Whatsapp icon Whatsapp

Crosta terrestre

A crosta terrestre é a camada mais superficial do planeta Terra. Ela é formada por rochas, minerais e solo, além de servir como substrato para as atividades humanas.
Representação da fragmentação da crosta terrestre em placas tectônicas.
A crosta terrestre é fragmentada em grandes blocos rochosos chamados de placas tectônicas.

A crosta terrestre, também chamada de litosfera, é a camada estreita e fina que forma a porção mais externa da esfera planetária. Ela é formada basicamente por minerais diversos, como silício, alumínio e magnésio.

Apresenta uma estrutura fragmentada, formada por grandes blocos rochosos chamados de placas tectônicas, que se movimentam mediante os agentes geomorfológicos internos do planeta. Pode ser dividida em continental e oceânica, ou, ainda, em sima e sial. Ela apresenta diferenças significativas em relação às outras camadas terrestres, ou seja, o manto e o núcleo, e possui grande importância no desenvolvimento das atividades humanas.

Leia também: Planeta Terra — as características do planeta que habitamos

Resumo sobre crosta terrestre

  • O planeta Terra é formado por três camadas distintas, são elas: crosta terrestre, manto e núcleo.

  • A crosta terrestre é a camada mais externa do planeta, formada pelas partes continental e oceânica.

  • Outra divisão da crosta terrestre, relacionada a sua composição mineralógica, considera as subcamadas sima e sial.

  • A crosta terrestre é formada basicamente por rochas e minerais diversos, como silício, alumínio e magnésio.

  • A litosfera é fragmentada por meio de grandes blocos rochosos, que recebem o nome de placas tectônicas.

  • A dinâmica da crosta terrestre envolve a movimentação das placas tectônicas por meio de fenômenos diversos, como o vulcanismo e o tectonismo.

Características da crosta terrestre

A crosta terrestre é a camada mais superficial entre as que compõem a Terra. Ela também é a mais fina dessas camadas, representando uma estreita estrutura formada por rochas, solos e minerais e bastante suscetível aos fenômenos naturais.

A crosta terrestre é fragmentada por meio de grandes blocos rochosos, chamados de placas tectônicas, que estão sobrepostas à camada imediatamente inferior, de característica pastosa, chamada de manto. Essas placas se movimentam, por meio da astenosfera, originando eventos geológicos diversos como os terremotos.

A crosta terrestre é considerada a camada mais importante do planeta, pois é nela que são desenvolvidas as atividades humanas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quais são as partes da crosta terrestre?

A crosta terrestre pode ser dividida de duas formas. A primeira delas leva em consideração a sua localização, havendo as partes continental e oceânica. A crosta continental é formada pela maior parte das terras emersas do planeta, como os continentes e as ilhas. Já a costa oceânica é composta pelas terras imersas do planeta, ou seja, que estão cobertas por fontes de água, como mares e oceanos.

Já a segunda classificação leva em conta a composição da crosta terrestre. Assim, temos a divisão da crosta em duas camadas de composições mineralógicas distintas, a sima e a sial. A camada sima, mais interna, é formada basicamente por sílica e magnésio. Já a camada mais externa, a sial, é composta principalmente por silício e alumínio.

Leia também: O que tem no centro da Terra?

Dinâmica da crosta terrestre

A dinâmica da crosta terrestre, assim como a das demais camadas terrestres, é bastante ativa. No caso específico da crosta, ela recebe grande influência do manto terrestre, camada imediatamente abaixo, formada por um material pastoso chamado de magma.

A crosta terrestre, formada por grandes pedaços rochosos, flutua sobre o manto, logo, movimenta-se mediante as dinâmicas mais internas do planeta, resultantes de processos como o tectonismo e o vulcanismo. Por sua vez, a parte externa da crosta terrestre também sofre com a ação de diversos agentes que atuam na sua transformação. São exemplos desses agentes: o clima, a vegetação, o vento, a água e os seres vivos.

Diferenças entre crosta terrestre, manto terrestre e núcleo terrestre

A Terra é formada por três grandes camadas, com características distintas entre si.

