Whatsapp icon Whatsapp

Segunda lei de Newton

Na 2ª lei de Newton, a força resultante sobre um corpo equivale ao produto entre massa e aceleração, além disso, o vetor aceleração tem direção e sentido iguais aos da força.
Menina arrastando um menino em um trenó em alusão à Segunda Lei de Newton.
A aplicação da força sobre o trenó resulta em uma mudança da quantidade de movimento.

A segunda lei de Newton, também conhecida como princípio fundamental da dinâmica, afirma que a força resultante que atua sobre um corpo é igual ao produto de sua massa pela aceleração. De acordo com ela, quando se sujeita um corpo à ação de uma força resultante não nula, esse corpo adquirirá uma aceleração na mesma direção e no mesmo sentido da força resultante.

Veja também: Equação original da segunda lei de Newton  

Segunda lei de Newton

De acordo com a segunda lei de Newton, a aceleração obtida por um corpo é diretamente proporcional à força resultante aplicada sobre o corpo e também inversamente proporcional à massa (inércia) desse corpo. Nesse sentido, entende-se que, para que um corpo possa sofrer mudanças de velocidade, é necessário que as forças que atuam sobre ele não se anulem.

No esquema a seguir, mostramos como é possível calcular a aceleração do corpo, com base nas grandezas força e massa, além disso, pode-se observar que a aceleração é dada pela razão entre a variação de velocidade (ΔV) e um intervalo de tempo (Δt):

Fórmulas da Segunda Lei de Newton.

O conceito de força resultante é de grande importância para a compreensão da segunda lei de Newton. A força resultante diz respeito à soma vetorial de todas as forças que atuam sobre o mesmo corpo. Para fazermos somas vetoriais, é necessário que se leve em conta tanto o módulo quanto a direção e o sentido das forças, assim: forças paralelas somam-se, forças opostas subtraem-se e forças perpendiculares somam-se, segundo o teorema de Pitágoras.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Fórmula da segunda lei de Newton

A fórmula da segunda lei de Newton é relativamente simples, ela indica que a força resultante é igual ao produto da massa do corpo pela aceleração, confira:

FR – força resultante (N)

m – massa do corpo (kg)

a – aceleração (m/s²)

A figura a seguir exemplifica situações em que, aplicando-se a mesma força, obtém-se diferentes acelerações, em razão da grande diferença das massas dos corpos, observe:

Veículso de diferentes tamanhos em referência à Segunda Lei de Newton.

Além dessa forma, a segunda lei de Newton pode ser definida por outras equações. Originalmente, a ela foi escrita em termos de uma grandeza física chamada quantidade de movimento ou momento linear. De acordo com esse enunciado, a força resultante sobre um corpo é igual à variação de sua quantidade de movimento durante um determinado intervalo de tempo, confira:

ΔQ – variação da quantidade de movimento (kg.m/s)

Δt – intervalo de tempo (s)

Na equação anterior, Q representa a quantidade de movimento, de um corpo ou sistema, que pode ser calculada por meio desta equação:

Q – quantidade de movimento (kg.m/s)

v – velocidade (m/s)

Existe ainda outra forma alternativa de definir-se a segunda lei de Newton. De acordo com essa descrição, a força resultante sobre um corpo também pode ser definida com base no impulso aplicado no corpo. O impulso, por sua vez, é uma grandeza física vetorial, assim como variação da quantidade de movimento (ΔQ), confira:

Em complementação à fórmula exposta, existe o teorema do impulso. Esse teorema afirma que o impulso é igual à aplicação de uma força resultante durante um intervalo de tempo e produz uma variação na quantidade de movimento de um corpo ou sistema de corpos, confira:

O teorema estabelece a relação entre força e variação da quantidade de movimento.
O teorema estabelece a relação entre força e variação da quantidade de movimento.

Exemplos da segunda lei de Newton

Confira alguns exemplos de situações cotidianas que ajudam a ilustrar a segunda lei de Newton:

  • Primeiro se imagine empurrando um carrinho de compras vazio. Agora, caso esse carrinho estivesse cheio de mercadorias e você aplicasse sobre ele a mesma força usada enquanto  estava vazio, teríamos o mesmo movimento? Não, uma vez que, com o carrinho cheio, sua inércia será maior, por isso será necessário que se aplique uma força maior, a fim de obter-se a mesma aceleração.

  • Em um cabo de guerra, dois grupos de crianças disputam, no entanto, ambos aplicam a mesma força no cabo. Nesse caso, a aceleração do sistema será nula, uma vez que as forças que atuam sobre ele anulam-se.

