Whatsapp icon Whatsapp

Faixa de Gaza

Faixa de Gaza é uma região formada por uma estreita faixa de terra que compõe, com a Cisjordânia, a Palestina. O território gazeu é um dos mais povoados do globo.
Bandeira da Palestina, formada pela Faixa de Gaza e pela Cisjordânia.
Bandeira da Palestina, formada pela Faixa de Gaza e pela Cisjordânia.

 Faixa de Gaza é um território que, com a Cisjordânia, forma a Palestina. Está localizada no Oriente Médio, entre os países Israel e Egito, na costa do mar Mediterrâneo. O território gazeu é uma estreita faixa de terra, que historicamente foi ocupada por diversos povos, como os árabes. A partir da fundação do Estado de Israel, muitos refugiados palestinos instalaram-se na Faixa de Gaza.

Na atualidade, é uma região densamente povoada. Os seus indicadores econômicos e sociais são extremamente baixos. A economia da Faixa de Gaza, assim como a sua infraestrutura, foi duramente atingida pelos recorrentes conflitos militares que ocorrem na região. A Faixa de Gaza é dominada pelo grupo extremista Hamas. A população local é predominantemente islâmica e possui hábitos culturais típicos dos povos muçulmanos.

Leia também: Causas e consequências da Primeira Guerra Árabe-Israelense

Resumo sobre a Faixa de Gaza

  • A Faixa de Gaza é uma região que forma, com a Cisjordânia, a Palestina. O território da Palestina busca reconhecimento internacional como um Estado.

  • O território gazeu serviu como abrigo para um grande número de refugiados que fugiram da Palestina após a fundação do Estado de Israel.

  • Geograficamente, a Faixa de Gaza possui relevo plano, além de clima e vegetação desérticos. É banhada pelo mar Mediterrâneo.

  • A população da Faixa de Gaza é de cerca de dois milhões de habitantes. O território possui uma das mais altas densidades demográficas do globo.

  • Economicamente, predomina o setor terciário, marcado pelas atividades informais no comércio e nos serviços.

  • A infraestrutura da Faixa de Gaza foi duramente atingida pelos conflitos bélicos, que são recorrentes na região.

  • A Faixa de Gaza é representada internacionalmente pela Organização para a Libertação da Palestina (OLP), porém, localmente, é dominada pelo grupo extremista Hamas.

  • A cultura dos gazeus é marcada pelos costumes da fé islâmica, que estão expressos nos hábitos cotidianos da população.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Videoaula sobre o que é a Faixa de Gaza

Dados gerais da Faixa de Gaza

  • Nome oficial: Faixa de Gaza

  • Gentílico: gazita ou gazeu

  • Extensão territorial: 365 quilômetros quadrados

  • Localização: Oriente Médio

  • Capital: Gaza

  • Clima: Desértico

  • Governo: Autoridade Nacional que compõe uma república semipresidencialista com a Palestina.

  • Idioma: árabe

  • Religiões: 99% (islamismo) e 1% (outras)

  • População: 2.048.000 habitantes

  • Densidade demográfica: 5046 habitantes/quilômetro quadrado

  • Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): não disponível

  • Moeda: Novo shekel israelense

  • Produto Interno Bruto (PIB): US$ 1,35 bilhão

  • PIB per capita: US$ 6100

  • Gini: não disponível

  • Fuso horário: UTC+2

  • Relações exteriores: membro observador da Organização das Nações Unidas (ONU) como parte do Estado da Palestina.

  • Divisão administrativa: cinco distritos, sendo eles:

Gaza Norte

Khan Younis

Gaza

Rafah

Deir el Balah

 

História da Faixa de Gaza

Historicamente, a região da Faixa de Gaza foi ocupada por diversos grupos, com destaque para as populações árabes. Em 1917, como um desdobramento da Primeira Guerra Mundial (1914-1918), a região da Palestina, na qual a Faixa de Gaza está localizada, foi invadida pela Grã-Bretanha. A ocupação britânica durou até 1948, quando foi fundado na região o Estado de Israel, composto por populações judaicas, que, em razão de diversos acontecimentos históricos e políticos, encontravam-se dispersas em diversas regiões do globo.

A formação de Israel culminou em vários conflitos entre a referida nação judaica e os países árabes da região. Nesse contexto geopolítico, a Faixa de Gaza assim como a Cisjordânia foram regiões que, em razão do domínio de populações árabes, receberam muitos refugiados palestinos, que perderam suas casas e terras devido à formação de Israel.

Na atualidade, a Faixa de Gaza forma, com a Cisjordânia, a Palestina. Contudo, a Palestina não é considera propriamente um Estado, já que carece de reconhecimento internacional por parte de vários países e entidades internacionais.