  • Crosta terrestre: é a camada mais externa, formada basicamente por rochas e minerais, sendo fragmentada por meio da formação das placas tectônicas. A crosta terrestre é dividida em continental e oceânica, ou, ainda, em sima e sial. Já o manto terrestre é a camada intermediária, composta basicamente por rochas, em sua maioria em estado pastoso, como o magma.

  • Manto terrestre: é o local de origem de fenômenos importantes da dinâmica terrestre, como o vulcanismo e o tectonismo.

  • Núcleo terrestre: é a camada mais interna do planeta, e também a mais desconhecida pela ciência. É formado basicamente por ferro e níquel, e é dividido em núcleo externo e interno.

Esquema ilustrativo das camadas terrestres
A esfera terrestre é formada por três camadas: crosta, manto e núcleo.

Exercícios resolvidos sobre crosta terrestre

Questão 1

(UEG 2018) Sobre a estrutura geológica da Terra e sua dinâmica, tem-se o seguinte:

a) Estima-se que, da superfície terrestre ao seu centro, a profundidade média seja de, aproximadamente, 15.500 km.

b) O conjunto das crostas continental e oceânica, chamado de litosfera, constitui a esfera rígida do planeta Terra.

c) As regiões localizadas nas zonas de subducção e/ou afastamento das placas continentais são as mais estáveis do planeta.

d) O núcleo terrestre corresponde à metade da estrutura do planeta e é constituído principalmente por alumínio e sílica.

e) Os vulcões são fenômenos geológicos que ocorrem exclusivamente nas áreas de contato das placas tectônicas.

Resolução: Alternativa B. A crosta terrestre é formada por uma camada estreita e rígida, composta por rochas e minerais diversos, sendo dividida em crosta continental e oceânica.

Questão 2

(UCPEL) O relevo da Terra vai sofrendo, ao longo do tempo, a ação de agentes externos e internos à crosta terrestre, que vão modelando a superfície continuamente. Indique a alternativa que apresenta processos que englobam a ação de agentes externos na formação do relevo terrestre.

a) Vulcanismo, falhamento e tectonismo.

b) Tectonismo, deposição e falhamento.

c) Terremoto, vulcanismo e assoreamento.

d) Dobramento, aluvionamento e erupção.

e) Erosão, transporte e sedimentação.

Resolução: Alternativa E. A crosta terrestre sofre com a influência dos agentes internos e externos do relevo na sua transformação. São exemplos de processos externos que atuam na transformação dessa camada terrestre a erosão, o transporte e a sedimentação. 

Publicado por Mateus Campos
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

Agentes de formação do relevo
Confira aqui quais são os agentes de formação do relevo e veja como eles atuam.
Formas de relevo
Saiba quais são as grandes formas de relevo existentes na superfície terrestre e veja suas características. Conheça as principais formas de relevo do Brasil.
Influência dos Oceanos sobre o Clima
Você sabia que o comportamento das águas dos oceanos exerce direta influência sobre as condições climáticas da Terra? Leia e entenda!
Relevo brasileiro
Clique aqui, saiba quais são as principais características geomorfológicas do Brasil e conheça as formas de relevo que ocorrem ao longo do território brasileiro.
Relevo e sociedade
Como os elementos estruturais da natureza condicionam a nossa vivência? Compreenda a dinâmica existente entre relevo e sociedade!
Uso econômico das rochas
Conheça a importância da utilização das rochas tanto na atualidade quanto ao longo da história.
Ventos de monções
Ventos de monções, O que é Ventos de monções, Onde surgem os Ventos de monções, Quando surgem os Ventos de monções, Quais são as características dos Ventos de monções, Quais as conseqüências dos Ventos de monções.
video icon
Professora ao lado do texto"Aposto".
Português
Aposto
Aposto é o nome que se dá ao elemento sintático que se junta a outro a título de explicação ou de apreciação. Assista a esta videoaula e aprenda um pouco mais sobre o emprego e a classificação desse termo acessório da oração.