Força das bases

A força das bases é a classificação que indica a capacidade de dissociação (liberação de íons) dessas substâncias em água.

Determinar a força das bases é informar a capacidade que elas apresentam de sofrer dissociação quando adicionadas à água. De forma geral, quando uma base é misturada com a água, ela libera um cátion qualquer e o ânion hidróxido (OH-), como podemos observar na equação de dissociação a seguir:

Equação que representa a dissociação de uma base
Equação que representa a dissociação de uma base

A quantidade de íons (cátion e ânion) que uma base libera depende da sua força, ou seja, existem bases que liberam muitos íons (bases fortes) e outras que liberam poucos íons (bases fracas).

Para reconhecer e classificar a força (forte ou fraca) das bases, podemos utilizar um dos três critérios a seguir:

  • Nome (hidróxido + de + nome do elemento)

  • Fórmula química

  • Grau de dissociação (α)

1- Classificação com base no nome ou fórmula química

a) Base forte

Uma base é forte quando sofre dissociação (liberação de cátions e ânion) facilmente. Para reconhecer essa característica, basta analisar o grupo Y que acompanha o hidróxido (OH) na fórmula química ou no nome da base.

Em uma base inorgânica, o Y pode ser um metal qualquer ou o amônio (NH4)
Em uma base inorgânica, o Y pode ser um metal qualquer ou o amônio (NH4)

Se o Y da base for um metal alcalino ou metal alcalinoterroso (com exceção dos elementos berílio e magnésio), ela será forte. Veja a lista dos elementos que formam bases fortes:

b) Base fraca

Uma base é fraca quando dificilmente sofre dissociação. Para reconhecer essa característica, basta averiguar se a base não apresenta os elementos pertencentes às famílias IA e IIA, que foram descritos acima.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

2- Grau de dissociação (α) das bases

O grau de dissociação (α) é outra forma de determinar a força de uma base. Ele indica a porcentagem de íons que foram liberados a partir de uma base quando ela sofre dissociação em água.

A expressão matemática utilizada para determinar o grau de dissociação é:

Sempre após realizar a divisão entre o número de íons-fórmula dissociados e o número de íons-fórmula total, devemos multiplicar o resultado por 100 para determinar a porcentagem da dissociação. Por meio da porcentagem, podemos determinar a força da base com os seguintes parâmetros:

  • Base forte

Quando o grau de dissociação for superior a 5 %.

α > 5%

  • Base fraca

Quando o grau de dissociação for igual ou inferior a 5 %.

α ≤ 5%

Exemplos de determinação da força de bases

Exemplo 1: Hidróxido de prata

Nessa base, temos a presença do elemento químico prata, o qual pertence à família IB da Tabela Periódica. Como ele não pertence às famílias IA e IIA, logo, forma uma base fraca.

Exemplo 2: Sr(OH)2

Nessa base, temos a presença do elemento estrôncio (Sr), o qual pertence à família IIA (metais alcalinoterrosos), por isso, trata-se de uma base forte.

Exemplo 3: Se forem adicionados à água 60 íons-fórmula de uma base YOH e apenas 25 deles se dissociarem, qual será sua classificação em relação à força?

Para determinar a força da base, temos que calcular o seu grau de dissociação (α) por meio do número de íons-fórmula dissociados (25) e o número de íons-fórmula total (60) da base na expressão abaixo:

α = número de íons-fórmula dissociados
    número de íons-fórmula total

α = 25
      60

α = 0,41 ou 41,6% (quando multiplicamos por 100)

Como o α da base é maior que 5%, logo, trata-se de uma base forte.

Exemplos de bases fortes (esquerda) e fracas (direita)
Exemplos de bases fortes (esquerda) e fracas (direita)
Publicado por: Diogo Lopes Dias
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Lista de Exercícios

Questão 1

(FATEC-SP) Leia atentamente a seguinte notícia publicada em jornal:

Alunos tomam soda cáustica durante aula e passam mal. Dezesseis alunos de uma escola particular de Sorocaba, interior de São Paulo, foram internados após tomar soda cáustica durante uma aula de química. Os alunos participavam de um exercício chamado “teste do sabor”: já haviam provado limão, vinagre e leite de magnésia e insistiram em provar a soda cáustica, produto utilizado na limpeza doméstica. Em pouco tempo, os alunos já começaram a sentir os primeiros sintomas: ardência na língua e no estômago, e foram encaminhados ao Hospital Modelo da cidade. (Adaptado do Diário do Grande ABC OnLine, 19/09/2005.)

