verme Wuchereria bancrofti, transmitida pela fêmea de determinadas espécies de mosquitos, podendo ter como conseqüência a elefantíase.