Whatsapp icon Whatsapp

Intemperismo

O intemperismo é o processo caracterizado pelo desgaste natural dos corpos rochosos. Conforme suas condições de origem, ele é dividido em físico, químico e biológico.
Vista aproximada de rochas desgastadas, a principal característica do processo de intemperismo.
O desgaste das rochas é a principal característica do processo de intemperismo.

O intemperismo é um processo natural caracterizado pelo desgaste das rochas. Ele é corretamente classificado, conforme sua origem, em intemperismo físico, intemperismo químico e intemperismo biológico. São fatores que influenciam no intemperismo o relevo, o clima, a geologia, o tempo e os seres vivos.

Saiba mais: Quais são os agentes transformadores do relevo?

Resumo sobre intemperismo

  • É um processo natural desencadeado pela ação de agentes da natureza que produzem o desgaste de corpos rochosos.

  • O intemperismo físico envolve a desintegração das rochas e o intemperismo químico remete à decomposição das rochas.

  • Já o intemperismo biológico está ligado à atuação dos seres vivos, como plantas e animais, na transformação dos corpos rochosos.

  • São fatores que influenciam no intemperismo o relevo, o clima, a geologia, o tempo e os seres vivos.

  • A erosão, diferentemente do intemperismo, também envolve os solos, e remete ao processo de transporte de partículas de rochas e solos.

O que é intemperismo?

O intemperismo é um processo de desgaste natural ocasionado pela ação de diversos agentes na formação e/ou modificação de rochas. É classificado, conforme os agentes envolvidos no processo, em químico, físico e biológico.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Tipos de intemperismo

Há três tipos de intemperismo, classificados conforme os agentes envolvidos nesse processo, sendo eles do tipo físico, químico e biológico. Os pontos abaixo destacam as principais características dos três grandes tipos de intemperismo.

Intemperismo físico

O intemperismo físico é o processo de desagregação física das rochas, ou seja, o bloco rochoso sofre um fraturamento de suas estruturas, dividindo-se em pequenos pedaços de rochas e minerais. Esse processo ocorre especialmente em localidades de clima mais frio e seco.

Rochas que sofreram intemperismo físico.
A desintegração das rochas em pedaços diminutos é uma consequência do intemperismo físico.

Intemperismo químico

O intemperismo químico é o processo de decomposição química das rochas, logo, há a transformação da composição química dos blocos rochosos. Esse processo ocorre especialmente por ação da água, como as precipitações, sendo comum em zonas de clima quente e úmido.

 Chuva em um ambiente de vegetação, um dos principais agentes do intemperismo químico.
A chuva é um dos principais agentes que atuam na decomposição química das rochas.

Intemperismo biológico

O intemperismo biológico é o processo de desintegração de rochas provocado especialmente pela ação de seres vivos. Esse processo ocorre por meio da ação de plantas e animais, como por meio de raízes de árvores, que atuam na desintegração de blocos rochosos.

Raízes das plantas, um dos principais agentes do intemperismo biológico.
A ação das raízes das plantas provoca a desintegração das rochas no intemperismo biológico.

Fatores que influenciam no intemperismo

Há diversos fatores naturais que atuam no intemperismo, tanto no físico, quando no químico e/ou no biológico, ocasionando a transformação das rochas. A lista abaixo apresenta os principais fatores naturais que influenciam no processo de intemperismo.

  • Relevo: os aspectos geomorfológicos de uma região interferem nas dinâmicas de desgaste das rochas locais. Em zonas de relevo mais declivoso, por exemplo, há maior incidência do intemperismo químico, devido à atuação de água de forma mais contundente no solo. Em zonas mais planas, a atuação do intemperismo possui menor magnitude.

  • Clima: as características climáticas de uma região são determinantes para a ocorrência do intemperismo. Em zonas mais úmidas, predomina o intemperismo químico, especialmente por meio da ação da água das chuvas. Já em zonas mais secas ou, ainda, com condições climáticas extremas, há a predominância do processo de desintegração de corpos rochosos.

  • Geologia: as composições litológicas locais, especialmente da rocha-mãe de uma localidade que sofre com o intemperismo, interferem diretamente na atuação desse processo. Há rochas extremamente resistentes em relação aos três grandes tipos de intemperismo. E também existem rochas mais sucessíveis à desintegração e decomposição.

  • Tempo: o tempo geológico é fundamental para entender os processos de intemperismo. Em zonas litológicas muito antigas, a atuação do intemperismo tende a ser maior, cenário que resulta em formações de relevo muito antigas. Já em rochas e solos mais recentes, há maior conservação de suas características naturais, devido à menor atuação do intemperismo.

