Whatsapp icon Whatsapp

Planetas-anões

Os planetas-anões têm características semelhantes às dos demais planetas, como girar em torno do Sol e a esfericidade. Entretanto, são menores e não possuem órbita dominante.
Ceres, Makemake, Haumea, Eris e Plutão, os cinco planetas-anões.
Há cinco planetas-anões reconhecidos em nosso Sistema Solar.

Planetas-anões são uma classe de corpos celestes caracterizados por apresentarem tamanho inferior aos demais planetas e terem em sua órbita corpos de dimensões semelhantes, o que significa dizer que esses astros não limparam seu caminho e, portanto, não possuem órbita dominante. Essa descrição é feita pela União Astronômica Internacional (IAU, na sigla em inglês), que criou a categoria de planetas-anões em 2006 após reavaliar Plutão em comparação com um corpo celeste recém-descoberto, mais tarde chamado de Eris. Atualmente, a IAU reconhece oficialmente cinco planetas-anões no Sistema Solar:

  • Ceres;

  • Plutão;

  • Eris;

  • Makemake;

  • Haumea.

Leia também: Galáxias — o que são, como são formadas, tipos e quais delas nós já conhecemos

Resumo sobre planetas-anões

  • Os planetas-anões ficam no Cinturão de Asteroides e no Cinturão de Kuiper, ambos no Sistema Solar.

  • São cinco os planetas-anões reconhecidos pela IAU: Ceres, Plutão, Eris, Makemake e Haumea.

  • Eris é o maior planeta-anão do Sistema Solar, com raio de 1.163 km.

  • Ceres é o menor planeta-anão do Sistema Solar, com raio de 476 km, e, ao mesmo tempo, é considerado o maior asteroide do Cinturão de Asteroides.

O que é um planeta-anão?

Planetas-anões são os corpos celestes que apresentam um tamanho inferior ao dos demais planetas do Sistema Solar. Possuem em sua órbita corpos de dimensões semelhantes, portanto essa categoria de planeta não possui órbita dominante.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quais são os 5 planetas-anões?

A IAU reconhece cinco planetas-anões no Sistema Solar:

  • Ceres;

  • Plutão;

  • Eris;

  • Makemake;

  • Haumea.

Localização dos planetas-anões no Sistema Solar

Posição dos planetas-anões no Sistema Solar.
Posição dos planetas-anões no Sistema Solar.

Os cinco planetas-anões reconhecidos pela União Astronômica Internacional (IAU, na sigla em inglês) ficam localizados em duas regiões distintas do nosso Sistema Solar: o Cinturão de Asteroides e o Cinturão de Kuiper.

  • Cinturão de Asteroides: é uma área composta essencialmente por fragmentos de rochas que desempenham órbita ao redor do Sol e está localizada entre os planetas Marte e Júpiter. Os objetos que formam o cinturão são classificados como planetoides e asteroides, razão pela qual a região recebe esse nome.

  • Cinturão de Kuiper: é uma das regiões mais distantes no Sistema Solar, localizada além da órbita de Netuno. O cinturão de Kuiper é uma área circular e de forma achatada, composta por fragmentos rochosos congelados e muito antigos que, assim como o cinturão de asteroides, pode datar do início da formação do Sistema Solar. A maioria dos planetas-anões está situada nessa região.

Veja também: Existem planetas fora do nosso Sistema Solar?

Os 5 planetas-anões e suas características

A IAU reconhece cinco planetas-anões no Sistema Solar: Ceres, Plutão, Eris, Makemake e Haumea. Confira, a seguir, as principais características de cada um dos planetas-anões reconhecidos pela IAU.

  • Ceres

Planeta-anão Ceres em foto feita pela NASA.
O planeta-anão Ceres fica no cinturão de asteroides do Sistema Solar.
  • Massa: 9,5x1020 kg.
  • Raio: 476 km.
  • Distância do Sol: 413.000.000 km.
  • Satélites naturais: não possui.
  • Duração do dia: 9 horas.
  • Duração do ano: 4,6 anos terrestres.

