Whatsapp icon Whatsapp

Meteorito

Meteoritos são fragmentos de rochas espaciais que atingem a superfície terrestre. Eles são comumente encontrados no planeta e têm grande importância para a ciência.
Os meteoritos são fragmentos de rocha espacial encontrados na superfície terrestre.
Os meteoritos são fragmentos de rocha espacial encontrados na superfície terrestre.

Meteoritos são fragmentos de rocha do espaço que atingiram a superfície terrestre. Originam-se do processo de fragmentação de corpos celestes, como asteroides e cometas, que caem aleatoriamente na superfície planetária.

Os meteoritos possuem características diversas, com tamanhos e formas variados, marcados geralmente por uma crosta de fusão. Eles são classificados, de acordo com a sua composição, em metálicos, rochosos e metálico-rochosos. O Brasil tem cerca de 70 meteoritos catalogados.

Leia também: Cinco fatos curiosos sobre o Universo

Resumo sobre meteorito

  • Os meteoritos são resultantes de fragmentos de rochas espaciais, especialmente de asteroides e cometas, que atingem a superfície terrestre.

  • São causados por processos naturais de decomposição e fragmentação de corpos celestes no espaço.

  • Têm características diversas, sendo comumente formados por rochas muito densas e pesadas, de cores e tamanhos variados.

  • Sua tipologia os classifica em três grandes grupos: metálicos, rochosos e metálico-rochosos.

  • Têm especificidades e não podem ser denominados meteoros; ambos os casos são originados de fragmentos de corpos celestes, com destaque para asteroides e cometas.

  • São encontrados no Brasil em: Bendegó, Macau, Angra dos Reis, Santa Bárbara e Santa Catarina.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que é um meteorito?

Os meteoritos são fragmentos de corpos celestes, especialmente asteroides e cometas, que caem na superfície terrestre. Eles derivam dos chamados meteoroides, pedaços de matéria cósmica que vagam pelo espaço, frequentemente atingindo a superfície planetária. Os meteoritos caem de maneira aleatória na superfície terrestre e são comumente encontrados pelos humanos.

Quais as causas dos meteoritos?

A origem e a causa dos meteoritos estão atreladas ao desprendimento de matéria espacial, especialmente de asteroides e cometas, devido a diferentes fenômenos astronômicos, com destaque para o desgaste desses corpos celestes.

Os meteoritos são originados dos chamados meteoroides, pedaços de corpos celestes que vagam pelo espaço e frequentemente atingem a superfície terrestre, passando a ser denominados meteoritos. A causa dessas quedas é natural, e, na maioria das vezes, o fenômeno é inofensivo para as atividades humanas.

Quais as características dos meteoritos?

Os meteoritos têm características muito particulares e distintas entre si. Geralmente, esses fragmentos de rocha espacial apresentam formatos irregulares, em tons variados e tamanhos diversos. Eles também podem ter uma crosta de fusão relativa ao processo de queima resultante da sua queda. Frequentemente eles são confundidos com as rochas de origem terrestre, porém são bem mais pesados e densos que elas. No mais, os meteoritos, na maior parte dos casos, são atraídos por ímãs.

Meteorito achado em fazenda no Brasil
Os meteoritos têm características distintas entre si, como a sua composição.

Composição dos meteoritos

Os meteoritos são compostos principalmente por materiais como ferro, níquel e outros minerais. A composição mineralogia desses fragmentos de corpos celestes é fundamental para a sua classificação em tipologias distintas.

Ademais, o estudo da composição dos meteoritos permite levantar hipóteses sobre a origem desses materiais no espaço sideral. A composição de um meteorito pode reunir, em maiores ou menores quantidades, vários tipos de minerais. O predomínio de determinados minerais em um meteorito define a sua classificação.

Leia também: Rochas x minerais — o que diferencia essas estruturas?

Quais os tipos de meteoritos?

Os meteoritos são classificados conforme a sua tipologia mineralógica. Sendo assim, eles são classificados em três grandes tipos:

  • Metálicos: chamados de sideritos, são compostos principalmente por ferro e outros materiais metálicos.

  • Rochosos: chamados de aerólitos, têm em sua composição principalmente minerais não metálicos, como os silicatos.

  • Metálico-rochosos: chamados de siderólitos, têm na sua composição vários minerais metálicos e não metálicos.

Diferenças entre meteorito, meteoro, cometa e asteroide

Rastro luminoso visto em céu noturno
Os rastros luminosos comumente vistos no céu partem dos meteoros.

