Whatsapp icon Whatsapp

Horário de verão

O horário de verão é uma estratégia adotada por diferentes localidades para aproveitar ao máximo a iluminação solar. O modelo foi suspenso no Brasil em 2019.
Mão adiantando um relógio no horário de verão.
O horário de verão é uma medida adotada para aproveitar a luz natural e economizar energia elétrica.

O horário de verão é uma estratégia adotada em diversas localidades do mundo para aumentar o aproveitamento da iluminação natural da luz solar. Historicamente, ele foi empregado de forma ampla ao longo do século XX, em resposta às diferentes dificuldades econômicas e ambientais. O Brasil o adotou pela primeira vez em 1931. O último ano em que o país implementou esse horário foi em 2018. A principal utilidade dele é economizar energia elétrica. Esse modelo possui algumas desvantagens, como a dificuldade de adaptação da população. Foi extinto no Brasil em 2019.

 Leia também: O que são fusos horários?

Resumo sobre horário de verão

  • O horário de verão foi amplamente adotado ao longo do século XX como forma de economizar energia artificial.

  • Sua adoção no Brasil ocorreu de forma intermitente, desde o ano de 1931, por meio de decretos presidenciais.

  • Seu funcionamento dá-se pelo adiantamento dos relógios em 1 h no seu início e pelo atraso deles em 1 h no seu fim.

  • A ideia central da sua adoção é aumentar o aproveitamento da iluminação natural e, consequentemente, economizar na iluminação artificial.

  • Atualmente, ele não é mais adotado no Brasil, pois foi extinto por meio de decreto presidencial no ano de 2019.

  • Possui vantagens importantes, como o aproveitamento da luz natural, a maior movimentação do comércio e o incentivo à prática de atividades físicas.

  • A falta de dados significativos em termos de economia de energia artificial é um argumento utilizado pelos defensores do seu fim.

Para que serve o horário de verão?

A principal utilidade do horário de verão está voltada para a economia de energia. A ideia central da sua utilização é o maior aproveitamento da incidência da luz solar para o desenvolvimento das atividades humanas. Assim, ele serve para aproveitar a luz natural do Sol e, consequentemente, economizar iluminação artificial.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Como funciona o horário de verão?

Indicação de uma hora de adiantamento na figura de um relógio, no horário de verão.
No início do horário de verão, os relógios são adiantados em uma hora e, no seu término, são atrasados em uma hora.

O funcionamento do horário de verão dá-se pelo adiantamento dos relógios em 1 h no seu início e pelo atraso dos relógios em uma 1 h no seu fim. A ideia é aproveitar ao máximo a iluminação de fontes naturais durante a estação do ano verão. Portanto, o adiantamento dos relógios em 1 h ocorre ainda na primavera, durando todo o verão e finalizando no início do outono, quando os relógios são atrasados em 1 h.

Veja também: Como a energia solar se transforma em energia elétrica?

Horário de verão no Brasil

A adoção do horário de verão no Brasil ocorreu de forma intermitente desde o ano de 1931. A partir de então, o país vivenciou diferentes períodos de adoção do modelo, com uma duração aproximada de 120 dias do ano. A criação do horário de verão não ocorreu de forma homogênea no território brasileiro, mas sim sempre privilegiando os estados situados mais ao Sul do país, ou seja, que estão distantes da Linha do Equador, onde há maior iluminação solar. Atualmente, o horário de verão não é mais adotado no Brasil.

Fim do horário de verão no Brasil

A extinção do horário de verão no Brasil ocorreu no ano de 2019. Neste ano, por meio de decreto do governo federal, ele foi encerrado, terminando um longo ciclo de implementação desse modelo de horário civil. A justificativa apontada pelo governo na época era a de que ele não gerava níveis significativos de economia de energia.

O horário de verão no Brasil vai voltar?

A adoção do horário de verão no Brasil ocorreu de forma intermitente ao longo dos anos. Atualmente, há um movimento de defesa do modelo, em especial pelo apelo comercial e ambiental. Contudo, não há nenhuma previsão oficial para a volta do horário de verão no Brasil.

Vantagens e desvantagens do horário de verão

O horário de verão é um modelo polêmico de horário civil, considerando-se que altera o cotidiano da população, resultando em amplas discussões públicas. O quadro abaixo apresenta algumas vantagens e desvantagens do modelo:

Vantagens

Desvantagens

 

  • A economia de energia gerada pelo uso aumentado da iluminação natural.

  • O impacto gerado pelo aumento da movimentação em bares e restaurantes.

  • A influência em atividades cotidianas, como exercícios físicos.

  • O benefício para setores econômicos, como o comércio e o turismo.

 

  • A dificuldade de adaptação do relógio biológico dos seres vivos.

  • O impacto em atividades econômicas, como a pecuária leiteira.

  • A ausência de resultados significativos em termos de economia de energia.

  • O emprego de horários diferentes entre os estados brasileiros.