  • Seres vivos: os animais e as plantas, assim como os seres humanos, são agentes de transformação das rochas, contribuindo para sua modificação ao longo do tempo. A presença de vegetação, por exemplo, contribui para a ocorrência do intemperismo biológico. No mesmo sentido, a ação humana pode influenciar na aceleração do processo de desgaste dos blocos de rochas.

Quais são as diferenças entre intemperismo e erosão?

Erosão, processo de transporte de sedimentos de rochas e solos que se difere do intemperismo.
A erosão é um processo que envolve o transporte de sedimentos de rochas e solos.

O intemperismo é um processo de desgaste das rochas. As partículas de rocha impactadas pelo intemperismo, seja por meio da sua desintegração, seja por sua decomposição, são também modificadas pela erosão.

A erosão é o processo de transporte de sedimentos oriundos de intemperismo. Além das rochas, a erosão atua sobre os solos, contribuindo para a modificação desses elementos e, consequentemente, da paisagem terrestre.

Leia também: Relevo brasileiro — um relevo que possui formas muito modificadas ao longo do tempo

Exercícios resolvidos sobre intemperismo

Questão 1

(Uece) O conjunto de processos que ocasionam a desagregação física ou a decomposição química dos minerais das rochas em face da ação dos agentes climáticos e biológicos é denominado

A) erosão.

B) intemperismo.

C) pedogênese.

D) morfogênese.

Resolução:

Alternativa B

A desagregação e a decomposição das rochas são processos ligados diretamente ao intemperismo, já que são fruto do processo de desgaste de rochas diversas.

Questão 2

(Uece) O intemperismo é definido como o conjunto de processos que ocasionam a desagregação e a decomposição das rochas e dos minerais, motivados pela ação dos agentes atmosféricos e biológicos. Tomando por base a definição de intemperismo, assinale a afirmação INCORRETA.

A) Nos climas secos ou desérticos, a desagregação das rochas é motivada pelas altas amplitudes térmicas, que provocam a dilatação e a contração dos minerais.

B) Os fatores de decomposição química são a água, os agentes biológicos e seus produtos orgânicos.

C) Nos climas quentes e úmidos, predomina a desagregação mecânica das rochas; nos climas secos e frios, predomina a decomposição química.

D) Quando o manto de intemperismo é submetido à influência dos seres vivos, criam-se condições para a formação de solos.

Resolução:

Alternativa C

Em climas secos e frios predomina o intemperismo físico, ou seja, a desintegração das rochas. Já em climas quentes e úmidos ocorre principalmente o intemperismo químico, devido especialmente à atuação das chuvas.

Publicado por Mateus Campos
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

Agentes Transformadores do Relevo
Os agentes modificadores do relevo, seus tipos e os impactos por eles causados.
Agentes de formação do relevo
Confira aqui quais são os agentes de formação do relevo e veja como eles atuam.
Antártica
Antártica, características da Antártica, Tratado da Antártica, exploração econômica do continente antártico, fauna e flora, clima, política, Antártida, pólo sul.
Aquecimento global
Saiba quais são as principais características do aquecimento global. Veja detalhes sobre as causas e as consequências desse fenômeno que gera mudanças climáticas.
Classificação dos solos
Conheça os principais tipos de classificação dos solos.
Estruturas Geológicas
Conheça as estruturas geológicas da Terra, classificação que nos permite compreender melhor a formação do relevo terrestre.
Formas de relevo
Saiba quais são as grandes formas de relevo existentes na superfície terrestre e veja suas características. Conheça as principais formas de relevo do Brasil.
Geodesia
A ciência que estuda as dimensões e o campo de gravidade da Terra.
Massas de ar
Leia sobre as características das massas de ar presentes no espaço global. Saiba também quais são as principais massas de ar que atuam no Brasil.
Relevo brasileiro
Clique aqui, saiba quais são as principais características geomorfológicas do Brasil e conheça as formas de relevo que ocorrem ao longo do território brasileiro.
Relevo e sociedade
Como os elementos estruturais da natureza condicionam a nossa vivência? Compreenda a dinâmica existente entre relevo e sociedade!
Rotação da Terra
Entenda como funciona a rotação terrestre e compreenda a importância e as causas desse movimento.
video icon
Professora ao lado do texto"Verbos irregulares".
Português
Verbos irregulares
Sabendo que o estudo de verbos não é uma tarefa fácil, nesta videoaula esclareceremos as formas de flexão dos verbos irregulares, ou seja, aqueles que, ao serem conjugados, apresentam alteração em seu radical ou em sua terminação. Não deixe de assistir!