Whatsapp icon Whatsapp

Belém

A cidade de Belém é a capital do estado nortista do Pará. O município é conhecido em todo o Brasil pela riqueza dos seus gêneros musicais e pela diversidade da sua culinária.
Bandeira de Belém.
Bandeira de Belém.

Belém é a capital e a cidade mais populosa do estado do Pará. Está localizada na baía de Guajará, na porção norte do território paraense, em uma zona caracterizada pela elevada umidade. A cidade foi fundada pelos colonizadores portugueses, que, mediante a importância geoestratégica local, construíram instalações militares no território belemense.

O grande auge econômico de Belém ocorreu durante o ciclo da borracha, no qual a cidade exercia um importante papel de entreposto comercial. Na atualidade, a economia local está ancorada no setor terciário. O governo da cidade é estruturado em uma divisão dos Três Poderes.

A infraestrutura local modernizou-se nos últimos anos, porém há uma grande deficiência de atendimento em determinados serviços públicos, como o saneamento básico. A população belemense é muito rica em termos culturais. A cidade é famosa pela culinária tipicamente amazônica.

Veja também: Quais são as capitais dos estados brasileiros?

Resumo sobre Belém

  • A fundação de Belém ocorreu, em 1616, a partir da construção do Forte do Presépio pelas forças portugueses que ocupavam a região.

  • O clima belemense é do tipo Equatorial. São características climáticas da cidade as altas temperaturas, o grande volume de chuvas e a elevada umidade.

  • O município de Belém possui cerca de 1,5 milhão de habitantes. É o mais populoso do Pará. No contexto brasileiro, é o 11º em população.

  • A economia de Belém tem como destaque as atividades terciárias, como comércio e serviços. A cidade possui, ainda, algumas indústrias de grande porte.

  • O saneamento básico é muito deficiente em Belém. O tratamento de esgoto, por exemplo, é restrito a uma pequena parte dos domicílios belemenses.

  • O território de Belém está dividido administrativamente em oito zonas. A cidade possui 71 bairros oficiais.

  • A música belemense é muito diversa. Os gêneros mais tradicionais da cidade são o calypso, o carimbó, a guitarrada, o brega paraense, e o tecnobrega.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dados gerais de Belém

Localização

  • País: Brasil

  • Unidade federativa: Pará

  • Região intermediária: Belém

  • Região imediata: Belém

  • Região metropolitana: Região Metropolitana de Belém

  • Municípios limítrofes: Ananindeua, Cachoeira do Arari, Barcarena, Marituba, Santa Bárbara do Pará e Santo Antônio do Tauá.

Geografia

  • Área total: 1.059,466 quilômetros quadrados

  • População total: 1.499.641 habitantes.

  • Densidade demográfica: 1.315,26 habitantes/quilômetro quadrado

  • Gentílico: belemense

  • Clima: Equatorial

  • Altitude: 10 metros

  • Fuso horário: UTC -3

Histórico

  • Fundação: 12 de janeiro de 1616

Veja também: Manaus – outra grande capital da região Norte do Brasil

História de Belém

O território atual de Belém era habitado somente por vários povos indígenas amazônicos, que desenvolviam atividades de subsistência, como a caça e a pesca. A partir da chegada dos portugueses ao Brasil, tão logo a região amazônica tornou-se de grande interesse para os exploradores, já que guardava grandes riquezas vegetais e minerais. Ademais, toda a porção nortista brasileira era motivo de cobiça de várias nações, cenário que reforçou a necessidade de controle da região pelas tropas portuguesas.

Sendo assim, a atual capital do Pará foi um dos primeiros povoamentos instalados pelos portugueses na região Norte. A construção de uma instalação militar, o Forte do Presépio, mais precisamente em 1616, marcou a formação do povoado que deu origem à cidade de Belém, denominado, na época, Nossa Senhora de Belém do Pará.

Foto do Forte do Presépio, em Belém, Pará.
O Forte do Presépio é uma estrutura militar construída pelos portugueses que contribuiu para o crescimento da capital paraense. [1]

O pioneirismo da cidade em termos políticos e econômicos, assim como a sua localização geoestratégica, culminou na chegada de muitos imigrantes à região. O município teve um amplo crescimento, tornando-se o principal centro urbano na porção Norte do território brasileiro. Tal cenário foi ainda favorecido, a partir do final do século XIX, pela exploração de borracha na Floresta Amazônica.

A extração de látex tornou-se a principal atividade econômica da cidade, que funcionava como um centro de comercialização e exportação da borracha para outras regiões. Sendo assim, o município viveu nesse período o seu auge em termos de desenvolvimento. A queda da exportação do látex resultou no declínio econômico da cidade a partir do século XX. Mesmo assim, Belém continuou sendo um centro dinâmico da região Norte do Brasil, além de cidade mais importante do estado do Pará.

Geografia de Belém

A cidade de Belém é capital do Pará, estado da região Norte brasileira, sendo, inclusive, recorrentemente chamada de Belém do Pará. O município está situado na baía de Guajará e é formado, para além da porção territorial, por um conjunto de ilhas fluviais.

