Whatsapp icon Whatsapp

Queimaduras

Queimaduras são lesões que podem ser provocadas pelo contato com calor ou frio, eletricidade, radiação, substâncias químicas e até mesmo animais e plantas.
Criança com queimadura no braço recebendo atendimento médico.
As crianças são as principais vítimas de queimaduras.

Queimaduras são lesões dos tecidos provocadas por diferentes agentes, tais como substâncias químicas, calor e eletricidade. De acordo com o agente causador, as queimaduras podem ser químicas, térmicas, elétricas, ionizantes ou por radiação, biológicas e por atrito ou fricção. Podem ser bastante perigosas e até mesmo levar à morte, a depender da extensão da lesão e da sua profundidade na pele.

Elas podem ser classificadas em queimaduras de primeiro grau, segundo grau e terceiro grau, de acordo com a profundidade das lesões. Em caso de queimaduras, é importante não seguir dicas caseiras, como aplicar pasta de dente, pó de café ou aplicar gelo. Queimaduras extensas, feitas por substâncias químicas e eletricidade necessitam de cuidados médicos imediatos.

Leia também: Afinal, para que servem as unhas?

Resumo sobre queimaduras

  • São lesões causadas por agentes, como energia térmica, química ou elétrica, capazes de produzir calor excessivo que danifica os tecidos corporais e resultam na morte celular.

  • De acordo com o agente causador, as queimaduras podem ser classificadas em químicas, térmicas, elétricas, ionizantes ou por radiação, biológicas e por atrito ou fricção.

  • Queimaduras de primeiro grau afetam apenas a epiderme.

  • Queimaduras de segundo grau afetam a epiderme e parte da derme.

  • Queimaduras de terceiro grau afetam epiderme, derme e estruturas mais profundas.

O que são queimaduras?

De acordo com a Cartilha para tratamento de emergências das queimaduras do Ministério da Saúde, as queimaduras são lesões provocadas por agentes (tais como a energia térmica, química ou elétrica) capazes de produzir calor excessivo que danifica os tecidos corporais e acarreta a morte das células desses tecidos.

As principais vítimas de queimadura são as crianças, e a maior parte dos acidentes ocorre na própria residência das vítimas. Muitos desses acidentes estão relacionados com a curiosidade das crianças, que faz com que elas acabem se expondo a situações de risco. Em relação aos adultos, as queimaduras ocorrem com maior frequência em homens, estando esses eventos relacionados, muitas vezes, com acidentes de trabalho.

As queimaduras são uma condição grave que pode até mesmo levar à morte. Aqueles que sobrevivem a queimaduras graves podem apresentar sequelas, as quais podem ser estéticas ou ainda funcionais. A análise da gravidade da queimadura de um paciente levará em consideração a profundidade da lesão, a superfície corporal queimada, entre outros fatores. De acordo com o Ministério da Saúde, queimaduras que atingem 10% do corpo de uma criança podem causar sérios riscos, enquanto em adultos, o risco é maior se a área for superior a 15%.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Tipos de queimaduras

As queimaduras podem ocorrer como consequência da ação de diferentes agentes, podendo ser classificadas de acordo com o agente causador em químicas, térmicas, elétricas, ionizantes ou por radiação, biológicas e por atrito ou fricção.

  • Queimadura química: provocada pela ação de agentes corrosivos, como ácidos.

  • Queimadura térmica: a lesão é causada pelo calor ou pelo frio.

  • Queimadura elétrica: provocada por raios, correntes elétricas etc.

  • Queimaduras ionizantes ou por radiação: ocorrem por ação de raios solares, aparelhos de raio-x ou ultravioleta, entre outros.

  • Queimaduras biológicas: são aquelas que envolvem seres vivos, como animais, tais como água-viva e lagartas, e plantas, como a urtiga.

  • Queimadura por atrito ou fricção: ocorre, como o nome sugere, devido ao atrito da pele com determinada superfície ou material.

Saiba mais: Por que a urtiga queima a pele?

Classificação das queimaduras

As queimaduras atingem principalmente a pele e podem ser classificadas de acordo com a profundidade do local atingindo em:

  • Queimadura de primeiro grau: afeta apenas a epiderme e destaca-se por provocar vermelhidão, dor e inchaço. Nesse tipo de queimadura, não ocorre a formação de bolhas na pele. Em geral, evolui para melhora em cerca de dois a três dias, provocando posterior descamação no local.

  • Queimadura de segundo grau: acomete a epiderme e parte da derme, provocando a formação de bolhas. Nas queimaduras de segundo grau superficiais, observa-se a presença de hipersensibilidade devido à preservação das terminações nervosas. Já nas queimaduras mais profundas, a sensibilidade superficial é menor. Nas queimaduras de segundo grau superficiais, observa-se uma regeneração espontânea, enquanto na profunda essa regeneração é menor, e pode ocorrer a formação de cicatrizes.

  • Queimadura de terceiro grau: acomete a epiderme, derme e estruturas mais profundas. Essas lesões apresentam pouca ou nenhuma dor, pois as terminações nervosas são destruídas. Apresentam grande risco de infecção.

