Whatsapp icon Whatsapp

Problemas ambientais rurais

Os problemas ambientais rurais são fruto da intensa utilização dos recursos naturais nas atividades humanas. O Brasil é um dos países campeões em impactos ambientais no campo.
O Brasil é um dos países que mais desmatam as suas florestas.
O Brasil é um dos países que mais desmatam as suas florestas.

Os problemas ambientais rurais são derivados da utilização de elementos da natureza no desenvolvimento das atividades produtivas. Esse uso, em muitos casos, acontece de forma intensa e desenfreada. Logo, gera um conjunto de impactos no meio ambiente.

Os principais problemas ambientais no campo são:

  • poluição da água, do solo e do ar;
  • desmatamento e queimadas;
  • erosão e compactação do solo;
  • esgotamento dos recursos naturais.

O espaço rural brasileiro é marcado por todos esses problemas. O desenvolvimento de atividades agrícolas, pecuárias e minerais no Brasil é o principal causador dos impactos ambientais no meio rural do país. A perda da qualidade ambiental dos ecossistemas, o desequilíbrio dos sistemas naturais e a transformação de unidades vegetais são consequências dos problemas ambientais rurais.

Leia também: Efeito estufa fenômeno natural que tem se intensificado em razão das ações antrópicas

Resumo sobre os problemas ambientais rurais

  • A atuação das atividades humanas no campo, principalmente atreladas à esfera econômica, resultou em um conjunto de problemas ambientais.
  • Os impactos no meio ambiente que são provocados pelas atividades humanas geram a transformação de elementos naturais, como a água, o solo e o ar.
  • Os desmatamentos e as queimadas são problemas ambientais muito comuns no campo. Eles geram a perda da cobertura vegetal nativa.
  • A erosão e compactação são considerados problemas ambientais. Eles são intensificados por meio do manejo inadequado do solo pelas atividades agropecuárias.
  • A predação dos recursos naturais do campo resulta em um cenário de esgotamento do recursos naturais.
  • O Brasil é um dos líderes no registro de problemas ambientais rurais. O país é reconhecido internacionalmente pela elevada destruição do meio ambiente.
  • As principais consequências dos problemas ambientais rurais estão atreladas à perda da qualidade ambiental dos ecossistemas.
  • A perda da qualidade de vida da população, assim como a dificuldade no acesso à água e aos alimentos também são consequências dos problemas ambientais no campo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Motivos dos problemas ambientais rurais

Os problemas ambientais rurais estão diretamente relacionados à transformação do espaço natural pelas atividades produtivas. A fixação do homem no campo e o desenvolvimento de atividades agrícolas e pecuárias culminaram em um conjunto de ações que se refletiram na intensa modificação do espaço. Logo, a implementação e a consequente expansão das atividades humanas no campo causaram um rol de problemáticas ambientais.

Esse cenário se intensificou nas últimas décadas, por meio do incremento de tecnologias que possibilitaram uma maior modificação do espaço natural e a consequente alteração das suas características. Nesse contexto, um marco foi a chamada Revolução Verde, iniciada a partir da segunda metade do século XX, por meio da modernização das práticas agrícolas com vistas a uma maior produção de alimentos.

A adoção de tecnologias nas práticas agropecuárias, como o emprego de mecanização agrícola e a utilização de sementes transgênicas, potencializou os impactos ambientais no espaço rural. Portanto, as atividades primárias de agricultura e pecuária estão entre as principais causadoras dos problemas ambientais rurais. No mais, destaca-se ainda o extrativismo, como a exploração vegetal e mineral, que também transforma o espaço rural em grande escala.

Veja também: Desastre ambiental em Brumadinho 

Os principais problemas ambientais rurais

Os problemas ambientais rurais estão atrelados à transformação do espaço natural do campo por meio de atividades humanas, em especial ao desenvolvimento de práticas como a agricultura, a pecuária e o extrativismo. Logo, os principais problemas ambientais rurais estão relacionados à atuação do homem sobre o espaço e o seu aproveitamento econômico. Nesse contexto, o setor primário da economia é o principal causador dos problemas ambientais rurais. A lista abaixo apresenta os problemas ambientais mais recorrentes no campo.

