Sujeito e Predicado

Sujeito é o ser de quem se informa algo.



Predicado é a informação propriamente dita projetada sobre o sujeito.


Tipos de Sujeito:

- Sujeito determinado: quando se reconhece a existência do sujeito e o identifica na oração.

Ex.: “A Lua de Londres roubou meu noivo”.


O sujeito determinado pode ser subclassificado em:

Sujeito determinado simples: há apenas um núcleo.

Ex.: A manhã levantou-se nublada.

Sujeito determinado composto: há mais de um núcleo.

Ex.: Pedro e Paulo foram ao mercado.

- Sujeito indeterminado: quando existe um elemento ao qual o predicado se refere, mas não é possível (ou não se quer) identificá-lo.

Ex: ( ? )      Falavam sobre você na reunião.
     sujeito                       predicado


- Sujeito inexistente: quando a informação transmitida pelo predicado não se refere a sujeito algum, temos a oração sem sujeito, essa ocorre com verbos impessoais.

Ex: Choveu durante todo o dia.


Os verbos impessoais mais comuns são:

- haver: no sentido de existir, acontecer e quando indicam tempo passado.

Ex.: Houve poucos acidentes durante o terremoto.

- fazer: quando indicam tempo passado ou fenômeno da natureza.

Ex.: Faz dez dias que não te vejo.

- ser: quando indicam tempo e distância.

Ex.: É dia.

- todos os verbos que indicam fenômenos da natureza (chover, ventar, anoitecer, amanhecer, relampejar, trovejar, nevar, etc.)

Ex.: Trovejou durante a madrugada. 
        Nevou durante todo o dia.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Publicado por: Marina Cabral
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Lista de Exercícios

Questão 1

Qual é a única frase que possui um verbo de ligação?

a) Pedro trabalhava muito todos os dias.

b) Aquele carro é caro.

c) Ela quis viajar logo.

d) João e Marcos torcem para o mesmo time.

e) A professora insistiu no silêncio.

Questão 2

Qual alternativa possui uma oração sem sujeito?

I- Tínhamos as mesmas aspirações.

II – João está calado.

III – Viajei a fim de reencontrá-lo.

VI – Está bastante frio em São Paulo.

Mais Questões
Assuntos relacionados
Sujeito
Entenda o que é o sujeito. Saiba como ele pode ser identificado. Descubra quais são os tipos de sujeito de uma oração.
Compreender a diferença entre classe e função é primordial no estudo da análise sintática e morfológica
Classe e Função
Conhecer a diferença que existe entre classe e função é ponto fundamental para compreender as análises sintática e morfológica. Confira algumas dicas aqui!
O sintagma nominal tem como núcleo um nome ou um pronome; e o sintagma verbal tem como núcleo um verbo
Sintagma Nominal e Sintagma Verbal
Por meio do sintagma nominal e do sintagma verbal identificamos melhor os elementos estruturais de uma oração. Conheça aqui traços que demarcam tais sintagmas.
O sujeito pode preceder, suceder ou aparecer no interior do predicado
Posições dos sujeitos nas orações
Leia este artigo e tire suas dúvidas sobre as posições em que o sujeito pode aparecer nas orações, isto é, ordem direta, inversa e no interior do predicado.
Ao analisarmos o núcleo do predicado, definimos se ele é verbal, nominal ou verbo-nominal
Classificação do predicado
Analisando os elementos da oração: Clique e conheça a classificação do predicado.
A oração sem sujeito é aquela que apresenta verbos impessoais, os quais não se referem a uma pessoa do discurso
Oração sem sujeito
Neste artigo refletimos a respeito da oração sem sujeito e dos verbos impessoais que dispensam a existência de sujeito do discurso.
Adjunto Adnominal e Complemento Nominal
Conceitos e exemplos.
Aposto e vocativo
Entenda o que é aposto e vocativo. Descubra qual a diferença entre eles. Saiba quais sãos os tipos de aposto. Confira exercícios resolvidos sobre o tema.
O agente da passiva é quem executa a ação verbal, estando o verbo na voz passiva
Agente da passiva
O agente da passiva é quem executa a ação verbal, estando o verbo na voz passiva. Obtenha mais informações acerca desse termo clicando aqui!
O objeto direto, ainda que deslocado, não pode ser demarcado pelo uso da vírgula, a não ser em casos especiais
A vírgula e o Objeto Direto
Você já se sentiu questionado (a) acerca do uso da vírgula e o objeto direto? Não deixe de conferir sobre algumas dicas importantíssimas!
O objeto direto interno se perfaz de particularidades linguísticas distintas
Objeto direto interno: particularidades linguísticas
Objeto direto interno. Por que tal denominação? Descubra aqui acerca das particularidades linguísticas que o norteiam!