Whatsapp icon Whatsapp

Macapá

A cidade de Macapá, capital do Amapá, está situada na Região Norte do território do Brasil. É a única capital estadual brasileira que é cortada pela Linha do Equador.
Macapá é a capital do Amapá, estado da Região Norte do Brasil.
Macapá é a capital do Amapá, estado da Região Norte do Brasil.

Macapá é a capital do estado do Amapá. A fundação da cidade está vinculada ao processo de exploração do extremo norte brasileiro pelos colonizadores portugueses. A geografia do território macapaense é homogênea, sendo caracterizada pelo relevo plano, clima equatorial e vegetação amazônica.

A cidade é o principal centro econômico e político do Amapá. É também a maior cidade em população do estado nortista. A economia municipal gira em torno das atividades primárias e terciárias. O funcionalismo público, o comércio e os serviços são os principais empregadores do município. A cidade é governada pela estruturação de Três Poderes constitucionais. Em termos de infraestrutura, Macapá não possui ligação por via terrestre com o restante do território nacional, sendo os modais mais utilizados o aeroviário e o hidroviário. A cultura macapaense é muito representativa das tradições amazônicas. A principal manifestação cultural de Macapá, assim como do estado do Amapá, é o marabaixo.

Leia também: Quais são as capitais dos estados brasileiros?

Dados gerais de Macapá

Localização

  • País: Brasil.

  • Unidade federativa: Amapá.

  • Região intermediária: Macapá.

  • Região imediata: Macapá.

  • Região metropolitana: Região metropolitana de Macapá.

  • Municípios limítrofes: Santana, Itaubal, Porto Grande, Ferreira Gomes, Cutias e Amapá.

Geografia

  • Área total: 6.563,849 quilômetros quadrados.

  • População total: 398.204 habitantes.

  • Densidade demográfica: 62,14% habitantes/quilômetro quadrado.

  • Gentílico: macapaense.

  • Clima: equatorial.

  • Altitude: 14 metros.

  • Fuso horário: UTC-3.

Histórico

  • Fundação: 4 de fevereiro de 1758.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

História de Macapá

A história de Macapá está atrelada ao processo de colonização do extremo norte brasileiro, mais precisamente da região da foz do Rio Amazonas, considerada um local estratégico do ponto de vista econômico e geopolítico para os colonizadores portugueses. O controle da foz amazônica era fundamental para realizar incursões exploratórias ao longo de toda a porção norte do território brasileiro. Dessa maneira, o povoamento da região assegurava aos portugueses a posse do território, sendo incentivado por meio da construção de pequenas vilas urbanas.

No caso da cidade de Macapá, ela surgiu com a instalação da vila de São José do Macapá, que foi fundada no ano de 1758. Nessa vila foi construída a Fortaleza de São José de Macapá, com vistas à proteção militar da região, em razão da sua importância para o domínio do território brasileiro pelos colonizadores.

No caso de Macapá, assim como de todo o estado do Amapá, a região sofreu várias incursões de exploradores franceses, que já denominavam a região da Guiana, localizada ao norte do território amapaense. Além disso, a fronteira entre o Amapá e a chamada Guiana Francesa foi oficialmente delimitada somente no final do século XIX.

Vista da Fortaleza de São José de Macapá
A Fortaleza de São José de Macapá foi construída para defender o território macapaense de invasões estrangeiras.

Por sua vez, após o fim do processo de colonização do Brasil, assim como da instalação do modelo republicano no país, a região de Macapá continuou sendo um ponto de importância econômica. A antiga vila de Macapá foi oficialmente elevada à categoria de cidade, em 1944. A sua oficialização como cidade e também como capital do antigo território e atual estado do Amapá se deu em razão do seu protagonismo histórico na região. Além disso, Macapá é o principal centro econômico do estado e também vivenciou um grande crescimento populacional ao longo do século XX, em razão da exploração minerária na região, principalmente de manganês.

Leia também: Drogas do sertão produtos que impulsionaram expedições para a Região Norte

Geografia de Macapá

A cidade de Macapá é a capital do Amapá, estado localizado na Região Norte do Brasil. O território macapaense está situado na porção sudeste do Amapá, mais precisamente na margem esquerda do Rio Amazonas.

A cidade tem o relevo formado por zonas de planície fluvial, porção de baixa altitude marcada pelos processos sedimentares de deposição. O principal curso de água da cidade é justamente o Rio Amazonas, o maior rio do mundo, que tem sua foz localizada na região da capital amapaense. Além desse rio, a cidade é banhada ainda pelo Rio Araguari, além de vários cursos de água de menor porte. As dinâmicas geomorfológicas e hidrológicas da cidade influenciaram ainda na formação de diversos igarapés, como o Fortaleza, e na constituição de várias lagoas, como a Curiaú.

Por sua vez, a cidade de Macapá está localizada totalmente em uma zona de clima equatorial, sendo a única capital estadual brasileira cortada pela Linha do Equador. Dessa maneira, é caracterizada climaticamente pela ocorrência de altas temperaturas e grandes registros de chuva. A umidade da cidade é bastante elevada e as chuvas são frequentes ao longo do dia. A vegetação de Macapá é homogênea, sendo totalmente composta pela Floresta Amazônica. A cidade ainda conserva remanescentes florestais, mesmo com o crescimento urbano desordenado, sendo habitat de diversos animais selvagens e espécies vegetais amazônicas.

Mapa de Macapá

Mapa do estado do Amapá com destaque para a localização de Macapá
Mapa do estado do Amapá com destaque para a localização de Macapá.

