Whatsapp icon Whatsapp

Pâncreas

O pâncreas é uma glândula anexa do sistema digestório responsável pela produção de suco pancreático, insulina e glucagon.
O pâncreas é uma glândula mista.
O pâncreas é uma glândula mista.

O pâncreas é uma glândula responsável pela secreção de suco pancreático e também pela produção de dois hormônios: a insulina e o glucagon. O suco pancreático é lançado no intestino delgado, onde participa do processo de digestão de carboidratos, lipídios e proteínas.

Já a insulina e o glucagon são lançados diretamente na corrente sanguínea e atuam no metabolismo da glicose, mantendo-a em níveis ideais no sangue. Por possuir uma porção endócrina e uma porção exócrina, o pâncreas é chamado de glândula mista.

Veja também: Glândula pineal — a glândula endócrina responsável pela produção da melatonina

Resumo sobre o pâncreas

  • O pâncreas é uma glândula mista.

  • Participa do processo de digestão dos alimentos, uma vez que produz o chamado suco pancreático, o qual possui enzimas que atuam na digestão de lipídios, carboidratos e proteínas.

  • Também se relaciona com o metabolismo da glicose, sendo responsável pela produção dos hormônios insulina e glucagon.

  • Problemas na secreção ou ação da insulina levam ao desenvolvimento de uma doença conhecida como diabetes mellitus.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Características do pâncreas

É uma glândula localizada sob o estômago que se destaca por ser a glândula anexa mais volumosa do sistema digestório depois do fígado. Pesa cerca de 100 g e mede cerca de 15 cm em um indivíduo adulto. O pâncreas pode ser dividido em três partes:

  • Cabeça: extremidade dilatada localizada à direita.
  • Corpo: disposto transversalmente.
  • Cauda: extremidade esquerda, que se caracteriza por ser afilada e se situar próximo ao baço.

Função do pâncreas

O pâncreas é uma glândula mista, ou seja, apresenta uma porção endócrina e uma porção exócrina. Possui a função de produzir algumas importantes substâncias:

  • A porção endócrina é responsável por produzir insulina e glucagon.

  • A porção exócrina é responsável por produzir suco pancreático.

A insulina e o glucagon são hormônios relacionados com o metabolismo da glicose, enquanto o suco pancreático, que é liberado no interior do intestino, apresenta enzimas que participam do processo de digestão dos alimentos.

  • Suco pancreático

O suco pancreático é uma solução alcalina rica em bicarbonato e enzimas digestivas produzida pelo pâncreas. Essa solução é produzida nessa glândula, porém atua no intestino delgado, o qual recebe a secreção via ducto pancreático.

As enzimas que compõem o suco pancreático são produzidas pelos ácinos pancreáticos, que são as unidades morfofuncionais do pâncreas exócrino. O bicarbonato, por sua vez, é produzido pelas células dos ductos que se originam nos ácinos.

O bicarbonato presente no suco pancreático apresenta a função de neutralizar a acidez do quimo (o bolo alimentar misturado à solução), enquanto as enzimas presentes atuam na digestão de três grupos de alimento: carboidratos, lipídios e proteínas. Algumas das enzimas presentes no suco pancreático são:

  • Tripsina e quimiotripsina: atuam na digestão de proteínas.

  • Amilase pancreática: atua na digestão de carboidratos.

  • Lipase pancreática: atua na digestão de gorduras.

Ilustração da estrutura do pâncreas.
Observe a estrutura do pâncreas e onde são produzidos o suco pancreático, a insulina e o glucagon.

O pâncreas aumenta a secreção de suco pancreático quando o quimo chega às porções superiores do intestino delgado. Ao chegar a essa região, o duodeno (porção inicial do intestino delgado) inicia a secreção de um hormônio chamado de secretina, que estimula a ação do pâncreas. Outro hormônio relacionado à secreção do suco pancreático é a colescistocina.

Além disso, a secreção pancreática também é controlada pela parte parassimpática da divisão autônoma do sistema nervoso, uma vez que ao nos alimentarmos, vários são os fatores que geram impulsos nervosos que promovem o funcionamento do pâncreas, como a chegada do bolo alimentar ao estômago. Vale salientar ainda que, até certo ponto, a composição do quimo pode determinar as características do suco pancreático.

