Whatsapp icon Whatsapp

Melancia

Consumida em todo o mundo, a melancia é uma planta da família Cucurbitaceae. Tem importante valor social e econômico.
Melancia cortada próxima a outras melancias.
A melancia é uma hortaliça-fruto pertencente à família Cucurbitaceae.

A melancia (Citrullus lanatus) é uma hortaliça-fruto pertencente à família Cucurbitaceae, da qual fazem parte outras plantas muito utilizadas na alimentação humana, como o melão (Cucumis melo), o pepino (Cucumis sativus), a abobrinha (Cucurbita pepo), a abóbora (Cucurbita máxima), entre outras.

A melancia é consumida em todo o mundo e apresenta grande importância econômica e social, sendo considerada uma das cucurbitáceas mais cultivadas em nível mundial. Seu cultivo representa cerca de 7% da área mundial reservada para a produção de hortaliças, com cerca de 67% da quantidade total produzidos na China.

Leia também: Manga — uma das frutas mais consumidas no Brasil

Resumo sobre melancia

  • A melancia é uma planta pertencente à família Cucurbitaceae e é amplamente consumida pelo ser humano.
  • Possui hábito de crescimento rasteiro e seus frutos variam quanto a formato, coloração, peso e sabor.
  • É originária das regiões secas da África tropical, e foi introduzida na América somente no século XVI.
  • No Brasil, as principais regiões produtoras de melancia são o Nordeste, Sul e Sudeste.
  • É principalmente consumida in natura, sendo também comum seu consumo em forma de sucos, geleias e doces.
  • É rica em licopeno, vitaminas e sais minerais que são importantes para o bom funcionamento do organismo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quais são as características da melancia?

Melancias antes de serem colhidas, evidenciando uma de suas principais características, o crescimento rasteiro.
A melancia é uma planta com hábito de crescimento rasteiro.

A melancia é uma planta com hábito de crescimento rasteiro. O caule, formado por ramos primários e secundários, é rastejante e piloso. Ela apresenta estruturas em espiral presas ao caule, denominadas gavinhas, que auxiliam na fixação e no crescimento da planta.

As raízes formam um sistema radicular extenso, mais desenvolvido no sentido horizontal, e as folhas são geralmente grandes, com formato triangular, recortadas em três ou quatro pares de lóbulos.

Flor da melancia.
As flores da melancia são pequenas e solitárias.

As flores são pequenas, solitárias e podem ser masculinas, femininas ou hermafroditas. Os frutos variam em diversos aspectos, como o formato (redondo, cilíndrico, oval); as cores da superfície externa (variação de tons de verde, amarelo, possuindo ou não listras); o peso (de 1-25 kg); a espessura da casca; a cor da região interna (vermelho, rosa, amarelo ou branco); e o formato das sementes. Também apresentam variação no sabor.

Origem da melancia

A melancia é originária das regiões secas da África Tropical, tendo se diversificado secundariamente no Sul da Ásia. O plantio da melancia como cultivo para consumo humano se iniciou há mais de cinco mil anos, na África Central, e foi introduzido na América somente no século XVI.

Melancia no mundo e no Brasil

A melancia é cultivada em praticamente todas as regiões tropicais, subtropicais e temperadas no mundo. A China, o Irã, a Turquia e o Brasil são os maiores produtores mundiais de melancia, sendo que a produção desses países corresponde a 75% da produção mundial desse fruto. Os principais países que importam a melancia para consumo interno são Estados Unidos, Alemanha, Canadá, China e França, que, juntos, em 2018, corresponderam a mais de 50% das importações mundiais.

No Brasil, as principais regiões produtoras de melancia são o Nordeste, o Sul e o Sudeste, representando, respectivamente, 35%, 18% e 14% da produção nacional. Os principais estados produtores são Rio Grande do Norte, com 17,4% da produção, Rio Grande do Sul, com 12,6%, e São Paulo, com 12,5%. As principais variedades cultivadas no Brasil são de origem americana e japonesa, sendo as variedades pérola, crimson sweet e jubilee algumas delas.

No Brasil, existem duas formas principais de cultivo de melancia: o irrigado e o de sequeiro. O cultivo em sequeiro dispensa o uso de agrotóxicos e adubos, porém o cultivo irrigado, apesar de ser mais suscetível a pragas e doenças, exerce grande influência nos níveis de produtividade do cultivo. As regiões produtivas de melancia no Brasil apresentam relação direta com as formas de cultivo irrigado e de sequeiro.

Como consumir a melancia?