Países que adotam o horário de verão

A adoção do horário de verão é bastante variável entre os países do globo. Assim como ocorreu no Brasil em 2019, muitos países o adotam de forma intermitente conforme variáveis econômicas e ambientais. Atualmente, são países e regiões do planeta que adotam o modelo:

  • América: são exemplos o Uruguai, o Chile e partes do Canadá e dos Estados Unidos.

  • Europa: são exemplos os países-membros da União Europeia e nações como Noruega e Ucrânia.

  • Ásia e África: a maior parte dos países desses continentes não utiliza o horário de verão, com exceção de Egito, Israel, Líbano, entre outros.

  • Oceania: são exemplos a Nova Zelândia e partes da Austrália.

Saiba mais: Solstícios e equinócios — o que são, quando ocorrem, estações do ano

Qual é a origem do horário de verão?

Pôr do sol sobre o mar, em alusão ao horário de verão.
A ideia de aproveitar a luz solar ganhou força em momentos históricos de necessidades políticas e econômicas.

O berço da ideia do horário de verão teve origem nos Estados Unidos no final do século XIX. Um estudioso local, chamado Benjamim Franklin, observou que, em determinada época do ano, a radiação solar atingia a superfície terrestre de forma mais duradoura, assim, concebeu-se a ideia de que essa característica deveria ser aproveitada para o desenvolvimento de diferentes atividades e, consequentemente, para a economia de energia artificial.

No entanto, tal ideia tomou força apenas no início do século XX, em especial pelas dificuldades econômicas geradas por episódios históricos mundiais, como a Primeira Guerra Mundial (1914-1918). Nesse período, a implementação de um horário de verão, especialmente em países europeus, foi entendida como uma possibilidade de economia de recursos naturais.

Essa ideia foi ampliada em outros momentos históricos, como durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945) e a Crise do Petróleo (1970), em que as necessidades políticas e econômicas contribuíram para a adoção de estratégias de economia de energia. Atualmente, esse modelo de horário é adotado em diferentes regiões do globo.

Fontes

BBC. Horário de verão: as vantagens e desvantagens da polêmica mudança do relógio. BBC. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-58605351

BRASIL. Horário de Verão. Ministério de Minas e Energia. Disponível em: https://www.gov.br/mme/pt-br/assuntos/secretarias/energia-eletrica/horario-de-verao

CHERMAN, A. Por que o horário de verão começa no meio da primavera e termina no meio do verão?. FGV. Disponível em: https://sistema.bibliotecas-rj.fgv.br/noticias/por-que-o-horario-de-verao-comeca-no-meio-da-primavera-e-termina-no-meio-do-verao

INSTITUTO OSWALDO CRUZ. Horário de verão: conheça os impactos no corpo humano. Ioc. Disponível em: https://www.ioc.fiocruz.br/noticias/horario-de-verao-conheca-os-impactos-no-corpo-humano

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL. Decretos sobre o Horário de Verão no Brasil. UFRGS. Disponível em: http://astro.if.ufrgs.br/tempo/HorarioVerao.htm   

Publicado por Mateus Campos

Artigos Relacionados

Como calcular fusos horários?
Aprenda a calcular fusos horários através de uma breve explicação e da resolução de alguns exemplos.
Como é feita a cobrança da energia elétrica?
Fique por dentro do sistema tarifário de bandeiras e entenda como é feita a cobrança da energia elétrica. É só clicar aqui!
Coordenadas geográficas
Clique aqui e saiba o que são as coordenadas geográficas e quais são seus tipos. Entenda como as linhas imaginárias do planeta se relacionam com os seus cálculos.
Energia solar
Saiba como funciona a produção de energia solar. Aprenda sobre as vantagens e desvantagens dessa fonte de energia que cresce de forma ampla no mundo.
Fontes de energia
Clique e veja o que são fontes de energia, quais são elas, e o que é energia renovável e energia não renovável. Entenda as vantagens e desvantagens do seu uso.
Fusos horários
Entenda o que são os fusos horários e saiba como calculá-los. Descubra também quais são os fusos horários presentes no Brasil.
Fusos horários
Os fatores que fazem o mundo possuir horários distintos.
Fusos horários no Brasil
Um texto atualizado sobre quantos e quais são os fusos horários no Brasil.
Linha Internacional da Data
Você sabe a importância da Linha Internacional da Data? Entenda o funcionamento dessa linha imaginária que marca a passagem da data no planeta.
Solstício e equinócio
Solstício e equinócio, fenômenos astronômicos que marcam o início das estações do ano, relacionam-se com o movimento aparente do Sol, que interfere na quantidade de radiação solar recebida pela Terra. Saiba as principais características desses fenômenos, quando ocorrem e qual a relação entre eles e as estações do ano.
Verão
Conheça mais sobre o verão. Saiba quais são suas principais características e quando se inicia nos dois hemisférios. Descubra também o que é horário de verão.
video icon
Texto" Matemática do Zero | Polígono convexo e não convexo" em fundo azul.
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Polígono convexo e não convexo
Nessa aula veremos o que é um polígono convexo e um polígono não convexo a partir da definição matemática e, posteriormente, um “macete”.