A história da Faixa de Gaza é marcada pelos intensos conflitos com o Estado de Israel. A diversidade étnico-religiosa e as inúmeras violações dos Direitos Humanos promovidas pelos judeus funcionam como estopins para os conflitos militares na região. Israel mantém um domínio de grande parte das fronteiras gazitas, inclusive, por meio do controle de deslocamento de pessoas e mercadorias.

O último grande conflito entre aos palestinos da Faixa de Gaza e o Estado de Israel ocorreu em 2021, embate que culminou em grandes perdas humanas e materiais, majoritariamente no território gazeu.

Foto após ataque na Faixa de Gaza com fumaça preta entre destroços.
A Faixa de Gaza é uma região muito conflituosa do globo, sendo comum os embates entre a população local e o Estado de Israel. [1]

Geografia da Faixa de Gaza

A Faixa de Gaza é uma região do território da Palestina, localizado no Oriente Médio. O território gazeu faz fronteira com Egito e Israel, além do mar Mediterrâneo, que banha toda a sua costa oeste. A Faixa de Gaza é predominantemente plana, formada por áreas de planície litorânea, que se estendem ao longo da costa oceânica. O nome dessa região vem justamente da configuração do seu território, uma pequena faixa comprida e estreita, voltada para o litoral do mar Mediterrâneo.

O clima da Faixa de Gaza é Desértico, com verões quentes e invernos mais amenos. A região possui baixos índices de umidade e de precipitação. Dessa forma, apresenta pouquíssimos reservatórios de água. A vegetação da Faixa de Gaza é predominantemente desértica. No litoral da região ocorre algumas espécies de vegetação mediterrânea.

Leia também: Escassez de água no Oriente Médio

Mapa da Faixa de Gaza

Mapa da região de Israel e Palestina.

Demografia da Faixa de Gaza

A Faixa de Gaza é um pequeno território de 365 quilômetros quadrados que agrupa uma população aproximada de dois milhões de habitantes. Portanto, apresenta uma grande densidade demográfica, sendo considerada uma das áreas mais povoadas do globo. Os habitantes da Faixa de Gaza, no geral, são provenientes de outras regiões da Palestina, que, em razão da fundação do Estado de Israel, agruparam-se no pequeno território gazeu, localizado na fronteira com o Egito.

A população local, em razão de questões culturais, apresenta altas taxas de natalidade, que resultam em um crescimento populacional expressivo. Entretanto, a expectativa de vida local é muito baixa. A Faixa de Gaza é dos territórios mais pobres do globo. A população gazita possui péssimas condições de vida e renda, resultado, entre outros fatores, dos conflitos militares que ocorrem de maneira recorrente na região.

Economia da Faixa de Gaza

A economia da Faixa de Gaza é muito fragilizada, em especial, devido aos conflitos políticos e militares que ocorrem com frequência nessa região. Economicamente, a Faixa de Gaza é uma das regiões menos desenvolvidas do mundo.

O setor terciário, formado pelas atividades de comércio e serviços, é o principal do território, porém é fortemente marcado pela informalidade e pela precariedade logística. Na região, predominam pequenos comércios tipicamente familiares, assim como a oferta de poucos serviços para a população.

O setor secundário, caracterizado pelas atividades industriais, é inexistente da Faixa de Gaza.

Já o setor primário é muito restrito, uma vez que as condições climáticas locais dificultam o desenvolvimento da agropecuária. Portanto, as atividades primárias são voltadas para o consumo de subsistência e para o abastecimento de feiras locais.

Infraestrutura da Faixa de Gaza

A Faixa de Gaza apresenta uma infraestrutura muito deficiente. Os conflitos militares na região destruíram, ao longo do tempo, grande parte dos equipamentos de infraestrutura local, como aeroportos e ferrovias, além de prédios de escolas e universidades. Na atualidade, o território gazeu conta apenas com uma restrita rede de rodovias, que fazem as ligações entre os principais centros urbanos da região.

Já em relação aos serviços públicos, a estrutura de escolas e hospitais é muito deficitária e apresenta graves problemas de atendimento à população. O acesso ao saneamento básico é inexistente e o abastecimento de energia é intermitente. Os gazeus sofrem, ainda, com pouca disponibilidade de acesso à água potável e à alimentação.

Prédios destruídos na Faixa de Gaza.
Os intensos bombardeios lançados por Israel na Faixa de Gaza geram grandes prejuízos estruturais para o território. [2]

Governo da Faixa de Gaza

A Faixa de Gaza é uma região que compõe a Palestina, cujo governo é representado pela Organização para a Libertação da Palestina (OLP). A Palestina, formada pela Faixa de Gaza e pela Cisjordânia, é um território que busca reconhecimento internacional. Sendo assim, essa organização é a responsável pela representação dos palestinos em âmbito internacional.

