Whatsapp icon Whatsapp

Federico García Lorca

Federico García Lorca foi um escritor espanhol do século XX, conhecido até hoje por seus poemas e peças de teatro.
Federico García Lorca em Granada, 1932.
Federico García Lorca em Granada, 1932.

Federico García Lorca foi um conhecidíssimo escritor espanhol, famoso por seus poemas e peças teatrais. Ele nasceu em 1898, na Espanha, e cursou Filosofia e Letras. Aos 20 anos, publicou o primeiro de seus livros e teria uma vida cheia de outros escritos, participando da Geração de 27, que incluía artistas vanguardistas do país. Seu estilo tinha muita influência surrealista, da cultura popular espanhola e das vanguardas europeias.

Famoso até os dias atuais, é tido pelo jornal El País como o escritor espanhol mais traduzido do mundo. O autor foi assassinado em 1936 por fascistas espanhóis durante a Guerra Civil Espanhola (1936-1939).

Leia também: Pablo Neruda — poeta chileno ganhador do Nobel de Literatura

Resumo sobre Federico García Lorca

  • Federico García Lorca nasceu em 1898, na Espanha.
  • Cursou Filosofia e Letras.
  • Publicou seu primeiro livro com apenas 20 anos e ficou conhecido pelos poemas e peças de teatro.
  • Seu estilo de escrita era vanguardista, surrealista, com desprezo pelo modo de vida estadunidense e grande proximidade com a cultura popular espanhola.
  • Morou em La Residencia de Estudiantes, um polo intelectual da época em Madri.
  • Era amigo próximo de grandes artistas, como Salvador Dalí.
  • Participou da Geração de 27, que incluía diversos artistas vanguardistas espanhóis.
  • Criou o grupo de teatro La Barraca, que levava teatro a regiões menos culturalmente acessadas da Espanha.
  • Foi assassinado em 1936 por fascistas espanhóis.

Biografia de Federico García Lorca

Federico García Lorca nasceu em 1898 em Fuente Vaqueros, uma província rural de Granada, na Espanha. Filho de um fazendeiro (Federico García Rodriguez) e de uma professora (Vicenta Lorca), aprendeu a ler e escrever muito cedo, e sua família incentivou seus interesses pela literatura e pela música.

Onze anos depois, sua família se mudou, e ele continuou sua educação: cursou a escola secundária Colégio Sagrado Coração e, em 1914, ingressou na universidade para estudar Direito, mas trocou para Filosofia e Letras. Foi na adolescência que ele continuou desenvolvendo seus dons com a música ao estudar piano. Em 1918, com apenas 20 anos, publicou seu primeiro livro por intermédio de um patrocínio do pai, Impressões e paisagens, sobre a região de Castela. Essa obra fez com que ficasse conhecido de pronto e teve uma boa recepção da crítica.

Em 1919, mudou-se para Madri e morou em La Residencia de Estudiantes, um polo cultural que reunia diversos intelectuais. Lá, conheceu, entre outros, Luis Buñuel e Salvador Dalí, que se tornaram grandes amigos e influências em suas obras.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Os dois próximos anos marcaram a produção e publicação de livros de poesia e peças teatrais, como O malefício da mariposa, que não teve uma aceitação tão positiva. Todavia, suas próximas obras poéticas o consagraram: Canções giganas, de 1927, marcou seu reconhecimento como poeta, e Romanceiro gitano (1928) é considerada sua maior obra de poesia.

Participou da conhecida Geração de 27, que incluiu artistas e intelectuais espanhóis vanguardistas, ou seja, que valorizavam a inovação. Muitos eram influenciados pelo surrealismo e demonstravam a realidade sócio-histórica em suas obras.

Entre 1929 e 1930, viveu como estudante da Universidade de Columbia, em Nova Iorque. Retornou ao seu país nesse mesmo ano, já que a ditadura comandada por Miguel Primo de Rivera estava encerrada após 60 anos (1870-1930). Logo depois, a nova democracia permitiu a criação do grupo de teatro La Barraca, que buscava levar essa arte a regiões com menos acesso a atividades culturais.

Membros do grupo de teatro La Barraca, dirigido por Eduardo Ugarte e Federico García Lorca.
Membros do grupo de teatro La Barraca, dirigido por Eduardo Ugarte e Federico García Lorca.

Contudo, em 1936, o autor foi assassinado por fascistas na Guerra Civil Espanhola (1936-1939), e não se sabe a localização de seu corpo até os dias de hoje. Sua sobrinha Laura García Lorca de los Ríos comenta que o crime pode ter sido motivado pelo fato de que Lorca era homossexual, e o tema aparecia em suas obras, além de representar diversas minorias, como judeus, negros e ciganos.

Leia também: Oscar Wilde — autor irlandês consagrado pela obra O retrato de Dorian Gray

Características literárias de Federico García Lorca

  • Vanguarda na forma e no conteúdo.
  • Temática social, muito ligada às crenças e modos do povo espanhol.
  • Influência surrealista.
  • Desprezo pelo modo de vida estadunidense.
  • Influência da mitologia e do folclore.
  • Críticas sociais, como ironia o machismo.
  • Intenso uso de metáforas.
  • Morte como tema recorrente, e a lua como seu símbolo.
  • Representação de amores impossíveis.
  • Homoerotismo.
  • Representação da música e da dança.