O planeta-anão Ceres foi descoberto no ano de 1801, embora, à época, ele tenha sido classificado como um planeta regular. Ceres apresenta uma atmosfera muito fina que pode conter água no estado de vapor. Sua estrutura é semelhante àquela dos planetas rochosos, como a Terra, com menor densidade e camadas (manto e núcleo) pouco definidas, além da provável presença de água na sua composição. A superfície de Ceres é composta por uma série de crateras onde se observa a presença de rochas e depósitos de sais, sendo esses sais compostos por minerais como sulfato de magnésio.

Ceres é o único dos planetas-anões localizado na porção mais interna do Sistema Solar, mais precisamente no cinturão de asteroides.

  • Plutão

Planeta-anão Plutão em foto feita pela NASA.
Plutão passou a ser classificado como planeta-anão em 2006.
  • Massa: 13x1021 kg.
  • Raio: 1.151 km.
  • Distância do Sol: 5.900.000.000 km.
  • Satélites naturais: cinco luas conhecidas (Caronte, Nix, Hidra, Estige e Cérbero).
  • Duração do dia: 153 horas.
  • Duração do ano: 248 anos terrestres.

Plutão era considerado o nono planeta do Sistema Solar, sendo o mais distante do Sol e mais gelado dentre eles. No entanto, após a descoberta de novos planetas, Plutão foi reclassificado como um planeta-anão no ano de 2006. Trata-se de um corpo celeste extremamente frio cuja superfície pode chegar a -240 °C, sendo formada por crateras, vales, áreas planas e montanhas de grandes dimensões.

Metano e nitrogênio compõem a estrutura de Plutão, que apresenta um manto formado por água no estado sólido. Sua atmosfera é fina e muito frágil, composta predominantemente por nitrogênio, mas também por metano e monóxido de carbono. Plutão está localizado no cinturão de Kiuper. Para saber mais sobre esse planeta-anão, clique aqui.

  • Eris

Imagem 3D de Eris, um dos planetas-anões.
Eris é um planeta-anão descoberto em 2003.
  • Massa: 1,6x1022 kg.
  • Raio: 1.163 km.
  • Distância do Sol: 10.125.000.000 km.
  • Satélites naturais: uma lua confirmada (Dysnomia).
  • Duração do dia: 25,9 horas.
  • Duração do ano: 557 anos terrestres.

Eris está localizado no cinturão de Kiuper, uma das regiões mais distantes do Sol. Por essa razão, apresenta superfície gelada que pode chegar a -243 °C. Apresenta estrutura rochosa e uma atmosfera muito frágil que, nos períodos em que está a uma maior distância do Sol, tende a precipitar na forma de neve. Acredita-se que Eris seja composto por metano, nitrogênio e água, todos esses elementos em seu estado sólido.

  • Makemake

Imagem 3D de Makemake, um dos planetas-anões.
Makemake recebeu o nome da deusa da fertilidade na mitologia Rapanui.
  • Massa: 3,1x1021 kg.
  • Raio: 715 km.
  • Distância do Sol: 6.847.000.000 km.
  • Satélites naturais: uma lua provisória.
  • Duração do dia: 22,48 horas.
  • Duração do ano: 305,34 anos terrestres.

O planeta-anão Makemake está localizado no cinturão de Kiuper, o que faz com que as temperaturas em sua superfície sejam de, em média, -240 °C. Makemake apresenta coloração semelhante à de Plutão, o que se deve à presença de metano solidificado em sua composição, junto de outros elementos como o etano. Sua fina atmosfera é formada essencialmente por nitrogênio e também sofre alterações nos períodos de maior distância do Sol.

  • Haumea

Imagem 3D de Haumea, um dos planetas-anões.
Haumea é um planeta-anão de formato oval.
  • Massa: 4x1021 kg.
  • Raio: 620 km.
  • Distância do Sol: 6.452.000.000 km.
  • Satélites naturais: duas luas confirmadas (Namaka e Hi'iaka).
  • Duração do dia: 4 horas.
  • Duração do ano: 285 anos terrestres.