Os termos meteorito, meteoro, cometa e asteroide, apesar de se referirem a objetos espaciais, têm suas particularidades. Os cometas e asteroides são corpos celestes espaciais de grande escala dispostos no espaço sideral. A fragmentação deles produz diversos pedaços de rocha que vagam pelo espaço de forma aleatória.

Frequentemente, esses pedaços atingem a atmosfera do planeta, sendo assim chamados de meteoros. Quando o meteoro rompe a atmosfera sem entrar em estado de fusão e atinge superfície terrestre, recebe o nome de meteorito. Para saber mais, leia: Diferença entre cometa, asteroide e meteoro.

Meteoritos no Brasil

O Brasil, por sua dimensão espacial, recebe ao longo dos anos diversos materiais espaciais, com destaque para os meteoritos. No entanto, a catalogação desses materiais pelos órgãos responsáveis é mínima ainda.

As estimativas oficiais indicam que há cerca de 70 meteoritos catalogados no país, porém o número estimado de meteoritos que atingem o Brasil é muito maior, conforme pesquisadores da área. A descoberta e catalogação dessas rochas espaciais é muito importante para estudos nas áreas de astronomia, biologia e geologia.

  • Lista de alguns meteoritos já encontrados no Brasil

O Brasil conta com cerca de 70 meteoritos catalogados pelas instituições de ensino e pesquisa do país. A lista a seguir apresenta alguns dos principais meteoritos encontrados aqui:

Meteoritos

Tipo

Local de descoberta

Bendegó

Siderito

Bahia

Macau

Aerólito

Rio Grande do Norte

Angra dos Reis

Aerólito

Rio de Janeiro

Santa Bárbara

Aerólito

Rio Grande do Sul

Santa Catarina

Siderito

Santa Catarina

Publicado por Mateus Campos
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

Vista do Sol rodeado de nuvens no céu.
Corpos celestes
Você sabe o que são os corpos celestes? Clique aqui, descubra o que são e conheça os principais corpos celestes que estão no espaço sideral.
Na figura acima, podemos ter uma ideia das diferenças entre asteroides, cometas, meteoros e meteoritos.
Diferença entre cometa, asteroide e meteoro
Acesse o artigo e aprenda a diferenciar cometas, asteroides e meteoros. É comum confundirmos esses três tipos de formações, no entanto, existem algumas diferenças básicas entre elas. Confira quais são as características mais importantes de cada uma dessas interessantes estruturas.
Rochas e minerais: qual será a diferença?
Diferença entre rochas e minerais
Confira qual é a diferença entre rochas e minerais, além de conhecer os conceitos desses importantes elementos das Ciências da Terra.
A grande quantidade de meteoros que passam no céu em determinadas épocas do ano é chamada de chuva de meteoros
Estrelas cadentes
Clique aqui e descubra o que são as estrelas cadentes que iluminam o céu noturno da Terra!
A Astronomia proporcionou grandes avanços científicos
História da Astronomia
O Dia Mundial da Astronomia é comemorado em 8 de abril. Que tal conhecer um pouco mais sobre a história dessa ciência? Confira ainda os principais nomes dessa importante área do conhecimento e saiba quais foram as suas contribuições para o entendimento que temos hoje sobre os corpos celestes, como a Lua e o Sol.
Os meteoros são fenômenos registrados aleatoriamente em diversas partes do globo.
Meteoro
Você sabe o que é um meteoro? Descubra quais são suas principais características, entenda sua classificação e aprenda aspectos das chuvas de meteoros.
Nebulosas
Você sabe o que são nebulosas? Acesse o texto e aprenda como elas são formadas e conheça os diferentes tipos de nebulosas e suas características.
A queda de um meteoro na Terra, com a velocidade de 72.000 km/h, teria sido a principal causa da extinção dos grandes répteis (dinossauros).
O fim dos dinossauros
As causas que teria motivado a extinção dos grandes répteis.
video icon
Português
Pré-Enem | Vocabulário da proposta de intervenção
O Pré-Enem é o intensivo preparatório do Brasil Escola para o Enem. Nele nós separamos os principais temas que devem ser estudados a menos de três meses do exame. Nesta transmissão você assistirá à aula sobre o vocabulário da proposta de intervenção como elemento para fazer boas conclusões com o professor Guga Valente!

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Sigmund Freud
Filosofia
Sigmund Freud
Nessa videoaula você conhecerá mais sobre a vida e estudos do "pai" da psicanálise.
video icon
Thumb Brasil Escola
Literatura
Realismo fantástico
Trazemos uma análise sobre realismo fantástico. Assista já!
video icon
Thumb Brasil Escola
Química
Funções orgânicas
Tire um tempo para entender melhor o que são as amidas.