  • Poluição

A poluição é um evento comum no campo, assim como nas cidades, principalmente nos grandes centros. No caso específico das áreas rurais, a poluição ocorre, em especial:

A poluição da água é um dos principais problemas ambientais rurais. Esse tipo de poluição está ligado à destinação incorreta de resíduos nos cursos de água, como córregos e rios. Um dos principais elementos que geram esse tipo de poluição é a utilização de agrotóxicos. Esses produtos contaminam a água, tanto superficial quanto subterrânea, provocando graves problemas ambientais. O descarte incorreto de embalagens e insumos no leito dos rios também é um fator de geração de poluição da água.

Já a poluição do solo é caracterizada pela deposição de poluentes, principalmente produtos químicos usados na produção agropecuária, de forma incorreta no solo. Esse tipo de poluição também é causado por agrotóxicos, além de outros insumos que são utilizados pelos produtores rurais. No mais, algumas atividades de mineração também geram diversos resíduos, que contaminam o solo e também a água.

Por sua vez, em menor escala, há no campo ainda a poluição do ar. A pecuária, por exemplo, é uma das principais emissoras do gás metano, que contribui de forma direta para o aquecimento global. A utilização de máquinas e equipamentos no campo, assim como a realização de queimadas também produzem esse tipo de poluição. Para saber mais sobre esse tipo de impacto ambiental, leia o texto: poluição.

  • Desmatamento e queimadas

A supressão da vegetação, em especial por meio da ação de desmatamento e queimadas, é um dos principais problemas ambientais encontrados no campo. O desmatamento é realizado para a exploração da madeira, assim como de outros bens naturais, e também para a limpeza de terreno para a exploração agropecuária.

Já as queimadas estão diretamente relacionadas à remoção da vegetação para implantação de rebanhos de animais e cultivos de plantas. Em ambos os casos, o principal agente de modificação do espaço natural é o homem, por meio do estabelecimento de atividades produtivas, com destaque para a agropecuária.

O desmatamento e as queimadas provocam impactos no solo, na água e na vegetação, além de impactar a vida de todas as espécies que habitam o meio natural. Ademais, as queimadas são um importante fator de poluição do ar no campo.

Foto de uma área após ter sido queimada.
As queimadas são muito utilizadas no meio rural para a abertura de áreas para a produção agrícola.
  • Erosão e compactação do solo

A modificação das condições naturais do solo é um dos principais problemas ambientais que acontecem no espaço rural. Essa alteração ocorre principalmente por meio da erosão e da compactação do solo. A erosão é um fenômeno natural, mas que é intensificado pelas ações humanas. No campo, ela ocorre a partir do manejo inadequado do solo para a implantação de atividades produtivas, como cultivos agrícolas e criação de animais. A retirada da vegetação nativa aumenta consideravelmente o escoamento superficial da água da chuva no solo. Desse modo, há uma maior ação da água precipitada no solo, que resulta na ocorrência de eventos erosivos. A erosão pode acarretar, inclusive, na perda total do solo como nos processos de voçorocamento.

Já a compactação acontece por meio de atividades como o pisoteio do gado e a utilização de equipamentos agrícolas. Ela está ligada diretamente às erosões, uma vez que a compactação do solo resulta também na diminuição da capacidade de infiltração da água no terreno. Logo, é um fator que gera a intensificação dos processos erosivos. As monoculturas agrícolas e a criação de gado, por exemplo, são atividades que contribuem para o avanço dos processos de erosão e compactação do solo.

  • Esgotamento dos recursos naturais

A utilização predatória dos recursos naturais é um dos principais problemas ambientais rurais. A intensa retirada de bens naturais, por meio do extrativismo mineral e vegetal, acarreta o esgotamento desses recursos. No mesmo sentido, a exploração desenfreada dos recursos hídricos para além da capacidade de regeneração dos depósitos naturais gera, inclusive, a indisponibilidade de água. A preocupação com o esgotamento dos recursos naturais é crescente a partir da exploração indiscriminada desses elementos, cada vez mais acentuada por meio do aumento do consumo das populações. O desenvolvimento sustentável é uma prática que procura superar esse esgotamento por meio da defesa de um consumo ambientalmente responsável.

