Whatsapp icon Whatsapp

Tucano

Tucano é um nome popular usado para se referir a diferentes aves da família Ramphastidae que apresentam um bico grande e com cores vibrantes.
Dois tucanos pousados em um galho com folhas
Tucanos são aves pertencentes à família Ramphastidae, distribuídas pela região Neotropical.

Tucano é uma ave pertencente à família Ramphastidae, que engloba animais com bico longo, colorido, cortante e leve. Esses animais ocorrem apenas no Neotrópico, distribuindo-se do México à Argentina. Alimentam-se de frutos, entretanto, esse não é o único alimento de sua dieta; também ingerem jovens de outras espécies de aves, ovos e pequenos artrópodes, como gafanhotos e cigarras. Ao se nutrir de frutos e espalhar as sementes pelo ambiente, os tucanos atuam no processo de dispersão de sementes, sendo, portanto, fundamentais na regeneração de florestas.

Leia mais: Por que nem toda ave é pássaro?

Resumo sobre tucanos

  • São aves pertencentes à família Ramphastidae, apresentando, portanto, bico longo, recurvado, colorido, duro, cortante e leve.

  • Seu bico, além de atuar na alimentação, é usado como caixa de ressonância, ornamento sexual e área de troca de calor.

  • Alimentam-se de frutos mas também de ovos, filhotes de outras espécies de aves e até mesmo de artrópodes.

  • Existem diferentes espécies deles.

  • Sua maior espécie é o tucano-toco ou tucanuçu.

Quais são as características dos tucanos?

Tucanos são aves encontradas na região Neotropical, ocorrendo, portanto, também em nosso território nacional. Geralmente, ocupam regiões florestais, entretanto, a espécie Ramphastos toco, popularmente chamada de tucano-toco ou tucanuçu, pode ser observada em áreas abertas.

Sem dúvida, a característica mais marcante de um tucano é seu bico grande, achatado lateralmente e colorido. Além de garantir a alimentação, o bico funciona como ornamento sexual, como caixa de ressonância e como uma área para a troca de calor, destacando-se por ser altamente vascularizado.

Tucanos apresentam tamanho variado a depender da espécie, tendo entre 46 cm e 66 cm de comprimento. Apesar de muitas pessoas acreditarem que eles se alimentam exclusivamente de frutos, podem também comer ovos, pequenos artrópodes, como gafanhotos e cigarras, e até filhotes de outras espécies de aves.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Tucano-toco

Tucano-toco de perfil
O tucano-toco tem um grande bico alaranjado, com mancha negra na extremidade e estrias perpendiculares.

Tucano-toco (Ramphastos toco) é o maior de todos os tucanos, atingindo, em média, 56 cm de comprimento e 540 gramas de massa. Também chamado de tucanuçu, pode ser observado em florestas do interior do Brasil e no Cerrado, onde ocorre em áreas semiabertas até regiões fechadas. A espécie pode ser vista com muita facilidade em nosso território, e também há registro dela em países como Paraguai, Bolívia e Argentina.

O tucano-toco possui um bico largo e longo, com cerca de 20 cm, que apresenta uma cor alaranjada vibrante, uma mancha negra na extremidade e estrias rubras dispostas perpendicularmente ao eixo principal. Em relação à coloração de suas penas, o tucano-toco tem penas pretas em grande parte do seu corpo, sendo a região do pescoço de cor branca. Ao redor dos olhos, observa-se a pele nua, de cor laranja ou amarela. A pálpebra da espécie é azul-turquesa.

Essa espécie se alimenta de frutos carnosos e arilos de sementes de várias espécies. Come ainda filhotes de aves de outras espécies e ovos.

O tucano-toco vive em bandos compostos por cerca de 20 indivíduos. Durante a época reprodutiva, observa-se a formação de casais. Vale destacar que tucanos-tocos são monogâmicos. A nidificação ocorre em ocos de árvores, os quais são deixados no tamanho ideal pelo tucano. A fêmea coloca, em média, de dois a quatro ovos, incubados por aproximadamente 16 dias. A incubação é feita de maneira revezada entre os pais. A média de vida da espécie é de 40 anos.

Leia mais: Corujas — aves, em sua maioria, de hábito noturno, predadoras e que têm um voo silencioso

Tucano-de-bico-arco-íris

Tucano-de-bico-arco-íris de perfil
O tucano-de-bico-arco-íris destaca-se por seu bico repleto de cores.

Como pontuado, os tucanos destacam-se, principalmente, por seu bico com cores vibrantes, sendo o tucano-de-bico-arco-íris (Ramphastos sulfuratus) uma espécie que impressiona nesse sentido.

Também conhecido como tucano-de-peito-amarelo, destaca-se por ter bico com cor predominante verde amarelado. Ele apresenta uma faixa laranja na lateral inferior da maxila superior e uma mancha vermelha na ponta do bico. Na mandíbula, observa-se uma região azulada na porção posterior à ponta do bico. Ao redor dos olhos, a coloração é verde amarelado ou verde azulado.

A maior parte da plumagem dessa espécie é preta. Na região da garganta e do pescoço, no entanto, há penas amarelas. Daí o outro nome popular dado à espécie: tucano-de-peito-amarelo. Na região do peito, observa-se uma faixa avermelhada fina.

