Whatsapp icon Whatsapp

Negacionismo

O negacionismo é o ato de negar-se a acreditar em uma informação estabelecida em áreas como a ciência e a história. Os negacionistas são vistos como irracionais, pois não acreditam em consensos obtidos por amplo e profundo estudo e escoram suas crenças em informações falsas e teorias conspiratórias. A negação do Holocausto é uma das principais manifestações negacionistas.

Acesse também: Aquecimento global existe mesmo?

O que é o negacionismo?

O negacionismo é um conceito utilizado para explicar o grupo de pessoas que optam voluntariamente por não acreditar em uma informação que é vista como consenso nos meios acadêmicos e científicos. Nesse sentido, o negacionismo pode ser visto também como o ato de propor um debate desnecessário sobre determinado assunto.

Um debate desnecessário se dá no sentido de abordar e questionar um problema cuja concepção é vista como unanimidade entre os especialistas. Esse tipo de debate advém da negação daquela concepção, e essa negação não se baseia em fatos comprovados e aceitos.

https://s4.static.brasilescola.uol.com.br/be/2021/06/luis-gama-be.jpg
O negacionismo é o ato de negar-se a acreditar em determinada informação que é considerada um consenso no meio científico.

Recentemente inúmeras posições negacionistas ganharam espaço, sobretudo na internet, e um exemplo de ação negacionista e da criação de um debate que não existe entre os especialistas é a questão da posição do nazismo no espectro político.

Entre os maiores especialistas da historiografia no estudo do nazismo, não há questionamento sobre o fato de que o nazismo foi um movimento de extrema-direita. No entanto, muitos passaram a defender negações dessa definição realizada pelos historiadores, alegando, sem embasamento histórico, que o nazismo era um movimento de extrema-esquerda.

O negacionismo parte sempre de teorias conspiratórias, supostamente trazendo informações reais de um determinado assunto. Essas “teorias” afirmam trazer a “verdade oculta” e alegam que essa verdade foi escondida por uma grande conspiração, que tem como objetivo esconder tal realidade das pessoas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Esse tipo de postura não tem validade em um debate científico, uma vez que o propósito desse tipo de debate é exatamente tornar o assunto mais claro e público possível. Sendo assim, as definições realizadas por cientistas se fazem com base em observação, experimentação e no debate entre os pares.

Portanto, o negacionismo age por meio de uma postura irracional, em que seu emissor opta por assumir posições que não têm respaldo empírico e factual. Os negacionistas, então, assumem a posição de negar um fato porque não querem reconhecer uma verdade inconveniente.

Características

Os negacionistas existentes são variados, mas todos eles possuem características em comum que nos ajudam a entender um pouco do seu perfil e de como se estrutura uma ideia negacionista. O ponto de partida para uma teoria negacionista é a boa retórica de seu emissor. Sendo assim, a boa capacidade argumentativa é fundamental para que o negacionismo possa convencer e enganar outras pessoas.

Como mencionado, os negacionistas se escoram em teorias conspiratórias, evocando a falsa de ideia de que há uma verdade oculta que não é divulgada por haver por trás dela uma grande conspiração internacional.

Além disso, os negacionistas manipulam informações, o que envolve a descontextualização de algumas delas, a supressão de outras, e até mesmo o falseamento claro de dados. Muitas vezes, essa manipulação se dá pela utilização de falsos especialistas, isto é, a apresentação de pessoas que supostamente são especialistas em determinado assunto, mas que, na verdade, são charlatães, pois as visões e informações que elas têm sobre o assunto em questão são totalmente divergentes do conhecimento estabelecido.

Leia mais: Propaganda nazista – um dos meios mais eficazes de controle das massas durante o III Reich

Exemplos de negacionismo

Ao longo da história, uma série de teorias negacionistas surgiram, e os dois principais âmbitos nos quais elas se estabeleceram foram o da ciência e o da história. Sendo assim, definições da ciência vistas como unanimidade entre os pesquisadores são questionadas com base de falsas evidências, e fatos da história que são consenso entre os historiadores também são questionados por negacionistas.

  • Holocausto

Uma das teorias negacionistas de maior alcance e mais combatidas por especialistas da área é a que afirma que o Holocausto não aconteceu e que ele foi uma falsificação. Essa afirmação é falsa, uma vez que a historiografia possui amplas evidências, como documentos, edifícios, imagens, filmagens e depoimentos, que comprovam a existência do Holocausto.

É bom lembrar que o Holocausto foi o genocídio de judeus realizado pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. Esse crime contra a humanidade foi executado de diversas maneiras, e os judeus foram mortos, principalmente, em campos de concentração ou então fuzilados por grupos de extermínio. Cerca de seis milhões de pessoas morreram.