O governo local possui várias estruturas de gestão, porém concentradas no território da Cisjordânia. Portanto, há um certo distanciamento da população da Faixa de Gaza das questões políticas locais, em razão de fatores não somente ligados à administração do governo central, mas também às péssimas condições econômicas do território gazeu.

Além disso, a separação geográfica entre a Faixa de Gaza e a Cisjordânia dificulta uma maior integração entre as regiões. Ademais, a Faixa de Gaza possui uma forte atuação de grupos extremistas, como o Hamas, que dificultam a estabilidade política local.

O Hamas é o grupo que domina o cenário político da Faixa de Gaza nos últimos anos, cenário que impede uma maior proximidade política com a Cisjordânia, que é governada por um grupo denominado Fatah. Sendo assim, há uma grande dificuldade, por parte da Autoridade Palestina, no estabelecimento de processo eleitorais e atividades governamentais no território gazeu.

  • Videoaula sobre o Hamas

Cultura da Faixa de Gaza

A principal influência cultural da Faixa de Gaza é a religião muçulmana, uma vez que quase a totalidade da população local é praticante do islamismo, fator que afeta diretamente os costumes cotidianos locais. A religião islâmica e a língua árabe são, inclusive, utilizadas como meio de resistência aos ataques estrangeiros sofridos pela população local. A região da Faixa de Gaza não possui equipamentos culturais. A razão para tal está alicerçada nas condições econômicas e políticas locais, marcadas pelos sucessivos conflitos bélicos que ocorrem no território gazeu.

Os habitantes da Faixa de Gaza possuem práticas culturais típicas do mundo árabe, como o uso de vestimentas tradicionais, o consumo de chás e pães, além da prática de ritos tradicionais para a religião muçulmana. A principal influência cultural do Ocidente na região é marcada pelas práticas esportivas, já que grande parte da população local tem muita admiração pelo futebol.

Veja também: Qual é a diferença entre os árabes e os muçulmanos?

Curiosidades da Faixa de Gaza

  • O território gazeu possui cerca de dois milhões de habitantes, que estão distribuídos em uma faixa de 41 quilômetros de comprimento e de seis a 12 quilômetros de largura. A Faixa de Gaza é uma das regiões mais densamente povoadas do globo!

  • O Estado de Israel exerce um bloqueio terrestre, marítimo e aéreo no território gazeu. Portanto, há uma completa restrição da circulação de pessoas, mercadorias e serviços entre a Faixa de Gaza e o exterior.

  • O Aeroporto Internacional de Gaza foi destruído pelas forças israelenses em 2001. Desde então, jamais foi reconstruído, assim como prédios de escolas e hospitais. Em razão dos conflitos entre árabes e israelenses, até o zoológico da Faixa de Gaza foi fechado.

  • O esporte é a paixão nacional da população palestina que vive na Faixa de Gaza. O principal clube de futebol masculino do território é o Shabab Khan Younes, que participa ativamente da liga local.

Créditos das imagens

[1] Nick_ Raille_07 / Shutterstock

[2] Ryan Rodrick Beiler / Shutterstock 

Publicado por Mateus Campos

Artigos Relacionados

Conflitos entre Israel e Palestina
Venha entender um pouco dos conflitos travados entre Israel e Palestina. Saiba como esses conflitos se iniciaram, e veja um resumo dos seus principais episódios.
Bandeira do Egito
Egito
Saiba mais sobre a história da civilização egípcia. Veja dados geográficos, demográficos e econômicos do Egito e leia sobre a diversidade cultural dos egípcios.
Israel
Conheça a história da fundação do Estado de Israel. Saiba mais sobre a origem dos conflitos políticos e religiosos que caracterizam o país desde a sua criação.
A cidade de Jerusalém, localizada no Oriente Médio, é considerada sagrada para o cristianismo, o judaísmo e o islamismo.
Oriente Médio
Saiba mais sobre o agrupamento de países que formam o Oriente Médio. Veja informações sobre as características geográficas, econômicas e culturais da região.
Palestina
Saiba mais sobre os aspectos históricos e geográficos da Palestina. Entenda o processo de reconhecimento internacional da Palestina como um território soberano.
video icon
Guia de Profissões
Guia de Profissões | A vida no Direito, com Patricia Vanzolini
Quer ter mais informações sobre o curso de Direito e a profissão? Confira uma entrevista com a advogada Patricia Vanzolini, que fala tudo o que você precisa saber sobre o assunto.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.