Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Geografia
  3. Geografia humana
  4. Empresas transnacionais

Empresas transnacionais

As empresas transnacionais são grandes corporações que atuam em diferentes países, gerando empregos e renda para grande parte da população local. Algumas dessas empresas possuem campo de atuação em várias partes do planeta e em diversos segmentos: industrial, alimentício, têxtil, tecnológico, entre outros.

Leia também: Concentração e desconcentração industrial no Brasil

O que são transnacionais?

As transnacionais são grandes empresas — em muitos casos corporações — que possuem filiais em diversos países, ultrapassando os limites físicos das fronteiras de seus territórios de origem.

Transnacional é a empresa que atua em vários países simultaneamente.
Transnacional é a empresa que atua em vários países simultaneamente.

A maioria dessas grandes empresas tem sua sede original nos países de industrialização pioneira — grande parte localizada no Hemisfério Norte —, ou seja, são empresas de países desenvolvidos que acumulam um grande excedente de capital ao longo dos anos e usam esse excedente para expandir seus negócios, instalando filiais em países subdesenvolvidos e/ou emergentes, utilizando mão de obra barata, o que faz com que seus lucros aumentem de forma considerável.

Exemplos de empresas transnacionais

Essas empresas podem ser encontradas em vários segmentos e produtos, de todos os cantos do mundo, principalmente de países acima da Linha do Equador. Dentre as mais famosas, podemos citar:

  • Coca-Cola;

  • Apple;

  • Nestlé;

  • Hyunday;

  • Sony;

  • Samsung;

  • Shell;

  • General Motors;

  • Nike;

  • Mc Donald’s;

  • Puma;

  • Honda;

  • Toyota;

  • Unilever;

  • Volkswagen etc.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Como funciona uma transnacional?

O funcionamento de uma transnacional segue uma regra: as filiais espalhadas pelo mundo devem seguir à risca o padrão estabelecido pela matriz, que rege todas as demais, instaurando regras e padronizando atendimentos e produtos.

Fila na Itália em frente a uma transnacional estadunidense. [1]
Fila na Itália em frente a uma transnacional estadunidense. [1]

Por ser uma empresa que atua em vários países, as transnacionais contam com esses padrões para que haja o mesmo padrão de qualidade em qualquer lugar do mundo. Se comprarmos um produto de alguma dessas empresas em determinada região, esse produto será o mesmo caso comprado do outro lado do oceano.

Isso faz com que essas empresas atinjam grandes quantitativos populacionais, com lucros enormes e grande influência mundial.

Veja também: O que é subdesenvolvimento?

Pontos positivos e negativos das transnacionais

As transnacionais atuam em várias partes do globo. Por essa razão, são corporações empresariais que têm pontos positivos e negativos em suas ações.

De forma positiva, tais empresas geram muitos empregos nos locais de atuação, além de oferecerem grandes oportunidades de crescimento para os colaboradores. Além disso, existem, dentro das transnacionais, processos que propiciam trocas culturais entre os profissionais, o que pode trazer benefícios corporativos e deixar o ambiente agradável e estimulante para quem ali trabalha. Esses processos permitem que o colaborador trabalhe em uma unidade fora de seu país de origem, aumentando seu conhecimento tanto em âmbito profissional quanto pessoal, uma vez que ele conhecerá culturas e pessoas diferentes.

A comunicação entre os funcionários de vários países é um ponto positivo das transnacionais.
A comunicação entre os funcionários de vários países é um ponto positivo das transnacionais.

Porém, uma transnacional não chega a um país por acaso. Para que isso ocorra, ela recebe incentivos fiscais dos governos, como isenção de impostos, doação de terrenos, entre outros. Além disso, essas empresas, na sua maioria, não investem seu lucro nos países em que possuem filiais, mas sim na empresa original. A submissão dos países subdesenvolvidos e/ou emergentes às exigências das transnacionais é explicada pelos pontos positivos que elas trazem, mas não podemos esquecer que os benefícios nunca sairão de graça.

Diferenças entre multinacionais e transnacionais

Por muito tempo, o termo multinacional foi utilizado para designar as empresas que atuavam em mais de um país, por todo o globo. Entretanto, esse termo passou por revisão, pois dá a entender que uma multinacional possui várias nacionalidades, pertencendo a várias nações, o que não ocorre na prática.

O termo transnacional é o mais adequado para nomear esse tipo de empresa, pois pode ser interpretado como algo que transpassa as fronteiras de origem ou mesmo que transita entre várias nações, mas pertence a apenas uma, ao país que possui sua matriz. Com isso, esse termo aproxima-se mais da realidade dessas empresas.

Transnacionais brasileiras

O Brasil contém alto número de empresas estrangeiras desde a década de 1950, quando o então presidente, Juscelino Kubitschek, promoveu uma intensa industrialização com capital estrangeiro. Entretanto, temos em nosso país indústrias nacionais que também são consideradas transnacionais, atuando em outros países.

