Whatsapp icon Whatsapp

Crack

Crack é uma forma cristalizada da cocaína que surgiu na década de 1980 e se popularizou rapidamente devido ao seu baixo preço.
Amostra de crack
O crack é uma droga que provoca euforia e sensação de poder.

O crack é uma forma cristalizada da cocaína que pode ser consumida fumada em cachimbos. Surgiu na década de 1980, nos Estados Unidos, e rapidamente se espalhou pelo mundo. Trata-se de uma droga mais barata que a cocaína e, por isso, consumida por pessoas de diferentes classes sociais.

A droga causa efeitos rapidamente no cérebro, provocando, por exemplo, euforia, aumento da autoestima e da sensação de poder. Seu uso constante pode levar a doenças pulmonares, problemas cardíacos e comprometimento do sistema nervoso, afetando até mesmo a capacidade cognitiva do usuário.

Leia também: Substâncias químicas presentes no “Boa noite, Cinderela”

Resumo sobre o crack

  • O crack é uma droga produzida da cocaína.

  • Seu nome está relacionado com o barulho feito pelas pedras ao serem queimadas.

  • É, geralmente, fumado em cachimbos; pode também ser quebrado e misturado em cigarros de maconha e tabaco.

  • Provoca aumento da euforia, autoestima e sensação de prazer.

  • Pode provocar doenças pulmonares e cardíacas, psicose, paranoia, alterações de humor e dificuldade de concentração e raciocínio.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que é o crack?

O crack é uma forma cristalizada da cocaína que pode ser fumada. Seu nome faz referência ao barulho que as pedras de crack fazem ao serem queimadas para o consumo. Trata-se de um preparado sólido, insolúvel em água e volatilizável (que pode se dissipar).

O crack é uma droga ilícita, ou seja, que não pode ser produzida e comercializada em nosso território. A sua invenção se deu na década de 1980, nos Estados Unidos, e, devido a seu baixo preço, essa droga se popularizou rapidamente entre aqueles que não podiam comprar a cocaína.

Os efeitos dessa droga são bastante rápidos, o que faz com que os usuários a consumam diversas vezes a fim de prolongá-los. Acredita-se que isso também intensifique os efeitos colaterais provocados pela droga.

Leia também: LSD — droga alucinógena que provoca alterações no sistema nervoso central

Produção do crack

O crack é uma droga feita da cocaína, sendo considerada apenas como uma forma diferente de apresentação e administração de tal droga. A cocaína — e, consequentemente, o crack — é obtida de uma planta popularmente conhecida como coca (Erythroxylon coca). As folhas desse vegetal são maceradas com solventes até que se obtenha uma pasta, a pasta de coca. Esta é tratada com ácido clorídrico, formando o cloridrato de cocaína. O cloridrato de cocaína é o pó inalado pelos usuários dessa droga.

Para a produção do crack, o cloridrato de cocaína é diluído em água e acrescido de bicarbonato de sódio, ou amônia, e aquecido. O crack, para ser produzido, leva apenas uma pequena quantidade de cloridrato de cocaína, motivo pelo qual a droga tem baixo preço.

Cocaína
O crack é obtido da cocaína.

Utilização do crack

O crack é uma droga que pode ser fumada, diferentemente da cocaína em pó, que é, normalmente, consumida por aspiração. Geralmente, o usuário queima a pedra em cachimbos, muitas vezes improvisados, por exemplo, com latinhas de alumínio. Os usuários podem ainda quebrar o crack em pedras menores e misturá-lo com tabaco ou maconha.

A fumaça do crack atinge os pulmões, e, através da corrente sanguínea, a substância chega ao cérebro. Isso faz com que a droga atue rapidamente no organismo, sendo o efeito quase imediato. A ação do crack no cérebro relaciona-se com o desenvolvimento da dependência.