A descoberta de Haumea aconteceu em 2004, mas ele foi classificado pela IAU como um planeta-anão somente em 2008. Localizado no cinturão de Kuiper, Haumea é classificado pela Nasa como o objeto de grandes dimensões com rotação mais rápida de todo o Sistema Solar, fato que faz com que esse planeta-anão adquira formato oval. Sua atmosfera e superfície são ainda pouco conhecidas. O que se sabe sobre a sua estrutura é que também é composta por rochas com uma camada superficial de gelo.

Qual é o maior planeta-anão?

Eris é o maior dos cinco planetas-anões reconhecidos pela IAU. Com raio equatorial de 1.163 km, é cerca de 5,5 vezes menor do que o planeta Terra e pouco maior do que Plutão.

Qual é o menor planeta-anão?

Ceres é o menor dos cinco planetas-anões reconhecidos pela IAU. É aproximadamente 13 vezes menor do que o planeta Terra, com raio equatorial de 476 km e circunferência de 2.992 km. Pelas suas dimensões, Ceres é classificado também como o maior asteroide que integra o cinturão de asteroides.

Qual a diferença entre os demais planetas e os planetas-anões?

A categoria de planetas-anões foi criada há pouco tempo pela IAU, mais precisamente em 2006. Ela evidencia algumas diferenças importantes com relação à categoria dos planetas. Segundo a IAU, para ser classificado como planeta, um corpo celeste deve apresentar as seguintes características:

  • orbitar a sua estrela hospedeira, que, no caso do Sistema Solar, é o Sol;

  • apresentar massa grande o suficiente para adquirir formato esférico;

  • ter órbita dominante.

Os planetas-anões desempenham órbita em torno do Sol, e a maioria deles apresenta formato esférico, com uma única exceção. Entretanto, diferentemente dos planetas, os planetas-anões não apresentam órbita dominante, o que significa dizer que existem corpos celestes com tamanho similar e que orbitam no mesmo caminho que eles.

Saiba mais: Afinal, a Terra é plana ou esférica?

Curiosidades sobre os planetas-anões

  • Astrônomos acreditam que existem cerca de 50 planetas-anões ainda não classificados no Sistema Solar.

  • Ceres, localizado no cinturão de asteroides, é o planeta-anão mais próximo do Sol.

  • Plutão e Makemake são os dois objetos mais brilhantes do cinturão de Kuiper.

  • Quando descoberto em 2005, o planeta-anão Eris recebeu o nome de Xena, como a personagem. A IAU alterou seu nome para o atual em 2006, em homenagem à deusa grega da discórdia.

  • Foram os estudos sobre Eris que fizeram com que a IAU criasse a categoria de planetas-anões para classificar esses corpos celestes.

  • Discute-se, atualmente, a possibilidade de o asteroide Hygiea, situado no cinturão entre Marte e Júpiter, ser um planeta-anão. Ele apresenta um raio de 434 km e apresenta aspectos similares aos demais planetas-anões reconhecidos pela IAU.

Exercícios resolvidos sobre planetas-anões

Questão 1

A categoria de planetas-anões foi criada pela União Astronômica Internacional (IAU, em inglês) no ano de 2006. Desde então, cinco corpos celestes do Sistema Solar foram oficialmente reconhecidos como planetas-anões, incluindo Plutão, e dezenas de outros aguardam a confirmação. Assinale, a seguir, qual destas alternativas não apresenta uma característica básica dos planetas-anões do Sistema Solar.

a) São menores do que os planetas do Sistema Solar.

b) Não são objetos dominantes na sua órbita.

c) Possuem ao menos um satélite natural.

d) Realizam órbita ao redor do Sol.

Resolução: Alternativa C.

A presença de satélites naturais (luas) não é um critério obrigatório para a classificação de um planeta-anão. Ceres, por exemplo, é um planeta-anão reconhecido pela IAU que não possui satélite natural.