Demografia de Macapá

A população da cidade de Macapá é de cerca de 400 mil habitantes. A cidade é a maior em volume populacional do estado do Amapá, sendo ainda um dos maiores centros urbanos da Região Norte do Brasil. A cidade polariza as principais atividades administrativas e econômicas do Amapá, junto com a Região Metropolitana de Macapá, porção que concentra a maior parte dos habitantes amapaenses.

O município foi formado pela chegada dos colonizadores portugueses, junto com a participação de diversos povos indígenas da região e também imigrantes que chegaram ao município em busca de novas perspectivas de emprego e renda. Logo, a população local é extremamente miscigenada. A maior parte dos imigrantes da região é proveniente do Pará e de estados nordestinos, como Maranhão e Piauí. A principal religião praticada é o cristianismo, com destaque para o catolicismo e o protestantismo.

Em termos demográficos, a população macapaense tem apresentado taxas constantes de crescimento. O município possui um índice de desenvolvimento humano considerado mediano e vem apresentando uma melhoria progressiva dos indicadores econômicos e sociais. A cidade vive, nas últimas décadas, um processo de crescimento urbano intenso, marcado pela expansão da mancha urbana, assim como pelo processo de verticalização.

Economia de Macapá

A economia de Macapá está ancorada nos setores primário e terciário. No que toca às atividades primárias, a cidade possui uma zona rural caracterizada por pequenas plantações agrícolas de subsistência, além de criações de bovinos, suínos e também de galináceos. A exploração do açaí é uma atividade comum nas áreas ribeirinhas do município.

Já as atividades terciárias são responsáveis pela maior parte da economia macapaense. Destacam-se os setores da administração pública, comércio, logística e serviços. A cidade possui um grande potencial turístico, mas ainda pouco explorado em nível nacional. No setor terciário, está a maior parte da população ocupada do município. Por sua vez, o setor secundário, formado pelas indústrias, é praticamente inexistente na cidade.

Veja também: Agrossistemas conjunto de características do espaço agropecuário

Infraestrutura de Macapá

A cidade de Macapá apresenta a infraestrutura urbana mais desenvolvida do estado do Amapá, sendo o principal polo de atividades urbanas do estado. O território macapaense está localizado em uma área remota, marcada pela presença de vegetação e de cursos de água. Sendo assim, as principais vias de contato do município com o restante do Brasil são por meio aeroviário ou hidroviário. As ligações rodoviárias de Macapá estão restritas às cidades da região. O Aeroporto Internacional de Macapá é o principal equipamento de transporte da cidade.

A estrutura urbana de Macapá apresenta algumas limitações, especialmente no acesso da população à energia, água e esgoto. A cidade possui uma baixa cobertura dessas estruturas, e a questão do saneamento básico é muito precária. Do mesmo modo, a ocorrência de quedas de energia é comum na cidade. Já em relação aos serviços públicos, o município possui os principais equipamentos de saúde, educação e comunicação do Amapá. A cidade de Macapá está dividida em 5 zonas administrativas, que são formadas por um conjunto de 33 bairros.

Governo de Macapá

O governo da cidade de Macapá segue a lógica administrativa brasileira. Dessa maneira, é formado pelos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário. As unidades de Justiça representam o Poder Judiciário municipal, enquanto o Legislativo é formado pelos vereadores; já a figura do prefeito e sua equipe representam o Poder Executivo. A Câmara de Vereadores de Macapá possui 23 representantes políticos da população local.

Bandeira de Macapá

Bandeira da cidade de Macapá

Cultura de Macapá

A cultura macapaense é extremamente rica e muito representativa das práticas culturais nortistas do Brasil. Destacam-se as influências dos povos portugueses e indígenas, assim como o papel dos imigrantes, na composição cultural da cidade. A influência religiosa também é notória, como em festejos do Círio de Nazaré, festa muito popular da cidade.

Já a principal manifestação cultural de Macapá é o marabaixo, dança folclórica marcada pela batida de tambores e pelas vestimentas coloridas dos dançantes. Já na música, os ritmos caribenhos e latinos são marcantes. Na culinária, são empregados alimentos como peixes, camarões, castanhas e frutas amazônicas. O artesanato também utiliza elementos das florestas, como raízes e folhas secas.

Como equipamentos culturais principais, a cidade conta com o Museu Sacaca, o Centro Cultural Franco Amapaense e o Teatro das Bacabeiras. Ademais, possui importantes pontos turísticos, como a Fortaleza de São José de Macapá e o Marco Zero do Equador. Na cidade de Macapá, está localizado ainda o Estádio Olímpico Milton de Souza Corrêa, chamado popularmente de “Zerão”, já que é cortado pela Linha do Equador. Nesse estádio, em razão da sua localização geográfica, um fato curioso é que os jogadores mudam de hemisfério ao longo das partidas. O futebol é o esporte mais popular da cidade. 

Publicado por Mateus Campos

Artigos Relacionados

Acre
Saiba mais sobre o Acre. Leia sobre a sua história e veja de que forma é composta a cultura da região. Conheça os principais aspectos geográficos do estado.
Bandeira de Belém.
Belém
Saiba mais sobre as principais características do território belemense. Leia sobre a história de fundação de Belém e a sua importância para o ciclo da borracha.
Capitais do Brasil
Quais são as capitais mais ricas do Brasil? E as mais populosas? Conheça as capitais dos estados e leia a história dos municípios que foram sede do governo federal.
Localização do complexo regional amazônico
Complexo regional da Amazônia
As características geográficas do Complexo Regional da Amazônia.
Bandeira de Porto Velho.
Porto Velho
Saiba mais sobre a história de Porto Velho. Leia sobre os principais aspectos físicos do município e veja também dados da demografia e da economia local.
Região Norte
Clique para saber mais sobre a Região Norte. Conheça os estados dessa região e suas características geográficas mais importantes.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.