Leia também: Classificação das drogas de acordo com a sua ação no organismo

Consequências do uso do crack no organismo

Logo após o uso do crack, o usuário já é capaz de perceber alguns dos seus efeitos. Estima-se que o efeito euforizante pode ser percebido de 10 a 15 segundos após sua inalação. Além da sensação de euforia, o crack provoca um aumento da autoestima, da sensação de poder e produz uma sensação de alerta e bem-estar. A droga está relacionada ainda com falta de apetite, aumento dos batimentos cardíacos e da pressão arterial, tremores, dilatação da pupila e suor intenso.

É comum que pessoas usuárias de crack passem longos períodos sem se alimentar e sem dormir fazendo uso da droga. Esse comportamento deixa a pessoa suscetível a problemas como desnutrição, associada com uma queda de imunidade e o favorecimento da ocorrência de doenças oportunistas, como pneumonia.

Uma outra consequência do uso do crack diz respeito às lesões provocadas pela inalação de vapor em altas temperaturas. Essas lesões podem ser observadas no nariz, olhos, face, lábios, cavidade oral, faringe e laringe. O usuário pode também queimar as mãos e os dedos no manuseio da droga. Como em muitas situações cachimbos improvisados são utilizados, pode ocorrer a inalação de partículas metálicas incandescentes, o que também provoca lesões.

O efeito no longo prazo da droga inclui problemas no coração e pulmão, além do comprometimento do sistema nervoso, podendo afetar a memória, o raciocínio e a capacidade de concentração. Não se pode deixar de citar também os comportamentos de riscos gerados pelo consumo da droga, como sexo desprotegido, roubos e envolvimento com o tráfico de drogas.

O uso do crack pode provocar ainda dependência, sendo importante destacar, no entanto, que o desenvolvimento dela inclui fatores comportamentais, culturais, biológicos e sociais. Isso significa, portanto, que nem todas as pessoas se tornam dependentes. Entretanto, não se pode deixar de citar que o crack está entre as drogas que apresentam o maior potencial para provocar o problema.

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos Relacionados

Classificação das drogas
Classificação das drogas de acordo com os estpimulos que promovem no sistema nervoso central.
Cocaína
Você sabe o que é cocaína? Conhece os efeitos que essa substância provoca no organismo? Clique aqui e aprenda mais sobre essa droga.
Cogumelos
Cogumelos, os cogumelos, cogumelo, cogumelos usados como alucinógenos, quais as causas que os cogumelos trazem para o organismo, tipos de cogumelos, efeitos dos cogumelos.
Drogas
O consumo de drogas pelo homem remonta à antiguidade. Saiba mais sobre a história, classificação e outros tópicos relacionados a essas substâncias aqui!
LSD
Você já ouviu falar a respeito do LSD? Clique aqui e conheça mais sobre essa droga sintética, responsável por provocar alucinações.
Lança-perfume
Lança Perfume, o que é lança perfume, do que o lança perfume é feito, quando o lança perfume foi proibido no Brasil, como o lança perfume era usado antigamente, os efeitos do lança perfume, o que o consumo do lança perfume causa, o perigo do uso do lança
Maconha
Que tal conhecer mais sobre a maconha? Essa planta polêmica pode trazer danos quando usada como droga de abuso, porém apresenta algumas substâncias importantes.
Merla
Merla, a merla, o que é a merla, efeitos da merla, quais as consequências da merla, onde a merla age no organismo, consequencias da merla, a merla e o organismo, efeitos da merla.
Morfina
Morfina, o que é Morfina, eeitos da Morfina, para que serve a Morfina, conseqüências da morfin, como é feita a produção da morfina.
Substâncias químicas do “Boa noite, Cinderela”
Acesse este link e conheça as substâncias que podem ser usadas no golpe “Boa noite, Cinderela”. Substâncias como alcaloides, que têm ação depressora no sistema nervoso central, quando misturadas em bebidas alcoólicas, formam uma droga usada, geralmente, para dopar pessoas e, assim, realizar assaltos ou crimes sexuais.
video icon
Texto"Matemática do Zero | Número de diagonais de um polígono convexo" em fundo azul.
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Número de diagonais de um polígono convexo
Nessa aula demonstrarei a fórmula do número de diagonais de um polígono convexo e resolveremos questões modelo.