A Revolução Verde

As inovações tecnológicas na agricultura para a obtenção de maior produtividade através do desenvolvimento de pesquisas em sementes, fertilização do solo, utilização de agrotóxicos e mecanização no campo que aumentassem a produtividade, ficou denominada de Revolução Verde. Esse processo ocorreu através do desenvolvimento de sementes adequadas para tipos específicos de solos e climas, adaptação do solo para o plantio e desenvolvimento de máquinas.

A expressão Revolução Verde foi criada em 1966, em uma conferência em Washington, por William Gown, que disse a um pequeno grupo de pessoas interessadas no desenvolvimento dos países com déficit de alimentos “é a Revolução Verde, feita à base de tecnologia, e não do sofrimento do povo”.

A implantação de novas técnicas agrícolas iniciou-se no fim da década de 1940, porém os resultados expressivos foram obtidos durante as décadas de 1960 e 1970, onde países em desenvolvimento aumentaram significativamente sua produção agrícola.

Esse programa foi financiado pelo grupo Rockefeller, sediado em Nova Iorque. Utilizando um discurso ideológico de aumentar a produção de alimentos para acabar com a fome no mundo, o grupo Rockefeller expandiu seu mercado consumidor, fortalecendo a corporação com vendas de pacotes de insumos agrícolas, principalmente para países em desenvolvimento como Índia, Brasil e México.
O grupo patrocinou projetos em determinados países criteriosamente selecionados, as nações escolhidas foram: México, Filipinas, Estados Unidos, e, em menores proporções, o Brasil.

As sementes modificadas e desenvolvidas nos laboratórios possuem alta resistência a diferentes tipos de pragas e doenças, seu plantio, aliado à utilização de agrotóxicos, fertilizantes, implementos agrícolas e máquinas, aumenta significativamente a produção agrícola.

Constatou-se um aumento extraordinário na produção de alimentos. No México, as experiências iniciais e mais significativas foram realizadas com o trigo, que em sete anos quadruplicou sua produção. Nas Filipinas, as pesquisas foram realizadas com o arroz, o resultado foi satisfatório, havendo um grande aumento na produção e colheita.
Porém, a fome no mundo não reduziu, pois a produção dos alimentos nos países em desenvolvimento é destinada, principalmente, a países ricos industrializados, como Estados Unidos, Japão e Países da União Europeia.

A modernização no campo alterou a estrutura agrária. Pequenos produtores que não conseguiram se adaptar às novas técnicas de produção, não atingiram produtividade suficiente para competir com grandes empresas agrícolas e se endividaram com empréstimos bancários solicitados para a mecanização das atividades, tendo como única forma de pagamento a venda da propriedade para outros produtores.

A Revolução Verde proporcionou tecnologias que atingem maior eficiência na produção agrícola, aumentando significativamente a produção de alimentos, entretanto, a fome mundial não foi solucionada, desbancando o discurso humanitário de aumentar a produção de alimentos para acabar com a fome nos países em desenvolvimento.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Mecanização na agricultura
Mecanização na agricultura
Publicado por: Wagner de Cerqueira e Francisco
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Lista de Exercícios

Questão 1

 “Podemos dizer que a agropecuária moderna nasceu com a Revolução Industrial – ou seja, com a sociedade moderna – e a aplicação gradativa dos métodos industriais, em especial a mecanização e a produção em grande escala, no campo. Mas foi após a Segunda Guerra Mundial, especialmente nos anos 1960, que esse conceito de “agricultura moderna” passou a ser empregado com mais frequência. Ele se popularizou com a chamada revolução verde, aplicada a partir de 1966-1967 em diversos países […]”.

VESENTINI, J. W. Geografia: o mundo em transição. São Paulo: Editora Ática, 2012. p.114.

Assinale a alternativa que melhor define o conceito em destaque no texto:

a) trata-se de um processo revolucionário manifesto no meio agrário e que teve como consequência a hegemonia da classe camponesa em países desenvolvidos.

b) é o processo de modernização do campo, com a implantação de novas técnicas produtivas e científicas da produção agropecuária.

c) relaciona-se com a dinâmica industrial, proporcionando a diminuição da agricultura para as atividades relacionadas com o setor secundário da economia.

d) é a caracterização das novas estratégias de produção agrícola, marcadas pelo predomínio da mão de obra assalariada e pelo cultivo de produtos exclusivamente orgânicos.

Questão 2

(ENEM)

Charge sobre os alimentos transgênicos
Charge sobre os alimentos transgênicos

Na charge, faz-se referência a uma modificação produtiva ocorrida na agricultura. Uma contradição presente no espaço rural brasileiro derivada dessa modificação produtiva está presente em:

a) Expansão das terras agricultáveis, com manutenção de desigualdades sociais.

b) Modernização técnica do território, com redução do nível de emprego formal.

c) Valorização de atividades de subsistência, com redução da produtividade da terra.

d) Desenvolvimento de núcleos policultores, com ampliação da concentração fundiária.

e) Melhora da qualidade dos produtos, com retração na exportação de produtos primários.

Mais Questões
Assuntos relacionados
Tipos de Indústrias Conforme o Nível Tecnológico
O desenvolvimento tecnológico no setor industrial.
Com a reestruturação produtiva, praticamente não se vê mais trabalhadores nas linhas de montagem automotivas¹
Reestruturação Produtiva
O conceito de reestruturação produtiva e sua relação com o Neoliberalismo e a Terceira Revolução Industrial.
A ação do fogo no Cerrado é um dos principais problemas para a sua conservação ¹
Degradação do Cerrado
Entenda como ocorre o processo de degradação do Cerrado, as raízes desse problema e os seus efeitos no espaço brasileiro.
A mecanização do campo provoca alterações em toda a composição do espaço geográfico
Efeitos da mecanização do campo
Entenda os principais efeitos da mecanização do campo e como as modificações técnicas no meio rural interferem em toda a dinâmica do espaço geográfico.
A mecanização é um dos traços atuais da agricultura no Brasil
Agricultura no Brasil atual
Entenda a atual configuração socioespacial da agricultura no Brasil e os principais aspectos produtivos do setor agrícola no país.
Um dos principais desafios da globalização é garantir o desenvolvimento sustentável
Globalização e meio ambiente
Entenda a relação entre globalização e meio ambiente, bem como os problemas e desafios das sociedades com relação ao espaço natural em nível mundial.
A plantação de soja é um dos principais exemplos de monocultura no Brasil.
Monocultura
Entenda mais a respeito da monocultura, uma prática de cultivo agrícola de um único produto realizada, normalmente, em latifúndios. Saiba como é desenvolvida essa prática agrícola, suas consequências para o solo e para o meio ambiente, suas principais vantagens e desvantagens, além dos problemas associados a esse plantio.
Na economia de mercado, o sistema financeiro é guiado pela iniciativa privada
Economia de Mercado
O conceito de economia de mercado e o seu papel na economia capitalista.
A economia planificada objetiva conter as desigualdades e nivelar o padrão econômico de riqueza
Economia planificada
Definição, aspectos e características da economia planificada.