Copo com suco de melancia ao lado de pedaços de melancia.
São diversas as formas possíveis de se consumir a melancia, sendo as mais comuns in natura e como suco.

A melancia é majoritariamente consumida in natura, sendo mais comum o consumo da fruta em si, sem qualquer preparo; mas também é recorrente o seu consumo na forma de sucos, geleias, doces, molhos e em saladas. Em alguns países, é comum o preparo de picles da casca da melancia. Ainda, em países como a China e outras regiões da Ásia, consome-se a semente da melancia.

Veja também: Mamão — um fruto que pode ser consumido de várias formas

Quais os benefícios da melancia para a saúde?

A melancia é uma fonte abundante de licopeno, um antioxidante essencial que tem sido objeto de estudos associando seu consumo com a redução do risco de câncer. Ainda, a melancia é uma fonte excelente do aminoácido citrulina, muito importante na produção de outro aminoácido, a arginina, utilizada pelo corpo humano em processos de divisão celular, de cicatrização e eliminação de amônia do corpo.

Ademais, a melancia é fonte de pró-vitamina A, vitamina C e vitaminas do complexo B, sendo também fonte de cálcio, fósforo e ferro. Ela é abundante em água, apresentando também função hidratante e antidiurética

Fontes

Dias, R.; Rezende, G. Sistema de produção de melancia. Embrapa, 2010. Disponível em: https://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br/FontesHTML/Melancia/SistemaProducaoMelancia/socioeconomia.htm.

Furlaneto, F. P. B.; Soares, A. A. V. L.; Oliveira, M. D. M. Impacto da pandemia na cultura de melancia. Instituto de Economia Agrícola, 2020. Disponível em: http://www.iea.sp.gov.br/out/TerTexto.php?codTexto=14808.

Hora, R. C., Camargo, J.; Buzanini, A. C. Cucurbitáceas e outras. In: Brandão Filho, J. U. T., Freitas, P. S. L., Berian, L. O. S.; Goto, R. (orgs.) Hortaliças-fruto [online]. Maringá: Eduem, 2018, p. 71-111.

Oliveira, A.; Mendonça, A.; Mendonça, C.; Mendonça, V. A influência de diferentes substratos na produção de mudas de melancia (Citrullus lanatus). Eventos IFG, 2018. Disponível em: http://eventos.ifg.edu.br/secitecitumbiara/wp-content/uploads/sites/9/2019/05/RE-01-A-INFLU%C3%8ANCIA-DE-DIFERENTES-SUBSTRATOS-NA-PRODU%C3%87%C3%83O-DE-MUDAS-DE-MELANCIA-Citrullus-lanat.pdf.

Shami, N.; Moreirall, E. Licopeno como agente antioxidante. Revista de Nutrição, v. 17, n. 12, 2004. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rn/a/sJ6qRLvhXvkQR6CjnKgZN7K/.

Publicado por Nicole Fernanda Sozza

Artigos Relacionados

Limão
O limão é empregado contra inúmeras doenças e problemas de saúde. Saiba mais sobre essa fruta tão popular!
Mamão
Conheça mais sobre o mamão clicando aqui. Veja algumas características do mamoeiro e alguns benefícios do consumo desse fruto.
Manga
Clique aqui e acesse este texto para conhecer mais informações sobre a manga. Veja quais são suas características, seus benefícios etc.
Maracujá
O maracujá é muito conhecido por suas propriedades calmantes. Clique e conheça outras características dessa fruta.
Maçã
A maçã é uma das frutas mais consumidas em todo o mundo. Confira!
Melão
Propriedades nutritivas, terapêuticas e cultivo do melão.
Morango
Confira aqui as características do morango e seus benefícios para a saúde.
Pepino
Pepino, benefícios do pepino para a saúde, características do pepino, uso do pepino na culinária, origem do pepino, hortaliças, saúde.
Pêra
Você sabia que a pêra possui baixo valor calórico? Confira aqui algumas propriedades e características dessa fruta.
Pêssego
O pêssego é o fruto do pessegueiro, árvore nativa da China. Ele evita problemas de pele e no intestino. Confira aqui alguns de seus benefícios.
Uva
Origem, valor nutritivo e o cultivo da fruta no Brasil.
video icon
Professora ao lado do texto"Verbos dicendi".
Português
Verbos dicendi
Dizer, falar, gritar, responder são verbos dicendi, ou seja, palavras que apresentam a maneira pela qual uma pessoa se expressa. Assista a esta videoaula para aprender um pouco mais sobre essa classificação!