O relevo belemense é caracterizado por áreas planas, típicas de zonas de planície, formadas pelo processo de acúmulo de sedimentos. A cidade está situada em uma grande planície sedimentar, ou seja, áreas de baixa altitude e extremamente suscetíveis aos eventos de inundação. Os principais rios que cortam a cidade de Belém são o Maguari e o Guamá.

O clima belemense é tipicamente Equatorial, marcado pela ocorrência de um grande volume de chuvas ao longo de todo o ano, assim como pelo registro de elevadas temperaturas. Os volumes pluviométricos do município são superiores à maior parte das capitais brasileiras. A umidade na cidade é elevada devido a sua posição geográfica e à influência dos corpos de água que cercam o território belemense. Já a amplitude térmica local é muito pequena, sendo comum o registro de altas temperaturas ao longo de todo o ano.

A cidade de Belém está totalmente situada em uma área de Floresta Amazônica, portanto, apresenta uma rica biodiversidade em termos de espécies de fauna e flora.

Mapa de Belém

Mapa do estado do Pará com destaque na capital, Belém.

Demografia de Belém

O município de Belém possui cerca de 1,5 milhão de habitantes. É a maior cidade em população do Pará e a segunda maior da região Norte, logo depois de Manaus. A população local foi formada por descendentes dos povos tradicionais da região, os indígenas, assim como pelos exploradores europeus e pela população africana trazida para a cidade.

Além desses grupos, Belém recebeu muitos imigrantes do Meio-Norte e do Nordeste brasileiro, em especial, no auge da exploração de borracha na região amazônica. Na atualidade, a cidade consolidou-se como o principal centro urbano do Pará. Já no contexto regional, é a segunda cidade mais importante da região Norte em termos demográficos, mas também econômicos e políticos.

O desenvolvimento humano municipal de Belém é considerado elevado. A cidade apresenta indicadores demográficos e sociais considerados satisfatórios. A população local possui uma das melhores condições de vida da região nortista brasileira. Contudo, o crescimento desordenado da cidade culminou em indicadores de pobreza e violência elevados. Ademais, a desigualdade social no município é grande.

O cenário apresentado também é encontrado na região metropolitana de Belém, a segunda maior do Norte do Brasil, formada por municípios altamente dependentes dos serviços ofertados no território belemense. O crescimento populacional também resultou no agravamento da degradação do cenário ambiental local, marcado pela poluição urbana e pela construção de moradias irregulares.

Leia também: Quais são os tipos de crescimento populacional?

Economia de Belém

A economia de Belém possui um forte setor terciário, ou seja, está ancorada em atividades como administração pública, comércio e serviços. A cidade é o maior polo comercial do estado do Pará. Além disso, o município de Belém possui um protagonismo na comercialização de produtos provenientes de todo o interior amazônico. O turismo tem crescido nos últimos anos, em especial, devido às riquezas históricas e à culinária local.

O setor secundário também é bastante representativo na economia belemense. A cidade abriga várias plantas industriais voltadas para a transformação de matérias-primas. As principais indústrias locais são alimentícia, naval, metalúrgica e química. A região metropolitana de Belém também possui empresas de destaque que complementam o cenário industrial belemense. A capital paraense é o principal centro industrial do estado.

Por sua vez, o setor primário, muito forte outrora, apresenta na atualidade uma participação mais restrita. A expansão urbana dificultou o desenvolvimento de atividades agrícolas na cidade. Já o extrativismo é muito forte no interior paraense, mas praticamente inexistente dentro do território municipal. Em Belém, há uma produção significativa de produtos tradicionais, como ervas e condimentos. A produção de frutas amazônicas, a exploração do açaí e a colte de castanhas são atividades primárias presentes na cidade.

Infraestrutura de Belém

A cidade de Belém viveu um rápido processo de crescimento urbano que resultou em uma ocupação desordenada do solo urbano. Ademais, a cidade está situada em uma zona de alta fragilidade geográfica, muito suscetível a desastres naturais, em especial, derivadas de eventos chuvosos. Sendo assim, o município possui uma infraestrutura urbana, em especial em relação à moradia, considerada insatisfatória.

Mesmo assim, houve muitos avanços nos últimos anos, em especial, pela instalação de sistemas de transporte mais modernos, assim como pela expansão das redes de energia e comunicação. O elemento estrutural mais deficiente é o saneamento básico, já que a maior parte da população belemense não tem coleta de esgoto. O abastecimento de água também possui uma cobertura espacial muito restrita, além de ser um sistema que registra muitas perdas por meio de suas estruturas antiquadas.

Já os serviços de saúde e educação possuem uma ampla abrangência. Em Belém, estão situadas as principais instituições de ensino do Pará. Há, ainda, na cidade, muitas universidades e centros de estudos. O Instituto Evandro Chagas, por exemplo, é uma referência mundial em pesquisas da área de medicina tropical.

