Furacão

O furacão é um fenômeno atmosférico que tem origem em águas oceânicas tropicais, podendo causar graves consequências quando atinge áreas urbanas.

Os furacões, um dos mais temidos eventos naturais, são resultantes da combinação de uma série de fatores atmosféricos e geográficos. Sempre que uma região é atingida por um fenômeno como esse, os efeitos são rapidamente sentidos, com a devastação de casas, áreas naturais e, em alguns casos, o registro de várias mortes.

O que é um furacão?

Um furacão é um sistema circular de movimentação de ar, em uma velocidade superior a 105 km/h e com diâmetro de centenas de quilômetros, resultante da formação de um sistema de baixa pressão sobre regiões oceânicas.

Como se forma um furacão?

Os furacões formam-se, como já dissemos, sobre regiões oceânicas. Eles surgem quando as águas dos oceanos tornam-se mais quentes – com temperaturas iguais ou superiores a 27ºC – e há um elevado índice de evaporação, com a produção de uma grande quantidade de umidade, que será, depois, convertida nas massas de ar que formam os furacões.

Para surgirem, portanto, os furacões precisam de águas oceânicas quentes, o que é mais comum em regiões tropicais. A exceção, talvez, tenha sido o furacão Catarina que atingiu o sul do Brasil no Atlântico Sul, em uma zona temperada, no ano de 2004. Naquela ocasião, houve uma série de anomalias que contribuiu para o aquecimento incomum das águas da região.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Os furacões manifestam-se sempre em formato circular, girando no sentido horário no hemisfério sul e no sentido anti-horário no hemisfério norte. Tal fenômeno se deve ao efeito coriólis, que se manifesta graças ao movimento de rotação da Terra.

É importante também entender que furacões são diferentes de tornados. Os tornados são bem menores (com um diâmetro em torno de 2km ou um pouco mais), porém com velocidades bem maiores, que, em alguns casos, chegam a atingir os 400 km/h. Os tufões, por sua vez, são o mesmo que os furacões, recebendo esse nome apenas em algumas regiões específicas.

Os furacões são tão grandes que só podem ser vistos inteiramente em imagens de satélite
Os furacões são tão grandes que só podem ser vistos inteiramente em imagens de satélite
Publicado por: Rodolfo F. Alves Pena
Assuntos relacionados
Determinadas nuvens podem ter o peso de até 100 elefantes
Quanto pesa uma nuvem?
Você sabe quanto pesa uma nuvem? Clique e saiba com quantos elefantes pode ser formada uma nuvem!
Ciclones são tempestades tropicais que se formam geralmente nos oceanos, em uma zona de baixa pressão atmosférica.
Ciclone
Aprenda mais sobre o ciclone. Descubra quais as diferenças entre ciclone e anticiclone, os principais tipos de ciclone e a relação entre ciclone, tornado e furacão.
O relevo corresponde a irregularidade da superfície terrestre
Formação e Transformação do Relevo
Formação e Transformação do Relevo, O que é relevo, Quais são os fatores de formação do relevo, Como o relevo pode ser transformado, Os processos erosivos sofridos pelo relevo, A classificação de erosão.
De acordo com a teoria da Deriva Continental, no passado havia só um continente:  Pangeia
Deriva Continental
Entenda a teoria da Deriva Continental e compreenda como um único continente fragmentou-se e deu origem a todos os espaços terrestres atuais.
Tornado: redemoinhos atmosféricos
Tornado
Clique aqui e conheça as características de formação de um tornado!
Os oceanos possuem uma importante carga climática
Influência dos Oceanos sobre o Clima
Você sabia que o comportamento das águas dos oceanos exerce direta influência sobre as condições climáticas da Terra? Leia e entenda!
Imagem de satélite de um ciclone, um tipo de fenômeno atmosférico
Fenômenos atmosféricos
Conheça alguns dos principais fenômenos atmosféricos que se manifestam, tais como o efeito estufa, a inversão térmica, os ciclones e muitos outros.