Haletos orgânicos

Os haletos orgânicos são substâncias formadas pela junção de um hidrocarboneto com um ou mais halogênios, elementos da família 7A. São substâncias, em sua maioria, tóxicas, sendo utilizadas comercialmente como gás de refrigeração, anestésico e pesticida.

Podem ser classificados de acordo com o halogênio presente na molécula, ou conforme a estrutura da cadeia carbônica (aberta ou fechada), ou ainda de acordo com a quantidade de halogênios ligados. A nomenclatura oficial dos haletos orgânicos é composta por prefixo quantificando o número de halogênios, localização e nome do halogênio, bem como a nomenclatura do hidrocarboneto.

Veja também: Uso de haletos orgânicos como substitutos do sangue

Formação dos haletos orgânicos

Frasco de clorofórmio, haleto orgânico utilizado como anestésico.
Frasco de clorofórmio, haleto orgânico utilizado como anestésico.

Haletos orgânicos são cadeias carbônicas que apresentam halogênios, elementos da família 7A ou grupo 17, em sua estrutura. Eles são oriundos de hidrocarbonetos que sofreram uma reação de substituição ou de adição.

Em reações de substituição, sai um hidrogênio do hidrocarboneto e entra um halogênio; em reações de adição, acontece a quebra de uma ligação dupla ou tripla do hidrocarboneto insaturado e entram dois halogênios ou um halogênio e um hidrogênio nos carbonos da ligação que se rompeu. Em todos os casos, há como produto da reação um haleto orgânico. Observe os seguintes exemplos de reações de substituição e adição que têm como produto um haleto orgânico.

Reação de substituição do tipo halogenação

→ Reação de adição de halogênio

Reação de adição de halogenidreto (halogênio e hidrogênio)

Leia também: Reações orgânicas – quais são e como classificá-las?

Propriedades dos haletos orgânicos

As propriedades físico-químicas dos haletos orgânicos são diversificadas devido à grande possibilidade de formação e tamanho das cadeias carbônicas, além das propriedades individuais dos halogênio ligantes, mas podemos destacar algumas.

  • Ponto de fusão aumenta de acordo com o tamanho da molécula.
  • São majoritariamente solúveis em solventes orgânicos.
  • Boa parte dos haletos orgânicos é tóxica.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Classificação dos haletos orgânicos

Os haletos orgânicos podem ser classificados de três formas diferentes.

1 . De acordo com o número de halogênios na cadeia carbônica

  • Mono-haleto → 1 halogênio
  • Di-haleto → 2 halogênios

Há ainda duas subdivisões para os haletos orgânicos com mais de um halogênio. Veja a seguir:
- Di-haleto vicinal: se os dois halogênios estiverem em carbonos vizinhos.
- Di-haleto isolado: se os halogênios estiverem a pelo menos um carbono de distância um do outro.

  • Tri-haletos → 3 halogênios

2. De acordo com o a estrutura da cadeia carbônica

  • Haleto de alquila ou alcoíla → Se o haleto estiver ligado a uma cadeia acíclica (aberta) de carbonos.
  • Haleto de arila ou acila→ Se o halogênio estiver ligado a um anel aromático.

3. De acordo com a espécie de halogênio ligado à cadeia carbônica

  • Flúor (F): fluoretos.
  • Cloro (Cl): cloretos.
  • Bromo (Br): brometos.
  • Iodo (I): iodetos.
  • Misto: quando houver mais de um tipo de halogênio na molécula.

Exemplos:

Nomenclatura dos haletos orgânicos

Um dos tipos de nomenclatura para haletos orgânicos é a seguinte: nome do halogênio acrescido da terminação -eto, mais nomenclatura do hidrocarboneto acrescido da terminação -ila.

(Halogênio) + eto de (hidrocarboneto) + ila

 

Exemplo:

A outra nomenclatura para os haletos orgânicos é definida pelas regras da União Internacional da Química Pura e Aplicada (Iupac). Essa nomenclatura é composta por partes que descrevem a estrutura de forma mais detalhada e contém: localização (número do carbono onde está ligado o halogênio), prefixo que indique a quantidade de halogênios (mono, di, tri…), nome do halogênio e nome do hidrocarboneto.

