Whatsapp icon Whatsapp

Telégrafo

O telégrafo é um equipamento que era utilizado para a comunicação no século XIX. Esse aparelho utilizava a corrente elétrica para enviar um código.
Estudantes aprendendo a manusear um telégrafo no começo do século XX.
Estudantes aprendendo a manusear um telégrafo no começo do século XX.

Telégrafo é um aparelho que era utilizado para a comunicação em partes do século XIX e do século XX. Esse equipamento utilizava a energia elétrica para enviar pulsos na corrente que eram interpretados por meio de um código que usava pontos e linhas (para pulsos curtos e longos, respectivamente).

O inventor desse meio de comunicação e do código que era usado no envio das mensagens foi um pintor e professor norte-americano chamado Samuel Morse. Ele se aproveitou do conhecimento disponível sobre eletricidade e de tentativas falhas de criar um telégrafo e acabou sendo o primeiro a inventar um modelo de telégrafo elétrico viável.

Veja também: A contribuição da física para o desenvolvimento de novos conhecimentos e tecnologias

Resumo sobre telégrafo

  • O telégrafo elétrico foi inventado em 1837 por Samuel Morse nos Estados Unidos.

  • Foi o primeiro modelo de telégrafo elétrico viável, bastante utilizado comercialmente.

  • O primeiro telégrafo criado não era elétrico, mas sim semafórico e utilizava placas para o envio das mensagens.

  • A primeira linha de telégrafo foi inaugurada em 1844 e ligava Baltimore a Washington.

  • A primeira linha brasileira de telégrafo foi instalada em 1852 por intermédio do imperador d. Pedro II.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Afinal, o que é um telégrafo?

Telégrafo é um equipamento usado para comunicação inventado em 1837 por Samuel Morse e que foi bastante popular no final do século XIX e na primeira metade do século XX. Esse equipamento utilizava a corrente elétrica para transmitir códigos que correspondiam a letras do alfabeto, e a junção dos códigos formava mensagens.

O aparato ficou conhecido por fazer o registro de códigos recebidos pela corrente elétrica em um pequeno papel. A impressão realizada por essa máquina era importante, pois permitia que o operador de telegrafia pudesse fazer a interpretação dos códigos e passar a mensagem que havia recebido.

O código utilizado no telégrafo ficou conhecido como código Morse, inventado pelo pintor e professor Samuel Morse. Ele também foi o responsável por inventar o telégrafo na forma como o conhecemos. No sistema do telégrafo inventado por Morse, para que as mensagens fossem transmitidas, era necessário que as estações de telegrafia estivessem conectadas por fios que conduzissem energia elétrica.

osteriormente, essa tecnologia se espalhou por todos os continentes e chegou ao Brasil na década de 1850.P transmitidas e recebidas quase instantaneamente. Esse meio de comunicação se popularizou e foi ampliado para todo o território norte-americano. eram, pois as mensagens grande avanço na comunicaçãoum foi possível telégrafo, Com o

Como surgiu o telégrafo?

A invenção do telégrafo foi realizada por Samuel Finley Breese Morse e consolidou o modelo de telégrafo que foi utilizado no mundo. O telégrafo de Morse não foi o primeiro a ser inventado, mas foi o que se mostrou prático e funcional o bastante para ser utilizado comercialmente. Veremos a seguir como surgiu o telégrafo.

→ Telégrafo semafórico

Antes da invenção do telégrafo elétrico, surgiu o telégrafo semafórico, que utilizava placas com mensagens codificadas para transmitir mensagens. Esse telégrafo foi inventado pelo francês Claude Chappe, em 1792. Os telégrafos semafóricos eram basicamente torres construídas em locais elevados.

No alto dessas torres havia postes com pequenas placas que recebiam as mensagens codificadas. A mensagem era colocada por um operador que ficava no alto da torre, e sua função era monitorar a torre anterior para ver se alguma mensagem havia chegado. Nesse caso, ele tinha que redigir o código nas placas do poste para que a torre anterior pudesse repassar a imagem adiante.

Os operadores avistavam as mensagens nas torres por meio de lunetas. Esse sistema, apesar de funcionar de maneira arcaica, era eficiente. Nesse sistema, uma mensagem enviada de Portsmouth para Londres percorria uma distância de, aproximadamente, 137 quilômetros em 15 minutos.|1|

→ Telégrafo elétrico

 Imagem em preto e branco de postes próximos a uma ferrovia.
 A telegrafia necessitava que fios condutores de corrente elétrica fossem instalados em postes.

