Whatsapp icon Whatsapp

Mato Grosso

  Mato Grosso é um estado da região Centro-Oeste do Brasil. Está localizado em um ponto central da América do Sul. A sua geografia é formada e influenciada pela presença, em seu território, de três grandes biomas: Floresta Amazônica, Cerrado e Pantanal. O estado possui uma população aproximada de 3,5 milhões de habitantes. A cultura local é marcada pela influência indígena e africana, além dos colonizadores europeus.

A história do Mato Grosso está relacionada ao processo de ocupação do interior do território brasileiro e à busca por metais preciosos na região. A descoberta de ouro e diamantes fomentou a ocupação do estado e sua economia. Na atualidade, a base econômica mato-grossense é a agropecuária, setor em que o estado é destaque internacional. Contudo, a produção primária encontra como obstáculo principal a infraestrutura incipiente, que dificulta o escoamento da produção para outras regiões.

Leia também: Estados do Brasil – entidades autônomas que possuem seus próprios governos

Dados gerais do Mato Grosso

  • Região: Centro-Oeste

  • Capital: Cuiabá

  • Governo: Mauro Mendes (2019-2022)

  • Área territorial: 903.207 km² (IBGE, 2019)

  • População: 3.526.220 habitantes (IBGE, 2020)

  • Densidade demográfica: 3,36 hab./km² (IBGE, 2010)

  • Fuso: UTC-4

  • Clima: Tropical

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

História de Mato Grosso

O atual território de Mato Grosso já pertenceu à Espanha por meio do Tratado de Tordesilhas, assinado em 1494, antes mesmo do processo de colonização do Brasil. Com a chegada dos colonizadores portugueses ao litoral brasileiro e da evolução da ocupação do interior do Brasil, cresceu o interesse de Portugal pelas possíveis reservas de minerais presentes no país.

Além disso, as inúmeras incursões de forças estrangeiras e as indefinições sobre as fronteiras terrestres resultaram em um novo acordo entre Espanha e Portugal. Nesse contexto foi assinado o Tratado de Madri (1750), o qual assegurava que o território do Mato Grosso pertencia ao Brasil, sob a colonização de Portugal. A capitania de Mato Grosso foi fundada nesse período, mais precisamente, em 1748.

A maioria da população local, nesse período, foi atraída pelos depósitos de recursos minerais, como o ouro, em especial, na região da capital, Cuiabá. A mineração foi o fator pioneiro de povoamento do Mato Grosso, sendo que, após a decadência da atividade, o estado sofreu com o isolamento político e econômico.

Já após a proclamação da república (1889), novas levas de imigrantes chegaram à região, atraídas pela exploração de borracha e madeira. A ocupação do território foi se desenvolvendo, inclusive com incentivos fiscais estatais, que buscavam atrair contingente populacional para a região.

Nos anos 1970, por exemplo, muitos sulistas chegaram ao estado em razão dos incentivos do Estado para a ocupação de terra para a prática da agropecuária. Em 1979, o território do Mato Grosso foi dividido em dois estados (Mato Grosso e Mato Grosso do Sul). Desde então o estado é destaque no desenvolvimento das atividades agropecuárias.

Veja também: Quais são as capitais dos estados do Brasil?

O estado do Mato Grosso é conhecido como um dos grandes celeiros agrícolas do mundo, em razão da elevada produção agropecuária. [1]
O estado do Mato Grosso é conhecido como um dos grandes celeiros agrícolas do mundo, em razão da elevada produção agropecuária. [1]

Geografia de Mato Grosso

O estado de Mato Grosso está localizado na região Centro-Oeste do Brasil, na porção mais central da América do Sul. O território mato-grossense faz divisa com:

Ele é o terceiro maior estado em território do Brasil. Além disso, faz fronteira com a Bolívia. O relevo estadual é composto predominantemente por áreas de baixa altitude, sendo formado por planaltos aplainados. Por sua vez, há a ocorrência de áreas localizadas no planalto central brasileiro, mais elevado, e também de planícies rebaixadas, como o Pantanal. Os principais rios que cortam o Mato Grosso são Araguaia, Cuiabá, Paraguai, Teles Pires, e Xingu.

