Salmonella (Salmonelose)

Salmonella é um gênero de bactérias que apresentam forma de bastonete e são responsáveis por desencadear infecções graves, que podem até mesmo levar à morte. Essas infecções ocorrem, principalmente, quando ingerimos alimentos ou água contaminada por esses organismos. Neste texto abordaremos as principais características das bactérias do gênero Salmonella, conheceremos mais a respeito da salmonelose e faremos um pequeno resumo de outras infecções causadas por elas.

Características do gênero Salmonella

O gênero Salmonella diz respeito às bactérias da família Enterobacteriaceae, amplamente encontradas na natureza. Essas bactérias são gram-negativas, ou seja, possuem parede celular complexa que se cora quando usada a coloração de Gram, e apresentam a forma de bastonete.

A grande maioria das bactérias do gênero Salmonella locomove-se por meio de flagelos. Essas se destacam também por serem organismos anaeróbios facultativos (crescem tanto na presença como na ausência de oxigênio) e não formarem esporos.

As bactérias do gênero Salmonella são gram-negativas e apresentam forma de bastonete.
As bactérias do gênero Salmonella são gram-negativas e apresentam forma de bastonete.

As bactérias do gênero Salmonella são divididas em duas espécies distintas: Salmonella enterica e Salmonella bongori. A primeira destaca-se entre ambas por apresentar seis diferentes subespécies.

As salmonelas podem ser divididas ainda em três categorias quando o assunto é habitat: altamente adaptadas ao ser humano, altamente adaptadas aos animais, e zoonóticas, que atingem tanto o ser humano quanto os animais.

Leia também: Classificação de bactérias: baseada na morfologia ou composição da parede

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Salmonelose

A salmonelose, desencadeada por bactérias do gênero Salmonella, é uma doença que se destaca por desenvolver um quadro de infecção gastrointestinal. É o tipo mais comum de infecção causada por elas. Não se trata de uma condição grave, e são bastante raros os casos fatais.

  • Transmissão da salmonelose

A salmonelose é transmitida, principalmente, por meio da ingestão de alimentos e água contaminada. Os alimentos de origem animal podem conter a bactéria Salmonella já em sua origem, uma vez que animais infectados podem levá-la para os alimentos derivados deles. Ainda, os alimentos podem ser contaminados por fezes de insetos e roedores, por exemplo; por pessoas, ao manipulá-los; e por equipamentos. A contaminação cruzada com outros alimentos também pode ocorrer.

Alimentos com grande teor de umidade e grande quantidade de proteínas são os que propiciam o crescimento das bactérias desse gênero. Sendo assim, alimentos como ovo, carne, leite e derivados são produtos relacionados a surtos de salmonelose.

Outro ponto importante são os alimentos que ficam muito tempo expostos, sendo mais vulneráveis ao crescimento bacteriano. É por isso que restaurantes e lanchonetes estão muito vinculados ao desenvolvimento dessa doença.

Alimentos ricos em proteínas, como ovos, são importantes locais de desenvolvimento da bactéria Salmonella.
Alimentos ricos em proteínas, como ovos, são importantes locais de desenvolvimento da bactéria Salmonella.
  • Sintomas da salmonelose

A salmonelose desencadeia alguns sintomas clássicos de infecções gastrointestinais, tais como:

  • Dores abdominais;

  • Mal-estar;

  • Diarreia;

  • Vômito;

  • Perda de apetite;

  • Febre baixa.

Geralmente, esses sintomas aparecem entre 12 e 36 horas após a contaminação. É comum que o paciente esteja completamente curado dentro de uma semana. Apesar de serem sintomas simples, é importante ficar atento a alguns deles, como diarreia e vômitos prolongados, os quais estão associados com o desenvolvimento de desidratação.

