Whatsapp icon Whatsapp

Alimentos ultraprocessados

Alimentos ultraprocessados, geralmente, são ricos em componentes como gorduras, açúcares e sódio. Quando consumidos em excesso, podem ser maléficos à saúde.
Homem e mulher sentados no chão de um supermercado comendo batatas industrializadas, um tipo de alimento ultraprocessado.
Práticos e atrativos, os alimentos ultraprocessados estão cada vez mais presentes na nossa dieta.

Alimentos ultraprocessados estão cada vez mais inseridos em nossa alimentação. Apesar de sua praticidade, esses alimentos são considerados maléficos e, de acordo com o Ministério da Saúde, devem ser evitados. Em geral, eles são ricos em açúcares, gorduras e sódio e são pobres em fibras, características que os tornam responsáveis por aumentar o risco de desenvolver problemas de saúde, como obesidade, hipertensão e doenças do coração.

Alimentos ultraprocessados também estão relacionados com desenvolvimento de cânceres e até mesmo demência. Diante dos riscos que esses alimentos provocam à nossa saúde, é importante evitá-los.

Leia também: Alimentação saudável — importância, dicas e alguns erros que cometemos

Resumo sobre alimentos ultraprocessados

  • Alimentos ultraprocessados são fabricados com ingredientes que não são utilizados em nosso dia a dia.

  • Alimentos ultraprocessados podem conter açúcares, gorduras e sódio em excesso.

  • Alguns dos problemas que podem ser desencadeados pelo consumo de alimentos ultraprocessados são hipertensão, obesidade, diabetes, cânceres e até mesmo demência.

  • O Ministério da Saúde recomenda que os alimentos ultraprocessados sejam evitados.

  • Refrigerantes, biscoitos recheados, macarrão instantâneo e molhos prontos estão entre os alimentos classificados como ultraprocessados.

O que são alimentos ultraprocessados?

De acordo com o Ministério da Saúde, alimentos ultraprocessados são “formulações industriais prontas para consumo, feitas com ingredientes com nomes pouco familiares e não usados em casa (carboximetilcelulose, açúcar invertido, maltodextrina, frutose, xarope de milho, aromatizantes, emulsificantes, espessantes, adoçantes, entre outros)”.

Esses alimentos são considerados nutricionalmente desbalanceados, portanto, e de acordo com o Guia Alimentar para a População Brasileira do Ministério da Saúde, devem ser evitados.

Apesar dessas recomendações, alimentos ultraprocessados estão cada vez mais presentes na dieta humana, entre outros motivos, por serem práticos e também de baixo custo. Isso faz com que frequentemente nosso corpo seja exposto a doses elevadas de açúcares, gorduras e sódio.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Riscos do consumo de alimentos ultraprocessados

Como dito, alimentos ultraprocessados são desbalanceados nutricionalmente. Em geral, esses alimentos são ricos em gorduras, açúcares ou sódio e pobres em fibras. Essas características fazem com que eles sejam maléficos à nossa saúde, podendo acarretar problemas como:

De acordo com o estudo “Premature deaths attributable to the consumption of ultraprocessed foods in Brazil”, em 2019, cerca de 57.000 mortes prematuras foram estimadas como atribuíveis ao consumo de alimentos ultraprocessados no Brasil.

Os alimentos ultraprocessados também estão relacionados com o desenvolvimento de cânceres. Segundo o artigo “Ultra-processed food consumption, cancer risk and cancer mortality: a large-scale prospective analysis within the UK Biobank”, publicado em janeiro de 2023, o consumo de alimentos ultraprocessados está associado a uma maior incidência e mortalidade de cânceres gerais e de certos tipos de câncer específicos. Ainda segundo o artigo, as associações mais consistentes foram encontradas para os resultados gerais de câncer e câncer de ovário em mulheres.

Homem no meio de uma estrada onde há, de um lado, hambúrgueres e pizzas, alimentos ultraprocessados, e, do outro, vegetais.
Preferir alimentos in natura ou minimamente processados é uma importante dica para garantir-se uma vida mais saudável.

Alimentos ultraprocessados também podem causar deterioração das funções mentais, estando relacionados com o desenvolvimento de demência. Segundo o artigo “Association of ultraprocessed food consumption with risk of dementia”, publicado em julho de 2022, o maior consumo de alimentos ultraprocessados foi associado a um maior risco de demência, enquanto a substituição desses alimentos por alimentos in natura ou minimamente processados foi associada a um menor risco.

Veja também: O que são alimentos transgênicos?

Lista de alimentos ultraprocessados

Conheça, a seguir, alguns alimentos ultraprocessados:

  • balas;

  • barra de cereal;

  • biscoitos recheados;

  • cereais matinais;

  • chocolates;

  • energéticos;

  • iogurtes e bebidas lácteas adoçados e aromatizados;

  • macarrão instantâneo;

  • mistura para bolo;

  • molhos prontos;

  • nuggets;

  • pós para preparo de sucos;

  • pratos congelados;

  • refrigerantes;

  • salgadinhos de pacote;

  • salsichas;

  • sopas em pó;

  • sorvetes;

  • temperos instantâneos.

É importante destacar que pães e produtos panificados também são considerados alimentos ultraprocessados, de acordo com o Ministério da Saúde, quando, além da farinha de trigo, leveduras, água e sal, seus ingredientes incluem substâncias como gordura vegetal hidrogenada, açúcar, amido, soro de leite, emulsificantes e outros aditivos. 

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos Relacionados

Alimentação saudável
Você sabe como ter uma alimentação saudável? Neste texto, traremos algumas dicas sobre alimentação saudável e citaremos alguns erros quando o assunto é alimentação.
Alimentos Transgênicos
Compreenda o que são alimentos transgênicos e os seus pontos positivos e negativos.
Câncer
Clique aqui e descubra o que é câncer, os principais fatores relacionados ao seu desenvolvimento, seus principais tipos, e conheça os tratamentos mais utilizados.
Diabetes mellitus
Aprenda um pouco sobre o diabetes mellitus, uma doença que pode ser bastante grave e gerar complicações se não tiver o acompanhamento adequado.
Gordura trans
Você já ouviu falar da gordura trans? Clique aqui, entenda o que significa esse termo e quais danos o consumo dessa gordura pode provocar ao organismo.
Hipertensão (pressão alta)
Você sabe o que é hipertensão? Clique aqui e compreenda melhor esse problema de saúde que pode levar até mesmo à morte.
Obesidade
A obesidade atinge cerca de 18 milhões de pessoas no Brasil. Clique aqui e aprenda mais sobre as causas e consequências desse problema de saúde.
video icon
Escrito"Educação e Cultura" sobre a imagem de um quadro-negro e livros.
Filosofia
Educação e Cultura
O que é educação? O que é cultura? Qual é a relação entre educação e cultura? Como a filosofia pensa a educação e a cultura? Assista a este vídeo e entenda!