A estrutura comercial de Belém também é muito representativa. A cidade possui vários centros comerciais, shoppings e comércios diversos. O maior destaque é o Mercado Ver-o-Peso, estabelecimento público que concentra várias lojas de produtos típicos belemenses.

O transporte tem como principal equipamento o Aeroporto Internacional de Val-de-Cans, que liga Belém às principais cidades do Centro-Sul brasileiro. O transporte fluvial também é muito forte na ligação da cidade com outros municípios e localidades paraenses. Belém está devidamente dividida em oito zonas administrativas. A cidade possui 71 bairros oficiais.

Imagem aérea do mercado Ver-o-Peso, em Belém.
O Ver-o-Peso é um dos mais tradicionais mercados públicos do Brasil. [2]

Governo de Belém

A estrutura governamental de Belém é composta pelos Três Poderes, portanto, há o Poder Executivo, formado pelo prefeito e sua equipe; o Poder Judiciário, que compreende as unidades de justiça locais; e, ainda, o Poder Legislativo, composto pelos vereadores municipais. A cidade de Belém possui 35 representantes do Legislativo, que, assim como prefeito, são escolhidos pelo voto direto da população local de quatro em quatro anos.

Cultura de Belém

A cultura belemense é uma das mais ricas e diversas do território brasileiro. A cidade possui muitas tradições culturais que caracterizam o cotidiano da sua população. Em termos culturais, é notório a influência portuguesa na cidade por meio dos casarios coloniais construídos ao longo dos séculos, assim como da religião católica nas celebrações e festividades do município. O Círio de Nazaré de Belém, por exemplo, é uma das maiores manifestações religiosas do mundo.

A cidade de Belém possui, além disso, muitos equipamentos culturais, como teatros, museus e cinemas. O Theatro da Paz, por exemplo, um dos maiores do Brasil, representa o poderio econômico da cidade durante o ciclo da borracha. Já o Museu Emílio Goeldi é um importante centro de pesquisa e documentação dos aspectos da região amazônica. Por sua vez, o mercado Ver-o-Peso, apesar de ser um equipamento comercial, é bastante representativo dos hábitos culturais da população belemense.

Em Belém, há uma grande diversidade de gêneros musicais, como o calypso, o carimbó, a guitarrada, o brega paraense, e o tecnobrega. A cidade é conhecida pela projeção de muitos artistas desses gêneros musicais, que também são típicos do estado do Pará. A culinária local é muito diversa. Há um grande consumo de peixes, farinhas, castanhas e frutas amazônicas. São pratos típicos de Belém o pato no tucupi, o tacacá, a maniçoba e o tucunaré cozido.

Créditos das imagens

[1] Arnika Ganten / Shutterstock

[2] Brastock / Shutterstock

Publicado por Mateus Campos

Artigos Relacionados

Bandeira de Boa Vista.
Boa Vista
Conheça a história de fundação e desenvolvimento urbano de Boa Vista. Veja os principais dados geográficos, demográficos e econômicos da capital roraimense.
Capitais do Brasil
Quais são as capitais mais ricas do Brasil? E as mais populosas? Conheça as capitais dos estados e leia a história dos municípios que foram sede do governo federal.
Macapá é a capital do Amapá, estado da Região Norte do Brasil.
Macapá
Conheça os aspectos históricos e geográficos de Macapá. Veja mais sobre a população, a economia, a infraestrutura e a cultura da principal cidade do estado do Amapá.
O Teatro Amazonas é um equipamento cultural de Manaus que foi construído durante o Ciclo da Borracha. [1]
Manaus
Conheças os principais aspectos geográficos de Manaus e saiba mais sobre a Zona Franca de Manaus. Veja também dados sobre o território e a população desse município.
Bandeira de Palmas.
Palmas
Saiba mais sobre a história da construção de Palmas. Entenda a relação da cidade com a fundação do estado de Tocantins. Veja os principais dados geográficos locais.
Pará
Conheça as principais características do estado do Pará. Saiba mais sobre o povoamento histórico do estado, seus aspectos demográficos e sua dinâmica econômica.
Bandeira de Porto Velho.
Porto Velho
Saiba mais sobre a história de Porto Velho. Leia sobre os principais aspectos físicos do município e veja também dados da demografia e da economia local.
Região Norte
Clique para saber mais sobre a Região Norte. Conheça os estados dessa região e suas características geográficas mais importantes.
A cidade de Rio Branco é o principal centro político, econômico e demográfico do estado do Acre.
Rio Branco
Veja quais são os principais elementos físicos e humanos da cidade de Rio Branco. Saiba mais sobre o papel do extrativismo florestal na fundação da capital do Acre.
video icon
Filosofia
Fenomenologia de Merleau-Ponty
A Fenomenologia foi um movimento filosófico que visava a entender como o ser humano compreende o mundo a partir de sua própria percepção dos fenômenos. Maurice Merleau-Ponty aprofundou-se nos estudos do “pai” da fenomenologia, Edmund Husserl, e desenvolveu a sua própria vertente fenomenológica: a Fenomenologia da Percepção. Para saber mais sobre o assunto, confira nossa aula!

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.