O que fazer em caso de queimadura?

Pessoa molhando uma queimadura no braço com água de uma torneira.
Um dos cuidados que pode ser tomado em caso de queimadura é esfriar a lesão com água corrente.

Os primeiros socorros são fundamentais em qualquer situação que represente risco de vida para um indivíduo. Em caso de queimadura, eles são também essenciais. Entre as principais medidas a serem adotadas, destacam-se:

  • Interromper a queimadura. Em caso de fogo, a interrupção pode ser feita por abafamento ou uso de água. Caso a vítima tenha se queimado com líquidos aquecidos, deve-se retirar as vestes e iniciar o resfriamento da queimadura com água corrente à temperatura ambiente. Em caso de queimadura por eletricidade, deve-se desligar imediatamente a corrente elétrica.

  • Retirar acessórios que possam pressionar o local da lesão antes que a pele comece a inchar.

  • Proteger a queimadura com tecido limpo, sem apertar o local lesionado.

  • Não passar produtos como pasta de dente, manteiga, borra de café.

  • Não aplicar gelo na queimadura.

  • Nunca estourar as bolhas.

  • Não retirar tecidos ou outros materiais que estiverem presos à área queimada.

  • O Ministério da Saúde orienta que em caso de queimaduras em grandes extensões do corpo, por substâncias químicas ou eletricidade, a vítima necessita de cuidados médicos urgentes.

Veja também: Riscos do uso de plantas medicinais

Como evitar queimaduras?

Veja a seguir algumas dicas simples que podem evitar queimaduras no dia a dia:

  • Não deixe crianças manipularem panelas no fogo ou líquidos quentes.

  • Certifique-se de que os cabos das panelas estão sempre virados para dentro do fogão, de modo a evitar que crianças puxem as panelas e entornem os conteúdos sobre elas.

  • Ter atenção com toalhas de mesa que podem ser puxadas por crianças, possivelmente derrubando objetos quentes.

  • Nunca manusear líquidos quentes ao segurar uma criança no colo.

  • Nunca deixar chapinhas e ferros de passar ligados ou aquecidos em locais de fácil acesso para crianças.

  • Não manusear álcool ou outras substâncias inflamáveis perto de fontes de calor.

  • Manter instalações elétricas sempre em bom estado, observando a presença de fios desencapados, por exemplo.

  • Não ligar vários aparelhos em uma mesma tomada.

  • Não fazer consertos na rede elétrica sem desligar a chave geral.

  • Em locais em que há crianças, garantir que as tomadas estejam sempre protegidas.

  • Não deixar velas próximas a colchões, cortinas e móveis de madeira.

  • A radiação solar também pode provocar queimaduras, portanto uma forma de proteção é usar sempre protetor solar.

  • Ao manusear produtos químicos perigosos, lembre-se sempre de usar equipamentos de proteção individuais, como luvas, máscaras e óculos.

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos Relacionados

Camadas da pele
Conheça mais sobre a estrutura da pele e suas camadas.
Epitélio Glandular
Tecidos glandulares, Secreções, Mucosas, Serosas, Exócrinas, Glândulas salivares, Liquido lacrimal, Endócrinas, Glândulas endócrinas, Hipófise, Adrenalina, Anfícrinas, Testículo, Ovário, Hormônios, Testosterona, Progesterona, Espermatozóides, Óvulos.
Por que a urtiga queima a pele?
O que faz essa planta causar danos aos que a toca.
Por que o limão queima a pele?
Por que o limão queima a pele, as causas das manchas, características das manchas, manchas que provocam bolhas, como tratar as manchas, como evitar as manchas.
Protetor Solar
Saiba mais sobre o protetor solar e sua importância para a saúde da pele.
Tecido muscular liso
Clique aqui e saiba mais sobre as características do tecido muscular liso.
Tecido nervoso
Saiba mais sobre o tecido nervoso, um tecido relacionado com a percepção do meio interno e externo e que possui como célula principal o neurônio.
Transplante de pele
Entenda o que é o transplante de pele e os diferentes tipos de enxertos existentes.
video icon
Frase "Redação nota 1000 | Desvalorização da ciência e fuga de cérebros no Brasil" escrita ao lado da silhueta de uma mulher de cabelos soltos
Português
Redação nota 1000 | Desvalorização da ciência e fuga de cérebros no Brasil
Quando a ciência não é valorizada em um país, pesquisadores tendem a buscar subsídios além das fronteiras. Nesta videoaula, discutiremos essa importante temática no cenário brasileiro e suas consequências para a sociedade. Fiquem ligados!

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
videoaula brasil escola
Biologia
Transgênicos
Você sabe o que são alimentos transgênicos? Não se engane, eles estão mais presentes do que você imagina!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Química
Alotropia
Não deixe de assistir nossa aula para fixar tudo o que você estudou sobre alotropia!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Filosofia
Batman
Que tal assistir ao vídeo para uma análise ética sobre o herói?