O clima do Mato Grosso é o Tropical, marcado por duas estações bem definidas, uma quente e úmida e outra amena e seca. O estado comporta três dos mais importantes biomas do Brasil:

Desse modo, apresenta uma vegetação muito rica, marcada pela diversidade de espécies e pela importância ambiental.

Mapa do Mato Grosso

Fonte: IBGE.
Fonte: IBGE.

Divisão geográfica do Mato Grosso

O estado de Mato Grosso tem 141 municípios. Eles estão divididos em cinco geográficas intermediárias e 18 regiões geográficas imediatas, conforme a divisão geográfica dos estados brasileiros, proposta pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no ano de 2017. A tabela seguinte apresenta a divisão geográfica do estado:

Regiões geográficas intermediárias

Regiões geográficas imediatas

Cuiabá

Cuiabá

Tangará da Serra

Diamantino

Cáceres

Cáceres

Pontes e Lacerda - Comodoro

Mirassol d’Oeste

Sinop

Sinop

Sorriso

Juína

Alta Floresta

Peixoto de Azevedo – Guarantã do Norte

Juara

Barra dos Garças

Barra dos Garças

Confresa – Vila Rica

Água Boa

Rondonópolis

Rondonópolis

Primavera do Leste

Jaciara

Fonte: IBGE.

Demografia do Mato Grosso

A população absoluta de Mato Grosso é de 3.526.220 habitantes, porém o estado apresenta uma população relativa de apenas 3,36 habitantes por quilômetro quadrado, em razão da grande área territorial estadual. A população mato-grossense é predominantemente urbana, sendo que a maior cidade do estado é a capital, Cuiabá, com cerca de 600 mil habitantes.

As cidades de Várzea Grande, Rondonópolis, Sinop e Tangará da Serra também são centros urbanos importantes do estado, todas com mais de 100 mil habitantes. A população do Mato Grosso é formada por descendentes de portugueses, africanos e indígenas, além de grande volume de migrantes oriundos da região Sul do Brasil.

A capital de Mato Grosso, Cuiabá, é a maior cidade em população do estado e foi uma das primeiras cidades fundadas em território mato-grossense. [2]
A capital de Mato Grosso, Cuiabá, é a maior cidade em população do estado e foi uma das primeiras cidades fundadas em território mato-grossense. [2]

Economia do Mato Grosso

O setor dominante da economia do Mato Grosso é o primário. O estado é um grande produtor agrícola de soja, milho e algodão. A maior parte é cultivada em latifúndios monocultores, com alto emprego de agrotóxicos e mecanização, sendo a produção voltada para o mercado externo.

Essas mesmas características estão presentes na pecuária, em especial, na produção de rebanho bovino. Além do gado, o estado é destaque na área pesqueira, sendo o maior produtor de pescado de água doce do país.

Já no extrativismo, há a extração de seivas, como a borracha natural, e também de madeira. O Mato Grosso é o maior produtor de diamante do Brasil, além da elevada produção de ouro e pedras coradas, como a ametista e o quartzo rosa.

Os setores secundário e terciário locais possuem um papel secundário na economia mato-grossense. As indústrias locais estão voltadas para o beneficiamento dos bens primários, com destaque para empresas de farelo e óleo de soja, frigoríferos e beneficiamento de madeira. O comércio e os serviços, além dos órgãos públicos, são importantes meios de geração de emprego e renda, em especial nas cidades. Já o turismo tem crescimento nos últimos anos, com destaque para o ecoturismo, muito praticado em regiões como o Pantanal e o Xingu.

Governo do Mato Grosso

O Poder Executivo do estado de Mato Grosso tem como representantes legais o governador Mauro Mendes e o vice-governador Otaviano Pivetta. O estado possui 24 deputados estaduais, que representam a população nas decisões estaduais. Já em nível federal, Mato Grosso está representado por oito deputados federais e três senadores.