Algumas dessas empresas são:

  • Petrobras;

  • Vale;

  • Embraer;

  • Tigre;

  • Gerdau;

  • Odebrecht;

  • Camargo Corrêa;

  • Grupo Votorantim;

  • JBS-Friboi, entre outras.

Leia também: Zona Franca de Manaus – polo industrial voltado para atração de fábricas na Região Norte

Exercícios resolvidos

Questão 1 - (Uncisal)

Disponível em: <https://br.pinterest.com/explore/calvin-e-haroldo- 933613741171/>.

A tirinha faz referência a uma realidade típica da globalização, representada pelo(a):

A) disputa por novos mercados.

B) emprego de novas tecnologias.

C) aumento do consumo de massa.

D) transnacionalização da produção.

E) interdependência entre os países.

Resolução

Alternativa D. Com a multiplicação das transnacionais pelo planeta, a produção de uma simples camiseta pode ser feita em vários países e comercializada em outros, como no exemplo da charge.

Questão 2 - (Ifal)

Atualmente a globalização está presente na vida de todos. Ela atua de modo marcante na ciência, na economia, na política, na urbanização etc. Em se tratando de economia, a globalização foi vital para a internacionalização do capitalismo financeiro, para o acesso a produtos e a culturas mundiais. Quando o assunto é urbanização, lá está presente a unificação de padrões de comportamento, também encontrados nas sociedades rurais graças aos avanços tecnológicos e de comunicação desenvolvidos e disponibilizados ao longo dos anos. Apesar de o Brasil se beneficiar com a globalização, também sofre com as desigualdades econômicas por ela proporcionadas.

Marque a seguir a alternativa que, respectivamente, melhor demonstra um aspecto positivo e um aspecto negativo da globalização no Brasil.

A) Integração do país ao mercado financeiro internacional e o acesso imediato à informação pela rede de computadores.

B) Incentivo ao desenvolvimento industrial brasileiro e a geração em larga escala de emprego e renda.

C) Desvalorização da cultura regional e prosperidade econômica nacional.

D) Possibilidade de intercâmbio científico com outros países e a geração de desemprego em razão da baixa qualificação profissional e da concorrência desigual entre a indústria nacional brasileira e as multinacionais.

Resolução

Alternativa D. O aspecto mais negativo da globalização para os países emergentes (ou subdesenvolvidos) é a maior eficiência das transnacionais com relação às indústrias locais, sejam elas nacionais, sejam regionais.

Crédito da imagem

[1] PippiLongstocking / Shutterstock

Publicado por: Átila Matias
Assuntos relacionados
A reciclagem é uma importante medida ambiental
Reciclagem
Entenda o que é reciclagem, a importância desse procedimento, suas vantagens e também as suas limitações e problemas.
As industrias são emissores de poluentes nas cidades
A poluição nas grandes cidades
A poluição nas grandes cidades , O que é poluição nas grandes cidades, Como ocorre a poluição nas grandes cidades , Quando iniciou a poluição nas grandes cidades, O que contribui para a poluição nas cidades mundiais.
Carvoaria em plena produção.
Carvão Vegetal
Carvão Vegetal, O que é Carvão Vegetal, Como é produzido o Carvão Vegetal, As características do Carvão Vegetal, Carvão Vegetal no tratamento de doenças.
Área desertificada na África por causa da degradação do solo.
O solo e o alimento no mundo
O solo e o alimento no mundo, O solo é uma riqueza da humanidade, O solo é um dos principais minérios, O solo e a produção de alimentos, O percentual de solos férteis no planeta, A importância do solo para a humanidade.
As primeiras indústrias eram rudimentares.
Diferenças entre a era industrial e globalizada
Diferenças entre a era industrial e a globalizada, Quando iniciou a primeira Revolução Industrial, Quais países participaram da primeira Revolução Industrial.
A ausência de saneamento básico gera vários problemas à saúde humana
Saneamento
Um problema socioambiental típico dos centros urbanos.
Regionalização Norte-Sul
Conheça as características da regionalização norte-sul que divide o mundo em países desenvolvidos e subdesenvolvidos.
Indústrias
Clique e veja o que são e como se classificam as indústrias. Entenda quais fatores atraem sua presença nas cidades e conheça as principais indústrias do mundo.
Industrialização e urbanização são fatores diretamente relacionados
Industrialização e urbanização
Você sabia que há uma ampla relação entre a industrialização e a urbanização? Entenda a influência entre a atividade industrial e a vida nas cidades.
Indústria de automóveis na Índia. País é um dos principais subdesenvolvidos industrializados
Industrialização em países subdesenvolvidos
Veja as principais características do processo de industrialização em países subdesenvolvidos.
Terceira Revolução Industrial é marcada pelo emprego de alta tecnologia nas indústrias.
Terceira Revolução Industrial
Aprenda mais sobre a Terceira Revolução Industrial. Descubra quando começou, quais foram os principais avanços desse período e o que é a Quarta Revolução.
Indústria brasileira da década de 60.
A industrialização da América Latina
As principais etapas da indústria nos países de línguas latinas.