Whatsapp icon Whatsapp

Pirâmides do Egito

As pirâmides do Egito são monumentos históricos com profundo significado religioso e complexidade arquitetônica. Serviam como túmulos para os faraós.
Esfinge e Pirâmides de Gizé, as mais famosas pirâmides do Egito.
No complexo que abriga as Pirâmides de Gizé, também está localizada a Grande Esfinge.

As pirâmides do Egito são símbolos marcantes da civilização antiga que representam a crença na vida após a morte e o poder dos faraós. Com características distintivas, como as grandiosas pirâmides de Quéops, Quéfren e Miquerinos, essas estruturas foram construídas com precisão e usando blocos de pedra maciços. Erguidas durante a terceira até a sexta dinastia, a construção das pirâmides envolveu força de trabalho massiva, planejamento meticuloso e técnicas avançadas de transporte de blocos e criação de rampas.

Curiosidades fascinantes, como o alinhamento astronômico, e teorias especulativas sobre sua construção aumentam ainda mais o mistério em torno dessas estruturas. A escolha criteriosa de materiais, como pedra calcária, granito e basalto, destaca a busca pela durabilidade. As câmaras internas decoradas com hieróglifos revelam propósitos religiosos e simbólicos, adicionando camadas de significado às pirâmides do Egito, que continuam a ser fonte de admiração e perplexidade.

Leia também: Anúbis — deus egípcio dos mortos e da mumificação

Resumo sobre as pirâmides do Egito

  • As pirâmides do Egito são grandes símbolos da arquitetura egípcia antiga que representavam o poder e a autoridade dos faraós.
  • Têm significados religiosos, políticos e históricos.
  • Eram usadas como túmulos para faraós e refletiam as crenças dessa civilização na vida após a morte.
  • Foram construídas com precisão e usando blocos maciços de materiais como pedra calcária, granito e basalto.
  • Sua construção se estendeu da terceira até a sexta dinastia.
  • As pirâmides de Saqquara e de Gizé são algumas das mais famosas, mas diversas outras foram construídas em regiões do Egito.
  • As pirâmides do Egito possuem alinhamento astronômico notável.
  • Câmaras internas decoradas com hieróglifos revelam propósitos religiosos e simbólicos dessas construções.

Significado das pirâmides do Egito

As pirâmides do Egito têm uma rica carga simbólica e desempenharam vários papéis na sociedade egípcia antiga. Do ponto de vista religioso, elas eram associadas à crença na vida após a morte. Os antigos egípcios acreditavam na existência de uma vida após a morte e na necessidade de preparar o falecido para essa jornada. As pirâmides serviam como túmulos para os faraós, onde eram enterrados com seus pertences e bens para garantir uma transição segura para o outro mundo.

Além disso, as pirâmides tinham implicações políticas, sendo uma manifestação do poder e da autoridade dos faraós. A grandiosidade e a complexidade dessas estruturas refletiam a magnitude do governo e a capacidade de mobilização de recursos da sociedade egípcia para a realização de projetos monumentais.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

No campo da engenharia, as pirâmides são verdadeiras maravilhas. A precisão com que foram construídas, considerando-se a época, é impressionante. Os antigos egípcios detinham conhecimentos avançados de arquitetura e matemática, necessários para projetar e construir essas estruturas massivas. As pirâmides eram construídas com blocos de pedra maciços, meticulosamente cortados e posicionados para formar as estruturas monumentais que ainda podemos admirar hoje.

Vista da Pirâmide de Quéops, uma das pirâmides do Egito.
Pirâmide de Quéops, também chamada de Grande Pirâmide, uma verdadeira maravilha da arquitetura.[1]

Historicamente, as pirâmides também desempenharam um papel crucial na preservação da identidade dos faraós e na comunicação de grandeza deles às gerações futuras. Elas foram concebidas como monumentos duradouros, representando a permanência do faraó na memória coletiva egípcia.

Veja também: Características da religião do Egito Antigo

Pirâmides do Egito mais famosas

As pirâmides egípcias são caracterizadas por sua forma geométrica distintiva e estrutura em degraus. Existem várias pirâmides notáveis, cada uma com suas próprias características.

→ Pirâmides de Saqqara

  • Pirâmide de Djoser: localizada em Saqqara, é considerada a mais antiga das pirâmides egípcias. Construída durante a terceira dinastia, é conhecida por sua forma escalonada, representando uma transição entre as mastabas mais antigas e as pirâmides mais avançadas.
Vista da Pirâmide de Djeser, uma das pirâmides do Egito.
A Pirâmide de Djeser é uma das mais antigas do Egito.[2]

→ Pirâmides de Gizé

  • Pirâmide de Quéops (Khufu): a maior e mais famosa das pirâmides, é uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo. Sua construção é atribuída ao faraó Quéops e é notável pela precisão e magnitude dos blocos de pedra utilizados.
  • Pirâmide de Quéfren (Khafre): adjacente à Pirâmide de Quéops, destaca-se pela inclusão da Esfinge, uma colossal escultura esculpida em uma rocha natural.
  • Pirâmide de Miquerinos (Menkaure): a menor das três, é conhecida por sua entrada no nível do solo e pela elegância de sua construção.

Outras pirâmides do Egito

Além das pirâmides de Saqqara e Gizé, outras pirâmides foram construídas em várias regiões do Egito, embora muitas delas sejam menos conhecidas. Em regiões como Kush e Axum, ao sul do Egito, foram construídas pirâmides que refletiam a influência da civilização egípcia. Essas estruturas tinham características distintas, mas ainda guardavam semelhanças com as demais pirâmides egípcias em termos de forma e função.

