Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Gramática
  3. Classe de palavras
  4. Verbo
  5. Verbos pronominais – traços peculiares

Verbos pronominais – traços peculiares

Os verbos pronominais são assim chamados pois requerem o uso do pronome oblíquo, como é o caso dos verbos “arrepender-se” e “queixar-se”.

A primeira noção que nos é passada ao compartilharmos dos fatos linguísticos é que são muito complexos – concepção esta que, caso não seja bem trabalhada, pode até mesmo se tornar um estigma e, consequentemente, uma repulsa. O fato é que somos regidos por um sistema convencional, o qual requer de nós competências e habilidades necessárias a uma performance tida como adequada, em se tratando de situações formais de interlocução.

Nesse sentido, faz-se necessário propormo-nos a conhecer todas as peculiaridades que norteiam tal sistema. E, sem nenhuma dúvida, ao assim procedermos, vamos paulatinamente descobrindo que tudo não se trata muitas vezes de uma opinião formada pela maioria das pessoas. Dessa forma, os conhecimentos ora adquiridos já não nos causam tamanha impressão.

Com base em tais elucidações, o artigo em questão tem por finalidade retratar acerca de uma das particularidades inerentes à classe gramatical representada pelos verbos – os denominados verbos pronominais. Estes, por sua vez, assim se caracterizam pelo fato de requererem o uso do pronome oblíquo junto de si, uma vez que representam atitudes próprias do sujeito – praticante da ação verbal. Representando-os, temos o caso dos verbos “arrepender-se”, “queixar-se” e “zangar-se”, sendo caracterizados como essencialmente pronominais. Há também aqueles considerados acidentalmente pronominais, ou seja, podem também se apresentar destituídos do pronome.

Assim sendo, de forma a ampliarmos ainda mais nosso conhecimento no que diz respeito a esta questão, analisemos o modo pelo qual se dá a conjugação de tais verbos, tendo em vista os modos e seus respectivos tempos. Para tanto, elegeremos o verbo queixar, abaixo descrito:

Modo indicativo

 

Modo subjuntivo



Modo imperativo




Por Vânia Duarte
Graduada em Letras

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
São verbos que requerem o uso do pronome oblíquo
São verbos que requerem o uso do pronome oblíquo
Publicado por: Vânia Maria do Nascimento Duarte
Assuntos relacionados
Relação de alguns verbos abundantes
São verbos que, no particípio, admitem duas formas de emprego!
A formação dos tempos derivados do pretérito perfeito do indicativo se encontra relacionada a critérios específicos
Tempos derivados do pretérito perfeito do indicativo
Os tempos derivados do pretérito perfeito do indicativo estão submetidos a pressupostos específicos, preconizados pela gramática normativa. Conheça-os!
Dúvidas verbais fazem parte do cotidiano linguístico de muitos usuários da língua
Dúvidas verbais
Entre os questionamentos oriundos dos fatos linguísticos estão as dúvidas verbais; clique e confira acerca de muitas informações!
Transitividade verbal
A transitividade, intransitividade do verbo e verbo de ligação.
O verbo pedir e suas particularidades semânticas
Acompanhado ou não da preposição? Descubra aqui!
Minúcias relativas às locuções verbais
Confira algumas considerações importantes!
Nas formas rizotônicas o acento tônico recai no radical; e nas arrizotônicas, ele recai nas terminações
Formas Rizotônicas e Arrizotônicas
Nas formas rizotônicas o acento tônico recai no radical; e nas arrizotônicas, nas terminações. Clique e confira mais detalhes!
O verbo desculpar tanto pode se apresentar como transitivo direto, quanto como pronominal
Minúcias do verbo desculpar
O verbo “desculpar” apresenta algumas minúcias: tanto pode ser usado na forma transitiva direta como na forma pronominal. Atenha-se a mais detalhes aqui!
Conjugações verbais? Fique atento (a)!
Conjugações verbais
Conheça neste espaço a importância de se manter atento (a) a algumas conjugações verbais!
Pressupostos específicos demarcam as diferenças entre o infinitivo e o subjuntivo
Diferenças linguísticas entre o infinitivo e o subjuntivo
O infinitivo e o futuro do subjuntivo apresentam algumas semelhanças linguísticas. Clique e confira as diferenças que há entre eles!
O presente do subjuntivo e o imperativo afirmativo e negativo são derivados do presente do indicativo
Tempos derivados do presente do modo indicativo
Sua competência linguística pode se ampliar ainda mais, sabe como? Clicando e conferindo acerca dos tempos derivados do presente do modo indicativo!