Questão 2

(PUC-PR 2012)

“A Guerra Dos Mundos [...] Em 1930, quando Plutão foi descoberto nos confins do Sistema Solar, a astrologia o incluiu no zodíaco. Acreditava-se que Plutão era um planeta grande, com 5000 quilômetros de diâmetro, quase do tamanho de Mercúrio. Descobriu-se depois que se tratava na verdade de um astro minúsculo, com diâmetro menor que o da Lua. Há cinco anos, a União Astronômica Internacional (IAU, na sigla em inglês) concluiu que o tamanho de Plutão nem mesmo o qualificava à condição de planeta. Meses antes, o astrônomo Michael Brown, do Instituto de Tecnologia da Califórnia, observou um astro muito brilhante, ainda mais distante que Plutão. O cientista concluiu que essa era uma evidência de que o novo corpo, batizado de Eris, era maior que Plutão. Após essa descoberta, a IAU decidiu rever o conceito de planeta no Sistema Solar. Inicialmente, os cientistas pretendiam incluir Eris na lista de planetas. Mas isso abriria precedente para a inclusão de outros corpos de mesmo tamanho que viessem a ser descobertos, o que tornaria a lista de planetas extensa e complexa. Decidiram pela criação da designação planeta-anão, que abarcaria tanto Plutão como Eris.

Em novembro do ano passado, porém, três grupos de astrônomos observaram a passagem de Eris por uma estrela e anunciaram que as estimativas usadas para rebaixar Plutão talvez estejam erradas. Por meio de imagens obtidas por dois observatórios no Deserto do Atacama, no Chile, os pesquisadores calculam que o diâmetro de Eris seja menor que 2340 quilômetros. Acreditava-se que esse planeta pudesse ter até 3000 quilômetros de diâmetro. As estimativas mais recentes para o diâmetro de Plutão cravam uma faixa entre 2300 e 2400 quilômetros. Em resumo: Plutão e Eris têm o mesmo tamanho. A discussão entre os astrônomos agora é se isso significa que ambos devem continuar a ser chamados de planetas-anões ou seria mais apropriado colocá-los na categoria de asteroides. [...]”

Veja, 26/01/2011.

Indique a alternativa FALSA:

a) Eris, inicialmente, foi incluído na lista de planetas, mas em novembro de 2010 foi relegado a mero asteroide.

b) Em 2010, alguns astrônomos levantaram dúvidas sobre a validade dos cálculos usados para rebaixar Plutão a planeta-anão.

c) Para um corpo do espaço ser considerado planeta, deve apresentar um conjunto de características definido pela IAU.

d) O diâmetro de Plutão foi o fator que determinou sua exclusão da lista do conjunto de planetas que compõem o sistema solar.

e) O astrônomo M. Brown, ao observar Eris, julgou tratar-se de um corpo maior que Plutão.

Resolução: Alternativa A.

Segundo o texto, os cientistas cogitaram alterar a classificação de Eris, mas isso não aconteceu. Por um tempo, inclusive, Eris quase foi considerado como o 10º planeta do Sistema Solar, conforme informações da Nasa, mas o aprofundamento das análises fizeram com que uma nova categoria fosse criada, a de planetas-anões. Eris é, junto de Plutão, um dos maiores planetas-anões do Sistema Solar.

Fontes

IAU. Pluto and the Developing Landscape of Our Solar System. IAU – Astronomy for the Public, [S.I.]. Disponível em: https://www.iau.org/public/themes/pluto/#n5.

NASA. Solar System Exploration. Disponível em: https://solarsystem.nasa.gov/.