  • Insulina e glucagon

Insulina e glucagon são dois hormônios produzidos pelo pâncreas. Esses dois hormônios são sintetizados por células que formam as chamadas ilhotas pancreáticas ou ilhotas de Lagerhans. Em cada ilhota é possível perceber a presença de células alfa e beta. As células alfa secretam glucagon, enquanto as células beta secretam insulina. Após sintetizados, os hormônios são lançados diretamente na corrente sanguínea.

Tanto a insulina quanto o glucagon estão relacionados ao metabolismo da glicose, porém atuam de maneira contrária. Enquanto a insulina promove a redução do nível de glicose no sangue, o glucagon atua garantindo seu aumento.

 Ilustração da atuação da insulina e do glucagon.
Observe como os hormônios insulina e glucagon atuam.

Quando o nível de glicose aumenta em nosso sangue acima da faixa normal, a insulina atua promovendo o aumento do transporte de glicose para as células do corpo a fim de que ela possa ser utilizada na realização de diferentes atividades celulares.

Além disso, estimula o fígado a armazenar glicose na forma de glicogênio (polissacarídio de reserva). Quando os níveis de glicose na corrente sanguínea caem, observamos a ação do glucagon. Esse hormônio promove a decomposição do glicogênio presente no fígado e a liberação de glicose para o sangue.

Saiba também: Faringe — um órgão comum aos sistemas digestório e respiratório

Diabetes mellitus

Diabetes mellitus é uma doença que se caracteriza por promover um quadro de hiperglicemia, ou seja, ela é responsável por provocar a elevação dos níveis de glicose no sangue. A hiperglicemia pode ocorrer como consequência de problemas relacionados à secreção de insulina no organismo ou devido a uma redução da resposta ao hormônio em tecidos-alvo. Como vimos anteriormente, a insulina está relacionada à redução dos níveis de glicose no sangue, e problemas com esse hormônio causam o acúmulo de glicose.

Existem dois tipos principais de diabetes, o tipo 1 e o tipo 2:

  • O diabetes tipo 1 é um problema autoimune, ou seja, as células do próprio sistema imunológico atacam o organismo. Nesse caso, o sistema imune destrói as células beta do pâncreas, provocando deficiência de insulina.

  • O diabetes tipo 2, por sua vez, é caracterizado pela incapacidade das células-alvo de responderem normalmente à insulina. Nesses casos, a insulina é produzida normalmente pelas células beta.

→ Videoaula sobre diabetes mellitus e insipidus

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos Relacionados

Coração
Clique aqui e saiba mais sobre o coração. Neste texto falaremos sobre as camadas que formam sua parede, suas cavidades, suas válvulas e outras características.
Diabetes do tipo 1
Clique aqui e saiba mais sobre as causas, sintomas e tratamento do diabetes do tipo 1.
Diabetes gestacional
O desenvolvimento da diabetes gestacional é comum, e pode ser um problema significativo para mãe e bebê, caso não seja precocemente diagnosticada e tratada.
Diabetes mellitus
Aprenda um pouco sobre o diabetes mellitus, uma doença que pode ser bastante grave e gerar complicações se não tiver o acompanhamento adequado.
Diabetes tipo 2
Saiba mais sobre as causas, os sintomas e o tratamento da diabetes tipo 2.
Glicose e diabetes
Carboidrato, glicose, hipoglicemia, dextrosol, soro glicosado, melitus, insipidus, hiperglicemia, deficiência de insulina, pâncreas, metabolismo da glicose, produção do hormônio insulina, diabético, alterações neurológicas e circulatórias, hormônio antidiurético, disfunção na glândula hipófise.
Hiperglicemia
Saiba mais sobre o que causa a hiperglicemia, seus sintomas e como é feito seu diagnóstico.
Insulina
Amplie seus conhecimentos sobre a insulina, hormônio produzido em nosso corpo. Neste texto explicaremos o que é a insulina, onde ela é produzida, sua função e sua diferença em relação ao glucagon. Abordaremos ainda um pouco a respeito do diabetes mellitus e os tipos de insulina utilizados no tratamento dessa doença.
Pré-diabetes
O estado intermediário entre índices glicêmicos normais e o diabetes tipo 2.
Sistema digestório
Amplie seus conhecimentos sobre o sistema digestório. Neste texto, falaremos sobre os órgãos que fazem parte desse sistema e de algumas funções atribuídas a eles.
video icon
Texto"Matemática do Zero | Número de diagonais de um polígono convexo" em fundo azul.
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Número de diagonais de um polígono convexo
Nessa aula demonstrarei a fórmula do número de diagonais de um polígono convexo e resolveremos questões modelo.