Localização + prefixo da quantidade dos halogênios + halogênio + hidrocarboneto


Exemplo:

Atenção! Para as cadeias carbônicas saturadas, isto é, que não possuem duplas ou triplas ligações, a contagem dos carbonos para a localização dos halogênios deve ser feita de forma que os números que aparecem na nomenclatura tenham o menor valor possível.

Leia também: Classificação e nomenclatura dos haletos orgânicos

Aplicações dos haletos orgânicos

Os halogênios são, em sua maioria, substâncias tóxicas, porém, por não se conhecer os riscos que alguns compostos apresentavam à saúde, eles foram utilizados por muito tempo como inseticida, gás de refrigeração e anestésico.

  • DDT (diclodifeniltricloroetano): halogênio orgânico tóxico que foi largamente utilizado como pesticida após a Segunda Guerra Mundial, para combater os pernilongos transmissores de dengue e malária.
  • Hexaclorobenzeno (BHC): composto sintético altamente tóxico utilizado como inseticida. Foi banido por ser bioacumulativo e representar risco à saúde humana.
  • Clorofórmio ou triclorometano: é um haleto orgânico altamente tóxico caso seja ingerido ou inalado. É utilizado como anestésico de uso externo.
  • CFC: um dos haletos orgânicos mais famosos, por ser um dos gases responsáveis pela intensificação do efeito estufa. Era amplamente utilizado na fabricação de aerossol e gás de refrigeração.
  • Gás lacrimogênio (α-cloroacetofenona): utilizado como arma pela polícia, é também um haleto orgânico. Apesar da grave irritação que provoca nos olhos e na pele, o gás lacrimogênio é pouco tóxico.
Nuvem de gás lacrimogênio, que é usado pela polícia para contenção de manifestação. [1]
Nuvem de gás lacrimogênio, que é usado pela polícia para contenção de manifestação. [1]

Exercícios resolvidos

Questão 1 – (UERJ - adaptada) O clorofórmio foi um dos primeiros anestésicos usados na medicina. Com o tempo, foi substituído por outros menos tóxicos. Assinale a alternativa que contém a fórmula do clorofórmio.

a) CH3Cl

b) CCl4

c) CHCl3

d) CCl2O

e) CHCl2

Resolução

Alternativa C. O clorofórmio é o nome usual para o composto triclorometano. Analisando a nomenclatura oficial, temos: tricloro- = três átomos de cloro; metano = hidrocarboneto com apenas um carbono. Como o carbono é um elemento tetravalente e já há três átomos de cloro ligados a ele, a última valência será preenchida por um hidrogênio (H). Logo, pode-se deduzir que a fórmula molecular do clorofórmio ou triclorometano é CHCl3.

Questão 2 – (UECE - adaptada) Os haletos orgânicos são muito utilizados como solventes na fabricação de plásticos, inseticidas e gás de refrigeração. Assinale a opção que associa corretamente a fórmula estrutural do haleto orgânico com seu nome de acordo com a Iupac.

a) H3C – CH2 – CHBr – CH3; 3-bromo-butano.

b) F   – – CH3; 1-fluor-4-metil-fenol.

c) H3C – CHF – CHCℓ – CHBr – CH2 – CH3; 2-flúor-3-cloro-4-bromo-hexano.

d) – CH2 – CH2 – Br; 1-bromo-2-fenil-etano.

e) CH2=CH-Cl; Di-cloroeteno.

Resolução

Alternativa D.

  • Letra a: incorreta, pois a contagem feita na cadeia carbônica foi iniciada pelo lado mais distante do halogênio. O correto seria 2-bromo-butano.
  • Letra b: incorreta, pois não tem o prefixo que indica a quantidade de halogênios na molécula e porque o termo “fenol’’ aplica-se a um benzeno ligado a uma hidróxila (-OH), que não é o caso. O correto seria di-1,4-fluor-metilfenil ou di-para-fluor-metil-benzeno.
  • Letra c : incorreta, pois os halogênios foram colocados fora da ordem alfabética. A forma correta seria tri-4-bromo-3-cloro-2-flúor-hexano.
    Letra e: incorreta, pois na molécula há apenas um átomo de cloro, então o prefixo “di” não se aplica. A nomenclatura correta é mono-cloroeteno ou apenas cloroeteno.