Problemas ambientais rurais brasileiros

Os problemas ambientais brasileiros são derivados da intensa utilização do espaço rural para o desenvolvimento das atividades produtivas. O Brasil é um dos maiores produtores agrícolas e minerais do mundo. Portanto, é um dos países do globo que registram um elevadíssimo volume de impactos ambientais no meio rural. O território brasileiro é marcado pela exploração desenfreada dos recursos naturais, impulsionada:

  • pelo desrespeito às legislações ambientais;
  • pelo sistema agropecuário marcado pela monocultura de exportação;
  • pela desigualdade de renda;
  • pela concentração fundiária;
  • pela conivência do poder público com os impactos ambientais registrados no campo.

O Brasil é reconhecido internacionalmente pelas altíssimas taxas de desmatamento, diretamente atreladas à expansão das atividades agropecuárias, com destaque para a criação de bovinos e produção de grãos. O volume de queimadas no território brasileiro também é gritante. As queimadas são registradas em biomas diversos que apresentam elevada importância ambiental, como a Amazônia e o Pantanal. A utilização de agrotóxicos também é outro problema ambiental recorrente no país, inclusive de produtos químicos que são proibidos por diversas nações em razão dos seus impactos no meio ambiente e na saúde da população. A contaminação por agrotóxicos, tanto de produtores rurais quanto de consumidores finais, é recorrente no Brasil.

Máquina fazendo a aplicação de agrotóxico no campo.
O uso indiscriminado de agrotóxicos contamina a água, o solo e o ar do espaço rural.

Sendo assim, afirma-se que o campo brasileiro é marcado pela multiplicidade dos impactos ambientais rurais. Esse cenário é muito grave, principalmente pela dependência acentuada da economia brasileira das atividades primárias. A produção agropecuária é, inclusive, uma das principais prejudicadas pela acentuação dos impactos ambientais no campo.

Por sua vez, tal cenário merece uma maior atenção quando contextualizado ao cenário global, marcado pelas mudanças climáticas. No mais, os problemas ambientais rurais no campo brasileiro também se refletem na vida da população urbana do país, entre outros, por meio da contaminação dos indivíduos com agrotóxicos, pelo esgotamento das reservas de água e pelo encarecimento dos produtos agropecuários.

  • Videoaula sobre problemas ambientais brasileiros

Quais os efeitos dos problemas ambientais rurais?

Os problemas ambientais rurais geram graves consequências para o meio ambiente e também para a população. A intensificação das atividades produtivas no campo, acompanhada pela exploração desenfreada dos recursos naturais, marca a perda da qualidade ambiental dessas zonas. A perda da biodiversidade é um dos problemas ambientais mais visíveis, especialmente por meio da realização de queimadas e desmatamentos. Essas ações provocam um intenso desequilíbrio ambiental dos sistemas florestais, que resulta em fenômenos como a perda da fertilidade do solo e a mudança do regime de chuvas.

No mais, a poluição da água, do solo e do ar contribui diretamente para a perda da qualidade e para a inutilização desses recursos naturais. Além disso, ocasiona crises de acesso à água, abastecimento de alimentos e, ainda, aumento das temperaturas do planeta. A utilização intensa de agrotóxicos também é outro elemento de grande preocupação para a sociedade, uma vez que, para além dos enormes impactos ambientais, gera ainda inúmeros prejuízos para a saúde da população. Já a perda dos solos por meio de fenômenos como a erosão também é uma consequência preocupante, que impacta diretamente na produção agrícola.

Leia também: 10 dicas importantes para preservar o meio ambiente 

Exercícios resolvidos sobre os problemas ambientais rurais

Questão 1 – (Enem 2018)

Anualmente, são usadas no mundo, aproximadamente, 2,5 milhões de toneladas de agrotóxicos. O consumo anual de agrotóxicos no Brasil tem sido superior a 300 mil toneladas de produtos comerciais, representando um aumento no consumo de agrotóxicos de 700% nos últimos quarenta anos, enquanto a área agrícola aumentou 78% nesse período.

SPADOTTO, C. A. Disponível em: www.fmr.edu.br. Acesso em: 7 nov. 2014.