Bandeira do Mato Grosso

Infraestrutura do Mato Grosso

A infraestrutura do Mato Grosso começou a se concretizar nos anos de 1970, com as políticas de povoamento do estado empreendidas pelo governo federal. Desse modo, foram construídas, em especial, rodovias federais que integrassem o território mato-grossense aos demais estados do país.

Além disso, a rede de transportes do estado é formada por rodoviais estaduais e um aeroporto de grande porte, localizado em Várzea Grande. A principal ferrovia do estado é a Ferronorte, que liga Mato Grosso até o porto de Santos (SP), sendo uma importante via de escoamento da produção de grãos do estado. No mais, o estado possui cidades bem estruturadas, muitas delas desenvolvidas com o aporte de ferramentas de planejamento urbano.

As redes de saúde e educação públicas atendem todo o território mato-grossense, inclusive as aldeias indígenas existentes no estado. Com o crescimento das atividades agropecuárias, novos investimentos devem ser realizados no estado, a fim de melhorar a logística estadual e atender o crescimento da população local.

Veja também: Demarcação de terras indígenas – garantia de direitos territoriais dos indígenas

Cultura do Mato Grosso

As apresentações culturais de Siriri e Cururu são muitos tradicionais no Mato Grosso.
As apresentações culturais de Siriri e Cururu são muitos tradicionais no Mato Grosso.

O estado do Mato Grosso possui uma cultura baseada nos costumes trazidos pelos colonizadores da região. Desse modo, há influências europeias, mas também indígenas e africanas. O estado é um celeiro de danças e gêneros musicais ainda pouco conhecidos no Brasil.

São tradicionais as apresentações de Siriri, uma dança indígena, e do Cururu, um desafio de rimas musicais. O sertanejo é o ritmo musical mais popular, seguido pelo lambadão cuiabano, que possui forte influência da música paraense. São instrumentos musicais tradicionais mato-grossenses a viola de cocho e o ganzá.

Créditos das imagens

[1] Alf Ribeiro / Shutterstock

[2] Roberto Tetsuo Okamura / Shutterstock  

Publicado por Mateus Campos

Artigos Relacionados

Acre
Saiba mais sobre o Acre. Leia sobre a sua história e veja de que forma é composta a cultura da região. Conheça os principais aspectos geográficos do estado.
Bandeira de Cuiabá
Cuiabá
Saiba mais sobre a história de Cuiabá. Leia sobre o papel dos bandeirantes na fundação dessa cidade e veja dados sobre a geografia, demografia e economia cuiabana.
Distrito Federal
Conheça as características do Distrito Federal. Entenda a divisão geográfica e a forma de administração pública que são específicas desse ente federado brasileiro.
Goiás
Conheça a história do estado de Goiás. Veja os principais elementos constitutivos da geografia goiana e saiba mais sobre a dinâmica econômica e demográfica local.
Mato Grosso do Sul
Conheça o Mato Grosso do Sul, estado brasileiro originado do desmembramento do Mato Grosso. Veja os principais aspectos do território sul-mato-grossense.
Paraná
Conheça os aspectos geográficos do estado do Paraná. Saiba mais sobre o processo de ocupação histórica estadual, assim como sobre o seu desenvolvimento econômico.
Pernambuco
Conheça as principais características geográficas de Pernambuco. Veja quais são as principais atividades econômicas, sociais e culturais presentes no estado.
Sergipe
Conheças as características geográficas de Sergipe. Saiba mais sobre o menor estado em extensão territorial do Brasil. Aprenda um pouco de sua história e cultura.
video icon
Português
Conectivos para a redação do Enem
Os conectivos são uma importante ferramenta para proporcionar a coerência de um texto por meio de seus elementos de coesão. No Enem, esse recurso é muito valorizado, mas você sabe empregá-lo? Veja nesta aula como fazer.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
videoaula brasil escola
Química
Cinética química
Se ainda tem dúvidas quanto a velocidade das reações, essa videoaula é para você!
video icon
videoaula brasil escola
Português
Redação
Entenda como realizar argumento por causa e consequência com a nossa aula.
video icon
videoaula brasil escola
História
Crise de 1929
A quebra da bolsa de valores de Nova Iorque afetou não só os EUA, como o mundo. Entenda!