  • Tratamento da salmonelose

A salmonelose não possui um tratamento específico, e, por ser uma doença autolimitada (com período limitado), o tratamento com antibióticos não é recomendado para casos leves ou moderados. A recomendação é o repouso, a hidratação e os medicamentos que visam reduzir os sintomas.

  • Prevenção da salmonelose

Como a salmonelose é transmitida, principalmente, por meio da ingestão de água e alimentos contaminados, medidas simples podem ajudar a preveni-la. Dentre essas podemos destacar:

  • Lavar bem as mãos antes de alimentar-se, após ir ao banheiro e antes e depois de manipular alimentos.

  • Estar atento às condições de higiene dos locais escolhidos para fazer as refeições.

  • Lavar bem os alimentos.

  • Armazenar os alimentos de maneira adequada.

  • Cozinhar bem carnes e ovos.

  • Consumir leite pasteurizado ou fervido.

  • Beber apenas água potável.

Saiba também: Doenças relacionadas com água – transmissão e prevenção

Outras infecções causadas por Salmonella

As bactérias do gênero Salmonella são responsáveis por causarem uma série de problemas para os seres humanos. As infecções causadas por elas podem ser divididas em três grupos: febre tifoide, febres entéricas, e enterocolites ou salmoneloses (estas já foram abordadas).

A febre tifoide é causada pela bactéria Salmonella enterica sorotipo Typhi. Essa doença desencadeia febre alta, mal-estar, falta de apetite, dores de cabeça, dor na região abdominal, diarreia ou prisão de ventre, alterações no ritmo cardíaco, manchas no corpo e aumento do volume do baço. Complicações podem ser observadas, sendo a hemorragia intestinal a principal delas. A transmissão da febre tifoide ocorre, principalmente, pelo consumo de alimentos e água contaminados por essas bactérias.

A febre entérica é causada pela Salmonella enterica sorotipo Paratyphi. Os sintomas são bastante semelhantes ao da febre tifoide, entretanto, geralmente, são mais brandos. O paciente normalmente apresenta febre, vômito e diarreia. Assim como nas outras infecções causadas por Salmonella, o consumo de água e alimentos contaminados está relacionado com seu desenvolvimento.

Veja também: Doenças causadas por bactérias - transmissão, sintomas e lista de doenças

Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos
Assista às nossas videoaulas
Assuntos relacionados
Manifestação da difteria na faringe
Difteria
Difteria, o que é difteria, a transmissão da difteria, contágio da difteria, sintomas da difteria, tratamento da doença, prevenção contra a difteria.
Vacinar é a melhor prevenção
Tétano
Tétano, o que é tétano, o que provoca o tétano, os sintomas do tétano, o tratamento para o tétano.
Bactérias que provocam a meningite
Meningite
Meningite, o que é meningite, como a meningite se manifesta, a meningite mais comum, a meningite mais perigosa, sintomas da meningite, tratamento para a meningite.
Tifo
Tifo, bactéria causadora do tifo, sintomas do tifo, como as bactérias são liberadas, como as bactérias se reproduzem, o diagnóstico do tifo.
Bactéria Shiguella
Disenteria Bacteriana
Disenteria Bacteriana, infecção causada por uma bactéria do gênero Shiguella, forma de intoxicação alimentar, transmissão da disenteria bacteriana, sintomas da disenteria bacteriana, período de incubação da disenteria bacteriana, diagnóstico da disenteria bacteriana, tratamento da disenteria bacteriana.
As bactérias apresentam diferentes formatos que permitem a sua classificação
Classificação das bactérias
Conheça as principais formas de classificação das bactérias e amplie seus conhecimentos sobre esse grupo de organismos.
As bactérias são organismos unicelulares e procariontes
Bactérias
Amplie seus conhecimentos sobre as bactérias, organismos unicelulares que podem ser encontrados em colônias!
Febre tifóide
Febre tifóide, O que é Febre tifóide, as causas da Febre tifóide, O tratamento da Febre tifóide, os sintomas Febre tifóide.