Whatsapp icon Whatsapp

Aposto

O aposto é um termo que explica ou especifica outro termo. Ele pode ser explicativo, enumerativo, resumitivo, especificativo, distributivo, comparativo ou de oração.
Palavra “aposto” escrita em fundo branco e acompanhada por lápis
O aposto é um termo acessório da oração que explica outro termo nela.

O aposto é um termo acessório da oração e ajuda a especificar algum elemento contido nela. Algumas orações apresentam termos acessórios, que são aqueles que exercem função secundária, servindo de complemento, ajudando na organização do enunciado e especificando alguns termos. O aposto pode ser classificado de sete formas e não deve ser confundido com o vocativo.

Leia também: Adjunto adnominal — outro termo acessório da oração

Resumo sobre aposto

  • O aposto é um termo acessório da oração, ou seja, não é essencial para o seu entendimento.

  • Serve para especificar ou explicar outro elemento na oração.

  • O núcleo do aposto deve ser formado por substantivo ou pronome substantivo.

  • O aposto pode aparecer antes ou depois do termo que especifica, sendo geralmente separado dele por vírgula ou por dois-pontos.

  • Pode ser classificado de sete formas: explicativo, enumerativo, resumitivo, especificativo, distributivo, comparativo ou aposto de oração.

  • Difere-se do vocativo, que é um elemento usado para chamar o interlocutor.

O que é aposto?

O aposto é um termo acessório da oração, o que significa que não é um termo essencial para o entendimento do enunciado. Porém, o aposto tem a função de acrescentar, explicar ou comentar outro termo no enunciado. Veja:

“Meu psicólogo, profissional atencioso, fez comentários pontuais para mim.”

A oração “Meu psicólogo fez comentários pontuais para mim.” é intercalada por uma expressão: “profissional atencioso”. Essa expressão caracteriza o substantivo “psicólogo”, mas está isolada do restante da oração por vírgulas, sendo um aposto. Já nesta outra oração, o aposto está separado por dois-pontos:

“Recebi conselhos de um excelente psicólogo: aquele da vizinha da sua irmã.”

Atenção! Apesar de caracterizar outro termo na oração, o núcleo do aposto só pode ser formado por substantivos ou pronomes substantivos. Caso haja apenas adjetivos, trata-se de predicativo do sujeito ou do objeto. Veja a diferença:

  • Aposto (núcleo formado por substantivo): “Meu psicólogo, profissional atencioso, fez comentários pontuais para mim.”

  • Aposto (núcleo formado por pronome substantivo): “Recebi conselhos de um excelente psicólogo: aquele da vizinha da sua irmã.”

  • Predicativo do sujeito (núcleo formado por adjetivo): “Meu psicólogo, sempre atencioso, fez comentários pontuais para mim.”

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Posição do aposto na oração

Em muitos casos, o aposto pode aparecer antes ou depois do termo que especifica, mas deve ser isolado dele por sinais de pontuação, como vírgula ou dois-pontos. Observe:

“Meus fones de ouvido, acessórios essenciais, já estão começando a falhar.”

Acessórios essenciais, meus fones de ouvido já estão começando a falhar.”

O aposto “acessórios essenciais”, no caso do primeiro e do segundo enunciados, pode aparecer tanto antes quanto depois do termo que especifica. Ali o aposto se relaciona com o sujeito da oração: “meus fones de ouvido”.

Porém, o aposto também pode ocorrer especificando um termo que esteja no predicado da oração. Leia a seguir:

“Vimos muitos pontos turísticos: o Pelourinho, o elevador Lacerda, o farol da Barra...

Nesse caso, o aposto caracteriza um termo que faz parte do predicado da oração: o objeto direto “pontos turísticos”. Além disso, esse também é um exemplo de aposto separado por dois-pontos.

Leia também: Sujeito e predicado — quais as diferenças?

Quais são os tipos de aposto?

Há sete tipos de aposto, dependendo da maneira como organizam a informação que agregam ao elemento: explicativo, enumerativo, resumitivo, especificativo, distributivo, comparativo ou aposto de oração.

  • Aposto explicativo

Explica um termo no enunciado. Observe:

Marta, jogadora de futebol, conquistou muitos prêmios.”

“Eu terminei a lição, aquela de Matemática, muito rápido!”

  • Aposto enumerativo

Traz uma enumeração a respeito de um termo. Veja:

“Aqui, vendemos de tudo: alimentos, roupas, brinquedos...”

“As categorias são várias: drama, suspense, comédia e romance.”

  • Aposto resumitivo

Termo que resume todo o conteúdo abarcado até então. Veja:

“O casal gostava de sair para comer, para dançar, para se exercitar, para tudo.”

Vôlei, basquete, handebol, todos me entretêm.”

  • Aposto especificativo

Termo que especifica outro na oração, identificando-o. É um tipo de aposto que não se separa do termo especificado por nenhum sinal de pontuação. Observe:

“A aluna Nívea deve comparecer à diretoria imediatamente.”

“A rua Augusta fica perto da avenida Paulista.”

  • Aposto distributivo

Termos que explicam outros termos na oração de maneira separada no enunciado, distribuída. Veja:

“Os dois se entreolharam, ele e ela.”

Ambos foram premiados: o cantor e a instrumentista.

  • Aposto comparativo

É um termo que acrescenta ou reforça uma informação por meio de uma comparação. Observe:

“Meu cantor favorito, deus da música, marcou um show aqui na cidade!”

“O novo carro dela, uma verdadeira espaçonave, é gigante!”

  • Aposto de oração

É um termo que resume o conteúdo de toda uma oração. Veja:

Havia vários pratos na pia, sinal de que você recebeu visitas.”

Não poderemos viajar neste ano, o que me faz tentar economizar mais.”

Aposto x vocativo

O aposto explica ou especifica outro termo na oração. O vocativo, por sua vez, é um termo usado para chamar o interlocutor, dirigindo-se a ele.

Veja a diferença a seguir.

  • Aposto: “Rita, a gerente daqui, conhece bem cada etapa do processo.”

  • Vocativo: “Eu não sei, Rita, se eu conseguirei chegar a tempo para a reunião.”

Publicado por Guilherme Viana
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

Adjunto adnominal
Aprenda o que é adjunto adnominal e entenda sua função no enunciado. Descubra como identificá-lo e a quais classes gramaticais ele pode pertencer.
Aposto e vocativo
Entenda o que é aposto e vocativo. Descubra qual a diferença entre eles. Saiba quais sãos os tipos de aposto. Confira exercícios resolvidos sobre o tema.
O uso da vírgula no vocativo
O uso da vírgula no vocativo representa um fato linguístico que merece ser estudado com mais atenção. Confira aqui alguns detalhes!
Objeto direto
Aprenda o que é objeto direto e entenda a sua função como termo integrante da oração.
Predicativo e Aposto Explicativo
Amplie ainda mais seus conhecimentos linguísticos, conferindo as diferenças que demarcam o predicativo e o aposto explicativo!
Sujeito simples
Aprenda mais sobre sujeito simples, entendendo quando o sujeito da oração pode ser classificado dessa forma. Entenda a diferença entre sujeito simples e composto.
video icon
"Matemática do Zero | Classificação de triângulos" escrito sobre fundo azul
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Classificação de triângulos
Nessa aula veremos que um triângulo pode ser classificado quanto às medidas dos lados (isósceles, equilátero e escaleno) e quanto às medidas dos ângulos (acutângulo, retângulo e obtusângulo).