Whatsapp icon Whatsapp

Pressão

Pressão é a grandeza física que mede a força aplicada perpendicularmente a uma superfície. Trata-se de uma grandeza escalar, que pode ser calculada pela razão entre força e área. Em unidades SI, a pressão é medida em pascal, que equivale a newtons por metro quadrado (1 Pa = 1 N/m²), mas também pode ser medida em atm (1 atm = 1,1.105 Pa).

Pressão na física

Na física, a pressão é calculada pela razão entre o módulo de uma força F e uma área A. Uma vez que a pressão é uma grandeza escalar, ela pode ser definida por sua intensidade e unidade de medida.

O gás inserido nos pneus de carros de passeio produz uma pressão próxima de 2 atm.

A pressão é diretamente proporcional à intensidade da força F bem como inversamente proporcional à área A. Confira, a seguir, a fórmula utiliza para defini-la:

P – pressão (Pa - pascal)

F – força (N – newton)

A – área (m²)

A fórmula faz sentido quando a relacionamos com objetos pontiagudos, tais como agulhas: a área de suas pontas é muito pequena, por isso elas conseguem perfurar a pele tão facilmente, sem que haja a necessidade de aplicar uma força muito grande. Isso também ocorre com objetos cortantes, tais como facas, uma vez que, ao afiá-los, busca-se reduzir-lhes a área de contato, o que aumenta a pressão exercida.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Pressão hidrostática

Pressão hidrostática é exercida por fluidos em equilíbrio. Fluidos são substâncias que assumem a forma de seus recipientes e que podem escoar, tais como a água e o ar. Quando esses fluidos encontram-se em certa altura, eles produzem pressões proporcionais a ela.

Veja também: Por que os seres humanos tornam-se míopes quando estão debaixo d'água?

Imagine um copo cheio de água colocado sobre uma mesa. A pressão que esse copo exerce depende da sua área de contato e também da força que ele exerce para baixo. Essa força, por sua vez, depende do peso do copo em si e do peso da água. A pressão oriunda da água no interior do objeto é hidrostática ou manométrica.

A pressão hidrostática depende também da densidade do fluido, quanto maior for essa densidade, maior será a pressão exercida. Observe a fórmula usada para o seu cálculo:

d – densidade (kg/m³)

g – gravidade (m/s²)

h – altura (m)

Nessa figura, é possível observar como funciona a pressão hidrostática. Observe a distância percorrida pela água que sai por cada um dos furos, ela sai com maior velocidade no furo que se encontra em maior profundidade, uma vez que a pressão exercida por ele é maior nesse ponto do que nos demais. Caso tenha maior curiosidade sobre esse tema, leia nosso texto: Hidrostática.

A figura ilustra pressão hidrostática: quanto maior a profundidade, maior é a pressão no fluido.

Pressão atmosférica

A pressão atmosférica da Terra ao nível do mar é de cerca de 1,01325.105 Pa, ou seja, um pouco superior a 100 mil newtons por metro quadrado.

Ela foi medida pela primeira vez pelo físico italiano Evangelista Torricelli. Para tanto, Torricelli fez uso de uma bacia e uma coluna de vidro, ambas cheias de mercúrio. Entornando o conteúdo da coluna de vidro na bacia, ele deixou o mercúrio escorrer para o recipiente até que o nível dessa substância no interior do tubo de vidro deixasse de abaixar.

Veja também: Elementos climáticos ou atmosféricos

Com isso ele concluiu que a pressão da atmosfera era correspondente à pressão exercida pela coluna de mercúrio, que tinha, aproximadamente, 76 cm de altura. É por esse motivo que as medidas de cmHg ou mmHg popularizaram-se, sendo usadas, inclusive, para aferir a pressão arterial.

O barômetro de Torricelli era um recipiente e um tubo de vidro cheios de mercúrio.
O barômetro de Torricelli era um recipiente e um tubo de vidro cheios de mercúrio.

A pressão atmosférica é particularmente importante quando se estuda a hidrostática. Quando os fluidos em equilíbrio hidrostático estiverem armazenados em recipientes abertos, eles estarão sujeitos à pressão atmosférica, de modo que a sua superfície permaneça alinhada sempre na mesma altura, como acontece nos vasos comunicantes.

Além disso, a pressão no fundo do recipiente, chamada de pressão absoluta, será a soma da pressão hidrostática com a pressão atmosférica. A fórmula mostrada a seguir, que é usada para calcular a pressão absoluta, relaciona a pressão atmosférica (P0) à pressão hidrostática e é chamada de lei ou teorema de Stevin, confira:

P0 – pressão atmosférica (1,01.105 Pa ou 1 atm)

Assim como ocorre com a pressão hidrostática, a pressão atmosférica varia. De acordo com a altura, à medida que subimos, em relação ao nível do mar, ela diminui, uma vez que o ar em nossa volta torna-se cada vez mais rarefeito. Para efeito de comparação, a pressão atmosférica no pico do Everest, o ponto mais alto do relevo terrestre, é cerca de 250 mmHg, ou 0,3 atm, aproximadamente.

Pressão arterial

A pressão arterial é exercida pelo sangue sobre os vasos sanguíneos. Uma pressão arterial saudável situa-se entre 120 mmHg e 80 mmHg. Uma vez que a pressão sanguínea é maior que a pressão atmosférica externa, o sangue consegue percorrer o sistema circulatório e voltar ao coração sem que ocorra um colapso dos vasos.