Pirâmides do reino de Kush, exemplos de pirâmides do Egito, no Sudão.
Pirâmides do Reino de Kush, no atual Sudão.

História da construção das pirâmides do Egito

A construção das pirâmides do Egito é um feito notável que desafia as explicações simples. Embora existam várias teorias sobre como elas foram erguidas, o método exato ainda é objeto de debate.

Uma das teorias mais aceitas sugere que as pirâmides foram construídas por uma força de trabalho massiva, composta em grande parte por camponeses que trabalhavam durante as estações agrícolas inativas. Esses trabalhadores, conhecidos como corveia, eram organizados e supervisionados por arquitetos e engenheiros altamente qualificados.

A técnica de construção envolvia cortar e transportar grandes blocos de pedra, muitas vezes de pedreiras distantes.

O transporte desses blocos maciços era feito por trenós puxados por homens ou animais.Uma vez no local de construção, as pedras eram elevadas até as camadas superiores da pirâmide por meio de rampas que circundavam a estrutura. A construção era um processo meticuloso que exigia um planejamento cuidadoso e uma coordenação eficiente.

Interior de uma pirâmide do Egito. O túnel dá acesso à câmara que abrigava o corpo do faraó.
Interior de uma pirâmide do Egito. O túnel dá acesso à câmara que abrigava o corpo do faraó.

As teorias mais recentes também consideram o uso de tecnologias como alavancas, polias e talhas para facilitar o manuseio dos blocos de pedra. Independentemente dos métodos específicos utilizados, a construção das pirâmides exigiu uma combinação de conhecimento técnico, habilidades organizacionais e força de trabalho dedicada.

Saiba mais: O que a arte representava para os egípcios?

Curiosidades sobre as pirâmides do Egito

Além de sua importância histórica e cultural, as pirâmides do Egito são cercadas por diversas curiosidades que aumentam ainda mais o fascínio em torno delas.

  • Muitas pirâmides foram construídas com um notável alinhamento astronômico, indicando um conhecimento avançado dos antigos egípcios sobre os movimentos celestiais.
  • Diversas teorias foram propostas ao longo dos anos para explicar a construção das pirâmides. Muitas delas, no entanto, carecem de evidências sólidas e são geralmente consideradas especulativas.
  • A escolha dos materiais de construção era crucial para a durabilidade das pirâmides. Pedra calcária, granito e basalto foram comumente utilizados, e a qualidade desses materiais variava de acordo com a disponibilidade local.
Vista da Pirâmide Curvada, uma das pirâmides do Egito.
A Pirâmide Curvada recebe esse nome devido a um erro na sua construção.[3]  
  • As pirâmides continham câmaras internas, algumas das quais eram destinadas ao sepultamento do faraó, enquanto outras serviam a propósitos religiosos ou simbólicos. Essas câmaras eram frequentemente decoradas com inscrições hieroglíficas e arte relevantes para a crença na vida após a morte.

Créditos das imagens

[1] Nina-na/ Wikimedia Commons

[2] Wikimedia Commons

[3] Wikimedia Commons

Fontes

FLAMARION, Ciro. O Egito Antigo. São Paulo: Brasiliense, 1995.

HAWASS, Zahi. Magic Of The Pyramids. Hemarkis, 2015.

Publicado por Tiago Soares Campos

Artigos Relacionados

A Religião do antigo Egito
A religião do antigo Egito foi sempre motivo de fundamental respeito e austeridade dessa antiga civilização.
A morte no Egito Antigo
Sabia como os antigos egípcios encaravam a morte.
A reforma de Amenófis IV
O período em que o Egito se tornou uma civilização monoteísta.
Arte egípcia
Conheça a arte egípcia, seu desenvolvimento e simbolismo no decorrer da história do Egito Antigo.
Deuses do Egito
Saiba mais acerca dos deuses do Egito, as divindades que faziam parte da religiosidade no Egito Antigo. Veja quais foram os principais deuses, e confira algumas de suas histórias.
Egito
Saiba mais sobre a história da civilização egípcia. Veja dados geográficos, demográficos e econômicos do Egito e leia sobre a diversidade cultural dos egípcios.
Egito Antigo
Clique aqui e conheça os principais elementos da história do Egito Antigo, uma das civilizações mais antigas do mundo.
Egito – Médio Império
A prosperidade e as disputas que marcaram esse período.
Esfinge
Acesse para conhecer a esfinge, ser mitológico presente em diferentes povos da Antiguidade. Veja a diferença da esfinge entre os gregos e os egípcios.
Faraó
Saiba mais sobre a vida e função dos faraós no Egito Antigo. Veja uma lista com os faraós mais importantes. Confira curiosidades sobre o tema.
Formação do Império Egípcio
Os fatos e transformações históricas que marcaram o estabelecimento do Império Egípcio.
Maravilhas do Mundo Antigo
Maravilhas do Mundo Antigo, quais são as Maravilhas do Mundo Antigo, características das Maravilhas do Mundo Antigo, pirâmides de Gizé, farol de Alexandria, colosso de Rodes, jardins suspensos da Babilônia, estátua de Zeus, mausoléu de Halicarnasso, templo de Ártemis.
video icon
Escrito"O que são ventos alísios e contra-alísios?" sobre o mapa-múndi indicando os ventos alísios e contra-alísios.
Geografia
O que são ventos alísios e contra-alísios?
Assista à videoaula e entenda o mecanismo dos ventos alísios e contra-alísios. Saiba quais são os fatores que influenciam na ocorrência desses deslocamentos de ar e conheça seus efeitos.