Sobre essa notícia, foram feitas as seguintes afirmações:

I- Os produtos ingeridos pelos alunos (limão, vinagre, leite de magnésia e soda cáustica) são todos ácidos e, por isso, corrosivos;

II- Tanto o leite de magnésia como a soda cáustica são compostos alcalinos;

III- A soda cáustica (NaOH) é uma base forte; o leite de magnésia (suspensão de Mg(OH)2) é uma base fraca. Isso ajuda a entender por que o leite de magnésia pode ser ingerido, mas a soda cáustica, não.

Dessas afirmações,

a) apenas I é correta.

b) apenas II é correta.

c) apenas III é correta.

d) II e III são corretas.

e) I e III são corretas.

Questão 2

Dadas as bases inorgânicas a seguir, indique quais podem ser consideradas fortes:

I. RbOH

II. Ba(OH) 2

III. CsOH

IV. Fe(OH)3

V. Ti(OH)2

VI. AgOH

a) V e VI

b) IV e VI

c) II, III e IV

d) II, IV e V

e) I, II e III

Mais Questões
Assuntos relacionados
O cloreto de sódio é um sal que apresenta caráter neutro
Caráter dos sais
Clique e aprenda a determinar o caráter dos sais, ou seja, se eles são básicos, ácidos ou neutros, por meio de uma explicação detalhada e exemplos!
Exemplos de fórmulas de algumas bases
Fórmulas das bases
Clique e conheça como são construídas e o que representa cada um dos componentes presentes na fórmula de uma base de Arrhenius.
Hidróxido de sódio é o nome da base utilizada na fabricação de sabões em barra
Nomenclatura das bases
Conheça todas as particularidades da regra de nomenclatura das bases e aprenda a utilizá-la com exemplos práticos.
As bases são um exemplo de substâncias formadas na reação com óxidos duplos
Reações com óxidos duplos
Entenda as reações com óxido duplo e aprenda como ocorre e quais são os produtos desse tipo de reação química.
O hidróxido (OH) é o ânion liberado em toda dissociação de bases
Dissociação das bases
Entenda a dissociação das bases, fenômeno físico que ocorre com essas substâncias quando submetidas à dissolução ou à fusão. Esse processo está diretamente relacionado com a capacidade de liberar íons (cátions e ânions) no meio. Nesse caso, o ânion sempre será o mesmo, ou seja, o hidróxido. Clique e saiba mais!
Etapas da ionização
Dissociação e Ionização
Svant August Arrhenius, dissociação iônica, ionização, condutividade elétrica, compostos iônicos, soluções aquosas, sal de cozinha, soda cáustica, corrente elétrica, dissociação iônica.
Bases
Conheça quais são as principais bases e como elas são classificadas. Aprenda como nomeiam-se os compostos alcalinos e quais são suas aplicações mais comuns.
Flor de Hibisco: indicador ácido-base
Características e nomenclatura das Bases
Bases, dissociação iônica, hidróxido de sódio, hidróxido de cálcio, hidróxido de alumínio, íons, cátion, ânion, hidróxido de ferro, hidróxido de cobre, sabor adstringente.
A soda cáustica é uma base (hidróxido de sódio) usada na fabricação de sabões
Bases no cotidiano
Conheça algumas das principais aplicações e origens das bases usadas no cotidiano.
Classificação das Bases
Como a solubilidade se relaciona com o grau de dissociação de bases.
O sal, como todo composto iônico, apresenta-se na forma de um retículo cristalino
Características e Propriedades dos Compostos Iônicos
A forte ligação de natureza elétrica entre os íons dos compostos iônicos produz aglomerados com formas geométricas bem definidas, que são responsáveis por suas propriedades.
Arrhenius realizou experimentos sobre ionização e dissociação iônica
Conceito de ácido, base e sal pela teoria de Arrhenius
Segundo o conceito de Arrhenius, em solução aquosa os ácidos produzem como cátion somente o hidrogênio, as bases produzem como ânion somente a hidroxila e os sais geram íons diferentes destes.
São quatro as funções inorgânicas principais: ácidos, bases, sais e óxidos
Funções Inorgânicas
Conheça o conceito de funções inorgânicas, o que diferencia ácidos, bases, sais e óxidos e o que é a Teoria da Dissociação Iônica de Arrhenius.
Representação dos íons de algumas bases dissociadas
Equações de dissociação das bases
Aprenda a interpretar e a construir equações de dissociação de bases!