  • Ao chutar-se uma bola, percebe-se que a força aplicada pelo chute define qual será a velocidade em que a bola será lançada: quanto maior é a força, maior será a aceleração adquirida pela bola, o mesmo aplica-se a bolas de diferentes massas, uma vez que: quanto mais leve é a bola, mais aceleração ela adquire.

Confira exemplos de exercícios resolvidos relacionados à segunda lei de Newton:

Exemplo 1) Um corpo de massa igual a 10 kg move-se com aceleração constante de 0,5 m/s². Determine a intensidade da força resultante sobre esse corpo.

Resolução:

Basta multiplicarmos a massa do corpo pela aceleração, confira:

Exemplo 2) Quando sujeito a uma força resultante de 100 N, um corpo passa a mover-se com aceleração constante de 0,5 m/s². Qual é a massa desse corpo?

Resolução:

Vamos resolver esse exercício por meio da fórmula da segunda lei de Newton (FR = ma), observe:

Ao aplicarmos os valores fornecidos pelo enunciado na fórmula da segunda lei de Newton, descobrimos que a massa do corpo deve ser de 200 kg para que ele desenvolva uma aceleração de 0,5 m/s².

Saiba mais: Cinco erros conceituais da física – venha aprender quais são!

Exercícios sobre a segunda lei de Newton

Questão 1) Uma motocicleta de 500 kg encontra-se em repouso e passa a acelerar a uma taxa constante de 0,2 m/s², durante um intervalo de tempo de 5,0 segundos. Determine a intensidade da força exercida sobre essa motocicleta.

a) 250 N

b) 2500 N

c) 100 N

d) 100 N

e) 25 N

Gabarito: Letra c

Resolução:

Para resolvermos esse exercício, basta levarmos em conta a massa e a aceleração do corpo, observe:

Questão 2) Uma força de 200 N é aplicada a um corpo durante um intervalo de tempo de 2,0 s. O impulso exercido sobre esse corpo, durante esse intervalo de tempo, é igual a:

a) 400 N.s

b) 40 N.s

c) 10 N.s

d) 4000 N.s

e) 0,2 N.s

Gabarito: Letra a

Resolução:

A solução desse exercício exige a aplicação da fórmula do impulso, confira:

Ao aplicarmos os dados do exercício, encontramos um empuxo igual a 400 N.s, logo, a alternativa correta é a letra a.

Publicado por Rafael Helerbrock
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

Cálculo do trabalho através da energia cinética
Este artigo mostra como realizar de forma simples o cálculo do trabalho a partir da variação da energia cinética.
Estática de um Ponto Material
Equilíbrio!
Força peso
Você sabe o que é a força peso? Acesse e aprenda a calculá-la, bem como entenda a relação dela com a gravitação universal. Confira ainda exercícios resolvidos.
Leis de Newton
Acesse o artigo e confira uma introdução às leis de Newton, entenda os conceitos de força e aceleração, descubra aplicações, e confira exercícios resolvidos.
Ordem de grandeza
Clique aqui para descobrir o que são as ordens de grandeza e como se relacionam com a notação científica. Confira ainda exercícios resolvidos sobre o assunto.
Peso é diferente de massa
Peso é diferente de massa! Clique aqui e conheça o conceito de peso e o de massa!
Plano inclinado
Clique para saber tudo sobre plano inclinado. Confira aqui o que é, seus tipos, fórmulas relacionadas, além de exercícios resolvidos sobre o assunto.
Relação entre Trabalho e Energia Cinética
Veja qual é a relação entre o trabalho e a energia cinética.
Terceira lei de Newton
Clique e confira qual é a terceira lei de Newton. Entenda o que afirma essa lei e qual é a sua fórmula. Veja também exemplos e aplicações dessa lei.
Tração
Você sabe o que é tração? Acesse e conheça a definição de tração, confira alguns casos particulares e ainda avalie o que aprendeu sobre o assunto com exercícios resolvidos.
video icon
"Revolução Americana" escrito sobre ilustração antiga de várias pessoas reunidas em uma sala
História
Revolução Americana (1776)
Assista a nossa videoaula para conhecer a história da Revolução América ou Independência das Treze Colônias (1776). Confira também no nosso canal outras informações sobre a História da América.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
videoaula brasil escola
Biologia
Transgênicos
Você sabe o que são alimentos transgênicos? Não se engane, eles estão mais presentes do que você imagina!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Química
Alotropia
Não deixe de assistir nossa aula para fixar tudo o que você estudou sobre alotropia!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Filosofia
Batman
Que tal assistir ao vídeo para uma análise ética sobre o herói?