Os negacionistas do Holocausto afirmam que a morte de judeus não foi um genocídio, pois argumentam que não se tratava de uma política de extermínio e sim de um fruto da Segunda Guerra Mundial. Eles, ainda, questionam a existência de campos de concentração e das câmaras de gás — locais onde milhões de judeus foram assassinados. Para saber mais sobre esse acontecimento assustador da história europeia e, por isso mesmo, difícil de ser assumido, leia: Holocausto.

  • Outros tipos de negacionismos

O negacionismo do Holocausto é apenas uma das inúmeras teorias do tipo que existem. Existem aqueles, por exemplo, que afirmam que o cigarro não causa câncer, e, durante décadas, lobby e falsos estudos foram usados para demonstrar que o cigarro não causava câncer nos fumantes ativos e passivos. Cientistas sérios mostraram, por inúmeras evidências, os malefícios dessa droga à saúde humana.

Outro negacionismo visto frequentemente é o daqueles que afirmam que o aquecimento global é uma farsa. Sabemos que o aquecimento global é uma realidade e que é inteiramente causado pela ação humana, sobretudo pelo consumo de combustíveis fósseis. Muitas das teorias que negam o aquecimento global são resultado de lobby de empresas petrolíferas com o intuito de esconder os problemas do consumo excessivo de combustíveis como o petróleo.

As teorias negacionistas também questionam a forma da Terra. Desde a Antiguidade clássica, já existiam intelectuais com evidências para comprovar a esfericidade do nosso planeta. Atualmente trata-se de uma conclusão muito fácil de ser realizada porque a tecnologia nos permite isso. Entretanto, muitos ainda acreditam que a Terra seja plana.

No campo da história, existem aqueles que negam a existência do genocídio armênio, realizado pelo Império Otomano durante a Primeira Guerra Mundial; existem também os que se negam a acreditar nos massacres realizados por sérvios contra bosníacos, durante a Guerra da Bósnia. Aqui no Brasil, existem os que se negam a acreditar que nosso país viveu um período ditatorial com ampla violação dos direitos da população.

Resumo

  • O negacionismo é um conceito que explica a ação de uma pessoa em negar um fato amplamente estudado e comprovado.

  • Entre as características básicas do negacionismo, estão a manipulação de informações, a utilização de falsos especialistas e o embasamento em teorias conspiratórias.

  • O negacionista assume uma postura irracional, pois prefere acreditar em informações falsas e sem comprovação do que na ciência e em verdades inconvenientes.

  • Na história, destaca-se o negacionismo do Holocausto.

  • Na ciência, destacam-se o negacionismo do aquecimento global e o da esfericidade da Terra.

Publicado por Daniel Neves Silva
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

Aquecimento global
Saiba quais são as principais características do aquecimento global. Veja detalhes sobre as causas e as consequências desse fenômeno que gera mudanças climáticas.
Ação antrópica
Saiba mais sobre o que é ação antrópica e quais são seus efeitos no meio ambiente. O texto a seguir irá ajudá-lo na compreensão do impacto (positivo ou negativo) causado pelas alterações provocadas pelo homem no meio ambiente. Saiba também quais são as ações antrópicas que podem favorecer a preservação do meio ambiente.
Desmatamento
Descubra as principais causas e consequências do desmatamento. Conheça os biomas brasileiros mais atingidos nos últimos anos e quais são os países que mais desmatam.
Ditadura Militar no Brasil
Veja de que forma os militares tomaram o poder em 1964, instaurando uma ditadura militar no país, e os principais acontecimentos que marcaram esse regime.
Efeito Estufa
Entenda mais sobre o fenômeno natural conhecido como efeito estufa, responsável por manter a temperatura média no planeta, possibilitando a existência de vida na Terra.
Fake News
Entenda o que são fake news, qual é a origem do termo, como funciona o compartilhamento de notícias falsas e como identificar e combater essa prática. As fake news tornaram-se comuns na atualidade. Uma investigação do Departamento de Justiça dos EUA aponta que essa prática influenciou até mesmo as eleições do país.
Genocídio cambojano
Conheça a utopia agrária imposta pelo governo comunista de Pol Pot no Camboja que resultou no genocídio cambojano entre 1975 e 1979.
Holocausto
Acesse o site e veja o que foi o Holocausto e como os judeus foram perseguidos e mortos pelos nazistas. Conheça a Solução Final de Hitler contra os judeus.
Solução Final: o plano de extermínio dos judeus
Você sabe o que foi a Solução Final? Entenda como foi arquitetado esse que foi o plano nazista de extermínio dos judeus na Europa.
video icon
Geografia
Desertos
Assista à nossa videoaula e entenda o conceito de bioma. Conheça as características marcantes do bioma Deserto em seus aspectos climático, vegetacional e sua fauna.