Publicado por Paloma Guitarrara

Artigos Relacionados

A Terra é plana?
A Terra é plana ou esférica? Clique aqui e conheça algumas evidências que comprovam qual é o real formato do nosso planeta.
Corpos celestes
Você sabe o que são os corpos celestes? Clique aqui, descubra o que são e conheça os principais corpos celestes que estão no espaço sideral.
Corpos celestes
Você sabe o que são os corpos celestes? Clique aqui, descubra o que são e conheça os principais corpos celestes que estão no espaço sideral.
Exoplanetas
Você sabe o que são exoplanetas? Descubra como eles são descobertos, a qual distância ficam da Terra e saiba onde encontram-se os exoplanetas mais próximos da Terra.
Geocentrismo e Heliocentrismo
As principais teorias sobre a ordenação do Sistema Solar.
História da Astronomia
O Dia Mundial da Astronomia é comemorado em 8 de abril. Que tal conhecer um pouco mais sobre a história dessa ciência? Confira ainda os principais nomes dessa importante área do conhecimento e saiba quais foram as suas contribuições para o entendimento que temos hoje sobre os corpos celestes, como a Lua e o Sol.
História da Astronomia
O Dia Mundial da Astronomia é comemorado em 8 de abril. Que tal conhecer um pouco mais sobre a história dessa ciência? Confira ainda os principais nomes dessa importante área do conhecimento e saiba quais foram as suas contribuições para o entendimento que temos hoje sobre os corpos celestes, como a Lua e o Sol.
História da Astronomia
O Dia Mundial da Astronomia é comemorado em 8 de abril. Que tal conhecer um pouco mais sobre a história dessa ciência? Confira ainda os principais nomes dessa importante área do conhecimento e saiba quais foram as suas contribuições para o entendimento que temos hoje sobre os corpos celestes, como a Lua e o Sol.
História da Astronomia
O Dia Mundial da Astronomia é comemorado em 8 de abril. Que tal conhecer um pouco mais sobre a história dessa ciência? Confira ainda os principais nomes dessa importante área do conhecimento e saiba quais foram as suas contribuições para o entendimento que temos hoje sobre os corpos celestes, como a Lua e o Sol.
História da Astronomia
O Dia Mundial da Astronomia é comemorado em 8 de abril. Que tal conhecer um pouco mais sobre a história dessa ciência? Confira ainda os principais nomes dessa importante área do conhecimento e saiba quais foram as suas contribuições para o entendimento que temos hoje sobre os corpos celestes, como a Lua e o Sol.
História da Astronomia
O Dia Mundial da Astronomia é comemorado em 8 de abril. Que tal conhecer um pouco mais sobre a história dessa ciência? Confira ainda os principais nomes dessa importante área do conhecimento e saiba quais foram as suas contribuições para o entendimento que temos hoje sobre os corpos celestes, como a Lua e o Sol.
Luneta
Clique aqui, saiba o que é uma luneta, entenda para que ela serve, conheça seus tipos e descubra como ela funciona.
O Trunfo da Astronomia
Saiba como se deu a descoberta do planeta Netuno.
Planeta Terra
Conheça algumas curiosidades sobre nosso planeta. Entenda como são formadas as estruturas interna e externa da Terra. Identifique os movimentos terrestres.
Plutão
Conheça as principais características de Plutão e as novas informações obtidas pela sonda New Horizons!
Qual é o tamanho do universo conhecido?
Clique e conheça o tamanho do universo conhecido pelo homem!
Qual é o tamanho do universo conhecido?
Clique e conheça o tamanho do universo conhecido pelo homem!
Sistema Solar
Clique aqui, saiba quais são as principais características constitutivas do Sistema Solar, e conheça cada um dos oito planetas que o compõem.
Sol
Acesse e conheça as principais características do Sol. Descubra por quais materiais ele é formado e qual a sua estrutura interna.
Unidades astronômicas
Entenda o que são as unidades astronômicas de medida e como o universo é medido!
Unidades astronômicas
Entenda o que são as unidades astronômicas de medida e como o universo é medido!
video icon
Texto"Matemática do Zero | Soma dos ângulos externos de um polígono convexo" em fundo azul.
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Soma dos ângulos externos de um polígono convexo
Nessa aula demonstrarei a fórmula da soma dos ângulos externos de um polígono convexo qualquer e como encontrar a medida de cada ângulo externo.