Crédito da imagem

[1] Frederic Legrand - COMEO / Shutterstock

Publicado por Laysa Bernardes Marques de Araujo

Artigos Relacionados

O cloroetano pode ser obtido em reações de adição com halogenidretos
Adição com halogenidretos
Saiba o que é reação orgânica de adição com halogenidretos, descubra quais são os produtos orgânicos obtidos e entenda o mecanismo desse processo.
Anilina
Fenilamina, Anilina, compostos aromáticos, líquido oleoso incolor, solúvel em álcool e éter, substância venenosa, alcatrão mineral, coramento de células para serem vistas ao microscópio, azul-de-metileno, sais de diazônio, Otto Unverdorben, destilação seca do anil ou do índigo.
A propanona remove esmalte de unhas.
Cadeias carbônicas e suas classificações
Propanona, acetona, cetonas, heteroátomos, moléculas orgânicas, funções orgânicas, Funções nitrogenadas, Função hidrogenada, Aminas, amidas Hidrocarbonetos, Funções halogenadas, Haletos orgânicos, Funções oxigenadas, aldeídos, cetonas, ácidos carboxílicos, derivados de ácidos, fenóis, álcoois, éteres, oxigênio, Cadeia Saturada, Cadeia Insaturada.
A maioria dos Sprays contém CFCs, que destroem a camada de ozônio
Destruição da camada de ozônio pelos CFCs
Entenda como ocorre a destruição da camada de ozônio pelos CFCs!
Haletos estão presentes na composição dos Lança-perfumes.
Estudo de alguns Haletos
Haletos Orgânicos, Cloreto de etila, chumbo-tetraetila, antidetonante da gasolina, Tetracloreto de carbono, Clorofórmio, DDT, BHC, Benzeno-Hexa-Clorado, inseticida, Dicloro-Difenil-Tricloroetano, lança-perfumes, narcótico, ação anestésica.
Família dos Halogênios
Conheça aqui quais são os elementos membros da família dos halogênios!
O fenol comum é o hidrobenzeno mostrado acima
Fenóis
Veja qual é o grupo funcional dos fenóis, suas principais características e propriedades, bem como suas aplicações.
Brinquedo de PVC: este material oferece riscos?
Ftalatos
Ftalatos, o que são ftalatos, ftlalatos são tóxicos, tereftalato, utilização dos tereftalatos, PVC flexível, poli cloreto de vinila, ácido ftálico, éster, anel benzeno ligado a dois ácidos ftálicos, cancerígeno e broxante.
Funções orgânicas contendo Oxigênio
Acompanhe a estrutura molecular que caracteriza estas funções.
Estrutura em terceira dimensão do cloreto de butanoíla
Nomenclatura dos cloretos de ácidos
Clique, conheça e aprenda a regra de nomenclatura aplicada aos cloretos de ácidos!
Bases fundamentais para a nomenclatura dos ésteres
Nomenclatura dos ésteres
Clique e aprenda a realizar a nomenclatura de qualquer estrutura pertencente ao grupo orgânico dos ésteres.
Químicos e bioquímicos em laboratórios de todo o mundo estudam reações orgânicas que podem ser aplicadas industrialmente em larga escala
Reações Orgânicas
Saiba tudo sobre as reações orgânicas de substituição, de adição e de eliminação por meio dos artigos desta subseção.
Ésteres
Descubra o que são os ésteres. Saiba mais sobre sua nomenclatura. Veja quais são as diferentes classificações e formas de obtenção. Resolva os exercícios propostos.
video icon
Geografia
Tipos de desemprego
Assista à nossa videoaula sobre os tipos de desemprego e conheça os conceitos e características desse problema social que atinge milhares de pessoas em todo o mundo.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Guia de Profissões
Publicidade e Propaganda
Que tal conhecer um pouco mais sobre as funções de um publicitário?
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Português
Preposições
Vamos aprender mais sobre essa classe conectiva de termos?