Tucano-chocó

Tucano-chocó em galho na natureza
Nessa espécie de tucano, observa-se uma diagonal lateral marrom-escuro ou preta no bico.

O tucano-chocó (Ramphastos brevis) é encontrado na Colômbia e no Equador, e tem um bico com uma diagonal lateral marrom-escuro ou preta. O restante da maxila possui coloração amarelada, enquanto a mandíbula é marrom-escuro ou preta. Nessa espécie de tucano, a pálpebra e a região perioftálmica são da cor verde ou verde amarelado. As regiões do peito, pescoço e garganta são de coloração amarelada. Na região do peito, observa-se ainda um faixa branca seguida de uma vermelha.

Leia mais: Araras — aves com coloração vibrante nas suas penas e cauda longa

Qual é a família do tucano?

Tucanos são da família Ramphastidae, na qual estão inseridos também os araçaris e saripocas. Essa família está distribuída pela região Neotropical, sendo observados representantes dela desde o México até a Argentina. Nessas regiões, observa-se a presença dessas aves ocupando, geralmente, áreas de florestas tropicais, manchas florestais e florestas montanhosas.

Representantes dessa família possuem bico grande, recurvado, duro, cortante e bastante colorido. Apesar de seu tamanho, o bico dessas aves não é pesado. Isso se deve ao fato de que ele é formado por trabéculas ósseas, que têm aspecto esponjoso.

Além da leveza, não podemos deixar de citar o formato do bico. Nesses animais, essa parte apresenta um formato que os ajuda a colherem frutos em locais que, geralmente, são inacessíveis para outras aves. Ele auxilia ainda na predação de ovos e na captura de filhotes em ninhos localizados no oco das árvores. O bico também ajuda a afugentar aves competidoras e na atração de parceiros.

As penas das aves da família Ramphastidae apresentam, assim como os bicos, cores vivas, principalmente na região do papo. Os pés desses animais têm dois dedos voltados para frente e dois voltados para trás, sendo, portanto, zigodáctilos. Aves dessa família apresentam ainda uma glândula uropigiana bipartida. Vale lembrar que a glândula uropigiana atua secretando óleos que ajudam na impermeabilização da pena desses animais.

Essas aves são tipicamente arborícolas, têm hábitos diurnos e, durante a noite, costumam ficar em galhos de árvores ou no interior de cavidades. Uma característica peculiar delas é a capacidade de projetarem a cauda para frente, sendo isso consequência do arranjo diferenciado de suas vértebras caudais. Essas aves projetam sua cauda no momento em que vão dormir.

Ranfastídeos botam seus ovos em cavidades ou fendas localizadas em barrancos e árvores e também em ninhos abandonados. Em geral, as fêmeas botam de dois a quatro ovos, incubados por aproximadamente 18 dias. Os filhotes nascem sem penas, com olhos fechados, e recebem cuidados do macho e também da fêmea.

Aves da família Ramphastidae têm grande importância ecológica, pois participam da cadeia alimentar dos ecossistemas em que vivem e garantem a dispersão de sementes, sendo fundamentais na regeneração de florestas. 

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos Relacionados

Araras são aves pertencentes à família Psittacidae.
Arara
Descubra mais sobre as araras clicando aqui. Neste texto, exploraremos as características desses animais e conheceremos algumas de suas diferentes espécies.
A arara-azul é uma ave grande que pode atingir até um metro de comprimento total.
Arara-azul
Que tal conhecer mais sobre a arara-azul? Neste texto falaremos sobre essa linda espécie de ave, que, atualmente, está classificada como vulnerável.
A origem das aves e características adaptadas ao vôo.
Classe aves
Aves, Organismos vertebrados, Espécies identificadas, Vôo, Conformação aerodinâmica, Locomoção, Penas, Queratinização, Temperatura corporal, Homeotérmicos, Sistema orgânico, Ancestral biológico, Registro fossilífero.
Disseminação de sementes de dente-de-leão por uma criança: anemocoria ou antropocoria?
Disseminação da semente
Conceito e exemplo de hidrocoria, zoocoria, antropocoria e autocoria.
As gaivotas são aves marinhas que podem ser observadas em regiões costeiras.
Gaivota
Quer aprender mais sobre a gaivota? Clique e descubra as características dessa ave, seus hábitos alimentares e os problemas gerados pelo aumento de sua população.
video icon
Enem
Pré-Enem | Como preparar melhor seu repertório para temas variados
O Pré-Enem é o intensivo preparatório do Brasil Escola para o Enem. Nele nós separamos os principais temas que devem ser estudados a menos de três meses do exame. Nesta transmissão você assistirá à aula sobre "Como preparar melhor seu repertório para temas variados" com o professor Guga Valente!

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Matemática
Área da esfera
Clique para aprender a calcular a área da esfera.
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Estrangeirismo
Nessa videoaula você entende sobre o estrangeirismo na música "Samba do Approach."
video icon
videoaula brasil escola
História
Crise de 1929
A quebra da bolsa de valores de Nova Iorque afetou não só os EUA, como o mundo. Entenda!