Saiba mais: Tipos de circulação sanguínea – fechada, simples, dupla, incompleta e completa

Exercícios resolvidos sobre pressão

Questão 1) (Enem) Um dos problemas ambientais vivenciados pela agricultura hoje em dia é a compactação do solo, devida ao intenso tráfego de máquinas cada vez mais pesadas, reduzindo a produtividade das culturas. Uma das formas de prevenir o problema de compactação do solo é substituir os pneus dos tratores por pneus mais:

a) largos, reduzindo pressão sobre o solo.

b) estreitos, reduzindo a pressão sobre o solo.

c) largos, aumentando a pressão sobre o solo.

d) estreitos, aumentando a pressão sobre o solo.

e) altos, reduzindo a pressão sobre o solo.

Gabarito: Letra a

Resolução:

Para evitar a compactação do solo, é necessário reduzir a pressão exercida sobre ele, para tanto, uma possível solução é usar pneus mais largos, que aumentem a área de contato das máquinas com o solo.

Questão 2) (Enem) Para realizar um experimento com uma garrafa PET cheia de água, perfurou-se a lateral da garrafa em três posições, em diferentes alturas. Com a garrafa tampada, a água não vazou por nenhum dos orifícios, e, com a garrafa destampada, observou-se o escoamento da água, conforme ilustrado na figura. Como a pressão atmosférica interfere no escoamento da água, nas situações com a garrafa tampada e destampada, respectivamente?

a) Impede a saída de água, por ser maior que a pressão interna; não muda a velocidade de escoamento, que só depende da pressão da coluna de água.

b) Impede a saída de água, por ser maior que a pressão interna; altera a velocidade de escoamento, que é proporcional à pressão atmosférica na altura do furo.

c) Impede a entrada de ar, por ser menor que a pressão interna; altera a velocidade de escoamento, que é proporcional à pressão atmosférica na altura do furo.

d) Impede a saída de água, por ser maior que a pressão interna; regula a velocidade de escoamento, que só depende da pressão atmosférica.

e) Impede a entrada de ar, por ser menor que a pressão interna; não muda a velocidade de escoamento, que só depende da pressão da coluna de água.

Gabarito: Letra a

Resolução:

Quando a garrafa está fechada, não há ação da pressão atmosférica sobre o fluido. Como a pressão hidrostática relativa à altura do fluido é menor que a pressão atmosférica, nenhuma água escoará do recipiente furado. Quando a garrafa está aberta, a pressão atmosférica soma-se à pressão hidrostática, fazendo com que o fluido seja expelido com maior velocidade.

Questão 3) (Eear 2018 - adaptada) O valor da pressão registrada na superfície de um lago é de 1,0.105 Pa, que corresponde a 1 atm. Um mergulhador encontra-se, nesse lago, em uma profundidade na qual ele constata uma pressão de 3 atm. Sabendo que a densidade da água do lago vale 1000 kg/m³ e que o módulo da aceleração da gravidade no local vale 10 m/s², em qual profundidade, em metros, em relação à superfície, esse mergulhador encontra-se?

a) 20 m

b) 40 m

c) 30 m

d) 10 m

Gabarito: Letra a

Resolução:

Para encontrarmos a profundidade em que o mergulhador encontra-se, basta fazermos o cálculo usando o teorema de Stevin, observe:

Com base nos dados informados pelo enunciado, o mergulhador encontra-se em uma profundidade de 20 m em relação à superfície.

Publicado por Rafael Helerbrock

Artigos Relacionados

Sistema Solar
A Gravitação Universal
Clique aqui e aprenda a lei da gravitação universal e como ela influencia os planetas do sistema solar.
Carro de fórmula Indy
Carro em uma pista inclinada
Estudo das trajetórias curvas de um carro em uma pista inclinada.
Colisões em direções oblíquas
Colisão oblíqua
Para realizar os cálculos envolvendo uma colisão oblíqua é necessário decompor as velocidades em duas direções.
Como Funciona o Borrifador?
O princípio de funcionamento do borrifador faz o avião voar!!!
Os grandes navios flutuam por causa do equilíbrio entre peso e empuxo
Empuxo
Clique aqui e entenda o Empuxo, força descoberta por Arquimedes e que surge sobre objetos mergulhados em fluidos.
Fluidos
Venha entender melhor as características dos fluidos, bem como as principais fórmulas e conceitos envolvidos.
Hidrodinâmica
Clique aqui e conheça quais sãos os estudos da hidrodinâmica!
Hidrostática
Você sabe o que é hidrostática? Conheça os principais conceitos e fórmulas dessa área da Física, bem como confira exercícios resolvidos.
A ideia de força está ligada a ações como puxar, empurrar, quebrar, entre outras
O que é força?
Você sabe definir o que é uma força? Clique aqui e veja quais são as principais características e efeitos dessa grandeza sobre os corpos.
Bloco de massa m sobre um plano inclinado
Plano inclinado
Análise do comportamento de um bloco de massa m apoiado sobre um plano inclinado.
A transmissão de pressão foi proposta por Blaise Pascal
Princípio de Pascal
Veja a definição e os cálculos do princípio enunciado por Blaise Pascal.
Turbina transforma energia cinética dos ventos em energia elétrica.
Relação entre Trabalho e Energia Cinética
Veja qual é a relação entre o trabalho e a energia cinética.
Triângulo de Pascal ou Tartaglia
Propriedades do Triângulo de Pascal.
Unidades de Pressão
Entenda as relações entre as unidades de medidas de pressão.
Trajetória t descrita por uma partícula
Velocidade vetorial
Velocidade vetorial é o quociente entre o deslocamento do móvel e o tempo gasto para percorrê-lo. Entenda seu conceito e sua aplicação aqui.
video icon
Matemática
Área de tronco de pirâmide
Nesta aula, iremos aprender quais são os elementos de um tronco de pirâmide: aresta da base maior, aresta da base menor, aresta lateral, altura da pirâmide, apótema da base maior, apótema da base menor e apótema da pirâmide. Em seguida, veremos como calcular a área de um tronco de pirâmide qualquer.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.