Terremotos

Os terremotos quase sempre estão associados a uma acomodação dos blocos rochosos localizados abaixo da superfície terrestre.

Os terremotos – também conhecidos como abalos sísmicos – são tremores que se manifestam na crosta terrestre, a mais externa das camadas da Terra. Sob o ponto de vista técnico, os terremotos são uma liberação de energia acumulada abaixo dos solos, liberação essa que provoca uma acomodação dos blocos rochosos, dando origem aos tremores.

Em termos de intensidade, os terremotos são medidos em um índice chamado de Escala Richter, que vai de 1, para os mais fracos, a 10, para os mais fortes. No entanto, nunca houve registros de um terremoto que conseguisse alcançar o índice máximo. O abalo sísmico mais forte já catalogado ocorreu no Chile, em maio de 1960, e atingiu 9,5 graus na Escala Richter.

O que causa os terremotos?

Existem três principais causas para os tremores na crosta terrestre: o desabamento, o vulcanismo e o tectonismo.

Os tremores provocados pelo desabamento são de menor importância e são causados por alguma acomodação interna, provocada pela ruptura ou deslizamento de blocos rochosos internos, geralmente sedimentares, que são tipos de rochas, em geral, menos resistentes. A intensidade desses abalos costuma ser pequena.

Já os tremores provocados pelo vulcanismo podem ser um pouco mais fortes, mas são localizados em áreas próximas a vulcões. Eles ocorrem por alguma ruptura ou erupção interna do magma ou de gases retidos sob grande pressão. Os seus efeitos não costumam ser sentidos a longas distâncias.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O tectonismo, por sua vez, pode ser considerado o principal “vilão” responsável pelos terremotos. Como sabemos, a crosta terrestre não é uma camada única, mas constituída por inúmeros blocos, chamados de placas tectônicas. Muitas dessas placas estão em constante colisão, assumindo direções opostas. É nessa zona de contato que ocorre a maior parte dos terremotos do mundo.

Além disso, quando a força do contato entre essas placas é mais forte do que a resistência das rochas, elas rompem-se, formando as chamadas falhas geológicas, que também são mais comuns nas zonas de contato entre duas placas, mas também podem se manifestar, com menor frequência, em áreas mais estáveis. Quando essas falhas provocam a reacomodação dos blocos rochosos, ocorrem os terremotos. A maior falha do mundo encontra-se nos Estados Unidos: a falha de San Andreas.

Esquema ilustrativo de uma falha geológica
Esquema ilustrativo de uma falha geológica

O ponto abaixo da Terra onde ocorre o terremoto é chamado de hipocentro, e a zona central na superfície onde ele se manifesta é chamada de epicentro.

Construção destruída por um terremoto na Turquia
Construção destruída por um terremoto na Turquia
Publicado por: Rodolfo F. Alves Pena
Assuntos relacionados
Distribuição das placas tectônicas da Terra
Placas Tectônicas
Você sabe o que são placas tectônicas e por que elas movimentam-se? Clique e fique por dentro do assunto!
Planície do Pampa, localizada entre Brasil e Argentina
Planícies
Aprenda mais sobre a forma de relevo conhecida como planície, que é encontrada não só em território brasileiro, mas também em todo o mundo. Este texto abordará a definição de planície, os processos que a originaram e suas particularidades. Venha conhecer também a maior planície alagável do mundo.
Placa alertando para o perigo de um tsunami, na Tailândia
Tsunami
Você sabe como se forma um tsunami? Clique aqui e descubra essa e outras informações sobre esse fenômeno!
As ondas são movimentos das águas oceânicas provocados pela ação do vento.
Movimento das águas oceânicas
Como as águas dos oceanos se movem e suas características.
Exploração do granito, em Madrid - Espanha
Uso econômico das rochas
Conheça a importância da utilização das rochas tanto na atualidade quanto ao longo da história.
Imagem da ação do tsunami na Tailândia, em 2004, ocasionado pelo Círculo do Fogo do Pacífico
Círculo de Fogo do Pacífico
O Círculo de Fogo do Pacífico e a manifestação desse evento geológico com as zonas de instabilidade sísmica da Terra.
O Chile é constante alvo da ação dos terremotos
Explicação para os terremotos do Chile
Os terremotos do Chile costumam deixar o caos e a devastação. Entenda por que esse país sofre tanto com esse problema.
Charles Richter, o principal responsável pela escala que recebe o seu nome
Escala Richter
Entenda como funciona a Escala Richter, suas noções básicas e os efeitos de cada nível de magnitude dos terremotos.
As áreas montanhosas são formadas, na maioria dos casos, por agentes endógenos do relevo
Agentes endógenos do relevo
Entenda quais são e como se comportam os principais agentes endógenos do relevo terrestre, responsáveis pela sua transformação e modelagem.
Efeitos de um abalo sísmico de forte intensidade no Nepal
Zonas sísmicas da Terra
Conheça as principais zonas sísmicas da Terra, isto é, as regiões do planeta onde é mais frequente a ocorrência de terremotos.
Os mais fortes terremotos da história ocorreram em áreas de intensa atividade tectônica
Os maiores terremotos da história
Conheça os cinco maiores terremotos da história, conforme os registros oficiais, e onde eles ocorreram.
Os vulcões são formações geológicas que variam em tamanho e nível de atividade
10 curiosidades sobre Vulcões
Clique aqui e veja dez curiosidades sobre vulcões, estruturas geológicas surpreendentes!
O Kilauea, o vulcão mais ativo do mundo, está localizado no Parque Nacional de Vulcões do Havaí
O vulcão mais ativo do mundo
Saiba mais sobre o vulcão mais ativo do mundo e que está em constante erupção desde 1983.
A Serra dos Órgãos, no estado do Rio de Janeiro, é uma formação localizada em um escudo cristalino
Escudos cristalinos
Saiba mais sobre os escudos cristalinos, tipo de estrutura geológica bastante resistente à erosão e ao intemperismo.
Os vulcões expelem material magmático advindo do interior da Terra.
Por que vulcões entram em erupção?
Descubra por que os vulcões entram em erupção. Saiba como vulcões são formados, onde se localizam e como são constituídos. Saiba também os tipos de erupção.
Dano provocado por terremoto em São Francisco, Estados Unidos.
A intensidade dos terremotos e suas conseqüências
A intensidade dos terremotos e suas conseqüências, Como os terremotos são medidos, A variação de escala dos tremores e seus respectivos prejuízos, A quantidade de tremores no mundo.
Os processos erosivos podem causar sérios danos aos solos
Processos erosivos
Compreenda o conceito e as características dos processos erosivos.