Obras de Federico García Lorca

Poemas

  • Livro de poemas — 1921
  • Ode a Salvador Dalí — 1926
  • Canciones (1921-1924) — 1927
  • Romanceiro gitano — 1928
  • Poema do cante jondo — 1931
  • Ode a Walt Whitman — 1933
  • Canto a Ignacio Sánchez Mejías — 1935
  • Seis poemas galegos — 1935
  • Primeiras canções — 1936
  • Sonetos do amor obscuro — 1936
  • Poeta em Nova York — 1940
  • Divã do Tamarit — 1940

⇒ Teatro

  • O malefício da mariposa — 1918
  • Mariana Pineda — 1925
  • Amores de Dom Perlimplim e Belisa em seu jardim — 1926
  • Dona Rosinha, a solteira — 1927
  • Quimera — 1930
  • A sapateira prodigiosa — 1930
  • Assim que passarem cinco anos: lenda do tempo — 1931
  • Pequeno retábulo de Dom Cristóvão — 1931
  • Retábulo de Dom Cristóvão e D. Rosita — 1931
  • Bodas de sangue — 1933
  • O público — 1933
  • Yerma — 1934
  • A casa de Bernarda Alba — 1936

⇒ Prosa

  • Impressões e paisagens — 1918
  • Desenhos — 1949
  • Cartas aos amigos — 1950

Análise de Bodas de sangue

Encenação da peça Bodas de sangue em Barcelona, em 1935.
Encenação da peça Bodas de sangue em Barcelona, em 1935.

Bodas de sangue (1933) é uma das peças mais famosas de García Lorca e faz parte da trilogia que contempla Yerma (1934) e A casa de Bernarda Alba (1936). A obra conta a história de um casal de noivos: ele é infeliz ao conviver com a mãe, inconsolável pela perda do marido e de outro filho, assassinados. Ao mesmo tempo, a noiva vive com o pai.

Após um namoro de três anos, os responsáveis concordam com a união, apesar de também estarem interessados em unir suas terras. Contudo, no dia do casamento, o ex-noivo da noiva, Leonardo, aparece. Mesmo sendo marido de sua prima, reconquista-a, e os dois fogem, ainda que a noiva questione a decisão. Uma perseguição acaba na morte dos dois homens.

O enredo, inspirado em acontecimentos reais de 1928, mostra a dramaticidade e a tragédia características da cultura espanhola. Ademais, possui elementos de tragédias gregas (como o coro, que representa a voz do povo), de formas populares e do folclore da região de Andaluzia.

Os temas principais são a iminência da morte, a força da paixão e as frustrações em diversos aspectos (amorosos, sociais e familiares). Alguns elementos do surrealismo presentes na narrativa são os questionamentos sobre a natureza humana e questões morais e políticas.

O conservadorismo da sociedade é representado em diversos elementos, como a visão dos elegíveis para o casório (um homem com honra e posses e uma mulher submissa e obediente) e o destino fatídico daqueles que vão contra a ordem social.

Leia também: Julio Cortázar — um dos mais importantes autores latino-americanos

Curiosidades sobre Federico García Lorca

  • O autor preocupava-se muito com o visual de suas peças e chegava a descrever até as cores que o cenário deveria ter em seus roteiros.
  • Mesmo quase 90 anos após sua morte, seu corpo ainda não foi localizado.
  • Também participou como ator de algumas apresentações do grupo La Barraca.
  • Conviveu com grandes personalidades da arte, principalmente com o diretor e roteirista Luis Buñuel e com o pintor surrealista Salvador Dalí.
  • A primeira tradução de uma obra sua pode ter sido para o chinês por um poeta que passava por Madri.
Publicado por Luiza Pezzotti Pugles

Artigos Relacionados

Gabriel García Márquez
Saiba quem foi Gabriel García Márquez, importante autor latino-americano. Leia detalhes de sua biografia, descubra suas principais obras e veja frases do autor.
Julio Cortázar
Conheça a vida, a obra e frases marcantes de Julio Cortázar, escritor argentino que revolucionou o jeito de narrar na América Latina.
Oscar Wilde
Descubra quem foi o escritor irlandês Oscar Wilde e quais são as principais características de suas obras.
Simone de Beauvoir
Clique aqui, conheça a romancista francesa Simone de Beauvoir e saiba quais são as principais características de suas obras.
Surrealismo
Sonhos, delírios, loucura, objetos desconexos e fora de lugar: saiba tudo sobre o Surrealismo, escola de grandes nomes da arte, como Salvador Dalí e René Magritte.
Vanguardas europeias
Entenda o que foram as vanguardas europeias. Veja quais foram os movimentos de vanguarda e quais as suas principais características.
video icon
Texto"Matemática do Zero | Soma dos ângulos externos de um polígono convexo" em fundo azul.
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Soma dos ângulos externos de um polígono convexo
Nessa aula demonstrarei a fórmula da soma dos ângulos externos de um polígono convexo qualquer e como encontrar a medida de cada ângulo externo.