Whatsapp icon Whatsapp

Tipos de solo

O solo é um recurso renovável que sustenta a maior parte das atividades humanas. Ele é tipificado mediante a classificação de suas características pedogênicas.
Vista aproximada de uma pessoa verificando a qualidade do solo com as mãos.
O solo é um importante recurso para as sociedades humanas.

A diferenciação dos tipos de solo é uma forma de classificá-los de acordo com suas características físicas, como cor, textura e porosidade. Sendo um recurso natural renovável formado por meio do processo de intemperismo das rochas, o solo é o principal substrato para o desenvolvimento das atividades humanas.

Os principais tipos de solo são os argilosos, os arenosos, os humosos e os calcários. Eles apresentam diferenças significativas em termos estruturais e também de fertilidade. O território brasileiro possui uma rica diversidade de solos, com destaque para solos muito férteis, como o solo de massapê e o solo de terra roxa.

Veja também: Quais são as classificações do solo?

O que é solo?

O solo é um recurso natural renovável formado pela desagregação das rochas e dos minerais, especialmente por meio do processo de intemperismo. O solo oferece o substrato necessário para o desenvolvimento das atividades produtivas humanas. A formação dos solos envolve diversos agentes geográficos, como clima, relevo, hidrografia e vegetação, além da influência antrópica.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quais são os tipos de solo?

A tipologia dos solos é realizada conforme as características pedogênicas deles. Por meio dessa tipologia, os solos são identificados, por meio de nomenclatura e definição. São variáveis importantes para a tipologia dos solos a cor, a textura, a porosidade, dentre outros aspectos, além da influência de elementos naturais, como a água e a matéria orgânica. Os tipos de solos mais comuns são:

  • Solos argilosos: possuem uma grande quantidade de água na sua composição, sendo típicos de regiões bastante úmidas. Esses solos geralmente possuem uma textura fina. A argila é um dos sedimentos mais importantes na formação desse tipo de solo.

  • Solos arenosos: são bastante permeáveis, porosos e areados, apresentando muita areia na sua composição. Eles são típicos de regiões quentes e secas. Esses solos são altamente vulneráveis ao fenômeno da erosão e apresentam baixa fertilidade em razão da pequena quantidade de matéria orgânica.

  • Solos humosos: apresentam uma coloração muito escura por causa do alto teor de matéria orgânica, sendo extremamente férteis. Esse tipo de solo é típico de climas mais úmidos e com quantidade adequada de chuvas.

  • Solos calcários: têm uma grande quantidade de fragmentos de rochas na sua composição, ou seja, não passaram amplamente pelo processo de intemperismo. Esse tipo de solo é típico de zonas áridas e semiáridas, com pouca ocorrência de chuvas. Eles apresentam baixa fertilidade.

Leia também: Quais são os tipos de rocha?

Tipos de solo no Brasil

Os solos presentes no Brasil apresentam grande diversidade, em razão da ampla extensão territorial do país, atrelada às diferenças de clima, relevo e vegetação. Portanto, são solos que possuem características distintas, com certo predomínio de solos dos tipos argilosos e arenosos, além de formações pedogênicas bastante específicas e com distribuição geográfica pontual. São eles:

  • Solo de massapê: presente no litoral nordestino, apresenta um alto teor de matéria orgânica e um elevado índice de fertilidade. Portanto, é amplamente utilizado para o desenvolvimento de atividades agropecuárias, com destaque para as plantações de cana-de-açúcar.

  • Solo de terra roxa: presente especialmente no interior dos estados de São Paulo e Paraná, é um tipo de solo formado por meio do intemperismo em rochas basálticas. Ele apresenta elevado teor de fertilidade. A terra roxa é muito utilizada para cultivos agrícolas, como o café.

  • Solos aluviais: encontrados em várias partes do país, são formados especialmente por meio de sedimentos provenientes de fontes de água. Logo, são comumente encontrados nas margens de rios e lagos, sendo por isso um tipo de solo muito úmido, ou seja, com grande quantidade de água na sua composição. Esses solos são indicados para cultivo de alimentos como o arroz.

  • Solos salmorão: típicos da porção sul do território brasileiro, são formados predominantemente por fragmentos de rochas, apresentando assim uma textura granulosa. Esse tipo de solo apresenta baixa fertilidade. Porém, pode ser utilizado para atividades agrícolas quando adubado.

Videoaula sobre solos

Publicado por Mateus Campos

Artigos Relacionados

Classificação dos solos
Conheça os principais tipos de classificação dos solos.
Cultivo e conservação do solo
Conheça as técnicas agrícolas de cultivo e saiba qual delas colabora melhor para a conservação dos solos.
Formação dos solos
Descubra aqui como ocorre a formação dos solos e como se estrutura esse importante meio de vida e recurso natural.
Intemperismo
Clique aqui e saiba quais são os tipos de intemperismo. Descubra quais são os agentes que atuam sobre ele, e entenda a diferença entre intemperismo e erosão.
Lixiviação
Saiba quais são as principais características da lixiviação. Entenda as principais causas e consequências desse processo para o solo e o ambiente natural.
Solo
Clique e veja detalhes do processo de formação e composição dos solos. Entenda a composição dos solos, como evoluem e quais os tipos mais comuns no Brasil.
video icon
Texto"Matemática do Zero | Teorema de Tales" em fundo azul.
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Teorema de Tales
Nessa aula veremos o que é o Teorema de Tales e como resolver exercícios que envolvam esse teorema.