O desenvolvimento do telégrafo elétrico, por sua vez, foi resultado do avanço dos estudos no campo da eletricidade depois de um processo de tentativa e erro que se estendeu ao longo das primeiras décadas do século XIX.

No século XVIII, foi proposto um mecanismo que possuía 26 fios (um fio para cada letra do alfabeto), mas a manutenção desse equipamento com tantos fios não era viável. Outros sistemas foram propostos, como o criado por um físico chamado André-Marie Ampère, que necessitava de circuitos para cada letra e número.

O telégrafo surgiu oficialmente quando Samuel Morse, muito provavelmente munido do conhecimento de todas as tentativas frustradas, estabeleceu um equipamento que possuía um circuito elétrico que emitia pequenas correntes elétricas quando acionado por um interruptor. Esse interruptor podia emitir correntes longas ou curtas.

Para utilizar esse equipamento ele estabeleceu um código marcado por pontos ou linhas (correntes curta e longa, respectivamente). A junção desses códigos de pontos e linhas formavam as letras, que eram registradas em papel, impressas pelo próprio telégrafo. Depois, esse código registrado no papel era interpretado pelo operador do equipamento de telegrafia.

O telégrafo só funcionava se as estações de telegrafia estivessem conectadas pelos fios elétricos. O primeiro teste do telégrafo de Samuel Morse foi realizado em 1837, em Morristown, cidade localizada em New Jersey. Uma vez que o seu sistema mostrou-se viável, Morse rapidamente obteve uma patente de sua invenção.

Em 1842, Samuel Morse recebeu autorização do Congresso dos Estados Unidos a construir a primeira linha de telegrafia daquele país. Essa linha tinha cerca de 64 quilômetros de extensão e ligava Baltimore a Washington, a capital norte-americana. Em 1844, a linha estava pronta para operar e foi inaugurada pelo próprio Morse.

Desse modo, a expansão do sistema de telegrafia nos Estados Unidos fez com que o telégrafo chegasse a São Francisco em 1861, interligando as duas costas norte-americanas por esse meio de comunicação. A primeira linha de telégrafo intercontinental foi estabelecida em 1866 e ligava a América do Norte à Europa.

Saiba mais: Motor Stirling — o motor à combustão inventado a fim de substituir os motores a vapor

Telégrafo no Brasil

O telégrafo chegou ao Brasil durante o Segundo Reinado, especificamente na década de 1850. O imperador d. Pedro II era um entusiasta das novas tecnologias que surgiam no período, e, por seu intermédio, a primeira linha de telégrafo no Brasil foi instalada. Essa linha ficava no Rio de Janeiro e ligava a Quinta da Boa Vista ao Campo de Santana, possuindo 4300 metros de extensão.

Na década de 1870, foram estabelecidos no Brasil cabos de telegrafia marítimos, que permitiram que linhas de telegrafia intercontinentais fossem instaladas em nosso país. Com isso, foi instalada uma linha que ligava o Pernambuco ao Pará e uma linha que ligava o Brasil a Portugal e Cabo Verde.

Nota

|1| The invention of the telegraph changed communication forever. Para acessar, clique aqui [em inglês].

Publicado por Daniel Neves Silva

Artigos Relacionados

Características da Corrente elétrica
Corrente elétrica: Suas divisões e sua importância
Corrente elétrica
Você sabe o que é corrente elétrica? Conheça o conceito, as fórmulas, os tipos de corrente e exercícios resolvidos.
Nikola Tesla
Conheça a história de Nikola Tesla, inventor do controle remoto, lâmpada fluorecente, corrente alternada (AC) e inúmeras outras tecnologias.
Potência média da corrente elétrica
Veja aqui como podemos determinar o valor da potencia média usando apenas a tensão elétrica eficaz e a corrente elétrica eficaz.
Thomas Edison
Você conhece Thomas Edison? Clique aqui, conheça as invenções realizadas por ele e veja detalhes de sua vida pessoal.
video icon
Professora ao lado do texto"Verbos dicendi".
Português
Verbos dicendi
Dizer, falar, gritar, responder são verbos dicendi, ou seja, palavras que apresentam a maneira pela qual uma pessoa se expressa. Assista a esta videoaula para aprender um pouco mais sobre essa classificação!