No contexto da produção agrícola, a utilização do insumo citado implica o(a):

A) redução nos lucros da atividade.

B) aumento do desequilíbrio ecológico.

C) manutenção da fertilidade dos solos.

D) priorização de cultivos de subsistência.

E) autonomia no uso de tecnologia nacional.

Resolução

Alternativa B. A utilização desenfreada de agrotóxicos impacta diretamente no desequilíbrio ecológico do meio ambiente. Esses insumos provocam a contaminação da água, do solo e do ar e implicam a perda da qualidade desses recursos naturais. Ademais, os agrotóxicos também geram inúmeros prejuízos à saúde da população.

Questão 2 – (Enem 2012)

Estima-se que cerca de 80% da área cultivada do estado de São Paulo esteja sofrendo processo erosivo, causando uma perda de mais de 200 milhões de toneladas de solo por ano. 70% desse solo chegam aos mananciais, causando assoreamento e poluição.

ZOCCAL, J. C. Adequação de erosões: causas, consequências e controle da erosão rural. Soluções cadernos de estudos em conservação do solo e água. Presidente Prudente: Codasp, v. 1, n. 1, maio 2007 (adaptado).

Como São Paulo, todo o Brasil sofre com o problema da deflagração e aceleração da erosão hídrica em áreas cultivadas, e a perda de solos por esse tipo de erosão caracteriza-se por ser:

A) mais intensa em solos onde se utiliza a técnica de associação de culturas, em comparação com cultivos que deixam a maior parte do solo exposta às intempéries.

B) menos intensa em solos que, revolvidos, ficam expostos às chuvas, em comparação àqueles onde são aplicadas técnicas de plantio direto.

C) mais intensa nos solos onde são realizados cultivos temporários, em comparação àqueles sobre os quais as coberturas de mata são preservadas.

D) mais intensa em solos expostos a chuvas bem distribuídas, em comparação àqueles sobre os quais a quantidade de chuvas é concentrada ao longo do ano.

E) menos intensa nos solos cujos alinhamentos dos cultivos seguem as linhas de maior inclinação, em comparação àqueles onde são aplicadas técnicas de terraceamento.

Resolução

Alternativa C. A erosão ocorre prioritariamente em áreas que sofreram uma supressão da vegetação. Sendo assim, é mais comum em solos que recebem cultivos temporários. A preservação da mata nativa possibilita a atenuação dos processos erosivos, já que essa vegetação protege o solo e possibilita o aumento da capacidade de infiltração da água da chuva.

Publicado por Mateus Campos

Artigos Relacionados

O desmatamento é um dos grandes problemas ambientais provocados pela agropecuária
A agropecuária e os problemas ambientais
Os impactos ambientais causados por essa atividade.
Mangueiras de gotejamento em uma lavoura de milho
Economia de água na agricultura
As atividades agrícolas são as que mais consomem e desperdiçam recursos hídricos. Conheça algumas formas de praticar a economia de água na agricultura!
A mineração pode gerar diversos impactos ambientais
Impactos ambientais da Mineração
Conheça os principais impactos ambientais da mineração, uma das mais importantes atividades econômicas da atualidade.
<p>O uso inadequado e ininterrupto do solo pode causar impactos ao meio ambiente como <strong>erosão</strong> e <strong>assoreamento dos rios</strong>
Impactos da produção agrícola
Conheça quais são os impactos negativos da produção agrícola sobre o meio ambiente!
A agricultura pode dividir-se em diferentes tipos de produção, que se adequam às características do ambiente.
Tipos de agricultura
Entenda melhor os tipos de agricultura, que equivalem às diferentes formas de produção agrícola, realizadas de acordo com as condições do ambiente em que serão desenvolvidas. Confira uma explicação detalhada sobre os principais tipos de agricultura, bem como suas características e produção.
video icon
Filosofia
O mito de Sísifo, de Albert Camus
Albert Camus foi um dos filósofos mais influentes do existencialismo do século XX. Pode-se dizer que ele criou uma nova vertente para o existencialismo: o absurdismo. Clique aqui e conheça o ensaio O mito de Sísifo, de Albert Camus, uma das várias obras, entre ensaios, romances e peças de teatro, escritas pelo pensador.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.