Whatsapp icon Whatsapp

Síria

A Síria é um dos países mais instáveis do Oriente Médio. A nação vive uma guerra civil, derivada da Primavera Árabe, que gera grandes perdas econômicas e humanas.
Bandeira da Síria.
Bandeira da Síria.

A Síria é um país predominantemente árabe, localizado em uma das zonas mais instáveis do planeta, o Oriente Médio. O território sírio foi dominado ao longo da história por diversos povos, desde romanos até otomanos, sendo controlado pelos franceses até meados do século XX. A geografia do país, essencialmente desértica, influencia diretamente a distribuição da população e a produção econômica.

O país conta com cerca de 15 milhões de habitantes e tem como base o setor primário. A Síria está em guerra civil desde 2011, logo, grande parte de sua infraestrutura tem sido destruída durante o conflito. A guerra civil gerou intenso deslocamento populacional e deterioração do acervo cultural local.

Saiba mais: África Setentrional — uma extensão do Oriente Médio?

Resumo sobre a Síria

  • A Síria é uma das regiões de povoamento mais antigas do globo. Tornou-se independente da colonização da França em 1946.

  • A geografia síria é marcada pela presença de grandes desertos. Além disso, os dois principais rios do país são o Tigre e o Eufrates.

  • A Guerra Civil Síria gerou um grande fluxo de refugiados, especialmente para outros países do Oriente Médio e da Europa.

  • A economia síria tem como base a produção agrícola, como frutas mediterrânicas, e a extração mineral, como o petróleo.

  • A maior parte da infraestrutura síria foi destruída durante a guerra civil que ocorre no país desde o ano de 2011 e envolve a luta pela deposição do ditador al-Assad.

  • A cultura da Síria tem como base a forte diversidade religiosa, com o predomínio de diferentes vertentes da religião muçulmana.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dados gerais sobre a Síria

  • Nome oficial: República Árabe Síria.

  • Gentílico: sírio.

  • Extensão territorial: 185.180 quilômetros quadrados.

  • Localização: Oriente Médio.

  • Capital: Damasco.

  • Climas:

  • Governo: república semipresidencial.

  • Idioma: árabe.

  • Religiões:

    • 87% — islamismo;

    • 10% — cristianismo;

    • 3% — outras.

  • População: 15.500.000 habitantes.

  • Densidade demográfica: 95 habitantes/quilômetro quadrado.

  • Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,567 (baixo).

  • Moeda: libra síria.

  • Produto Interno Bruto (PIB): US$ 40,41 bilhões.

  • PIB per capita: US$ 2.032.

  • Gini: 37%.

  • Fuso horário: UTC+2.

  • Relações exteriores:

    • Organização das Nações Unidas (ONU);

    • Liga Árabe.

  • Divisão administrativa: 14 províncias, sendo elas:

Latakia

Deir er-Zor

Idlib

Homs

Alepo

Damasco

Al-Raqqah

Rif Dimashq

Al-Hasakah

Quneitra

Tartus

Daraa

Hama

Al-Suwayda

História da Síria

O território sírio está localizado em uma importante zona de transição mercantil, marcada pelas trocas comerciais, o que explica a dominação pelos povos romano, bizantino e grego. A área atual da Síria é muito menor do que a de tempos passados, em razão de sucessivas invasões estrangeiras, como as empreendidas pelos cristãos durante o período das Cruzadas.

A Síria também esteve sob o domínio de diversos povos árabes, como otomanos, egípcios e libaneses. A história recente do país é marcada pelo desdobramento da Primeira Guerra Mundial, já que com a desfragmentação do Império Otomano e a ocupação de parte do Oriente Médio pelas potências europeias, o território sírio tornou-se uma posse da França.

A nação alcançou sua independência da França em 1946. A partir de então, adotou uma postura de forte oposição ao estabelecimento do Estado judeu, Israel, no Oriente Médio. A rivalidade entre os países suscitou diversas guerras e gerou disputas territoriais. As Colinas de Golã, região oficialmente síria, foi ocupada por Israel em 1967 durante a Guerra dos Seis Dias. Esse é o principal foco de tensão entre Síria e Israel.

Ademais, ao longo das últimas décadas, o país tornou-se um polo de autoritarismo marcado por ações extremistas, ressaltando-se ainda que ocorre na região a Guerra Civil Síria. O conflito, iniciado em 2011 como um desdobramento da Primavera Árabe, caracterizada pela ocorrência de diversos protestos em países do Oriente Médio, dura até a atualidade. Esse embate reúne, de um lado, os opositores do governo local, com apoio de alguns territórios árabes, incluindo do Estado Islâmico desde 2014, e de outro, o governo do ditador al-Assad, apoiado pela Rússia.

Etimologia de Síria

O termo Síria remete ao chamado Levante, região geográfica localizada no Oriente Médio que corresponde ao território sírio atual e também às grandes porções dos países vizinhos, como Jordânia, Israel e Palestina.

Geografia da Síria

A Síria é um país localizado no Oriente Médio, região geográfica predominantemente desértica, que faz parte do continente Ásia. O território sírio faz fronteira com Turquia, Jordânia, Iraque, Líbano e Israel. A Síria é banhada pelo mar Mediterrâneo.

Em termos climáticos, a Síria possui uma dualidade de tipos de clima, marcada pela presença do clima mediterrâneo no litoral e do clima árido no interior. A vegetação da Síria segue a mesma lógica da distribuição climática do país.

Já em relação ao relevo, a maior parte do país é coberta por formações montanhosas, com exceção de planícies costeiras e fluviais. Os principais rios da Síria são o Tigre e o Eufrates. A Síria possui diversas formações desérticas e vários rios intermitentes.

Mapa da Síria

Mapa da Síria.

Demografia da Síria

A Síria conta com cerca de 15 milhões de habitantes. A maior parte da população está concentrada nas grandes cidades do país, como Damasco e Aleppo, além de cidades médias localizadas próximo a fontes de água. A população do país é predominantemente urbana e marcada pela intensa divisão religiosa.

O cenário demográfico da Síria foi profundamente modificado pela Guerra Civil Síria, que desde 2011 tem gerado um grande contingente de refugiados, que fogem do país devido aos distúrbios militares, especialmente para outros países do Oriente Médio e da Europa. Logo, a alta taxa de emigração do país nos últimos anos tem reduzido drasticamente a população local.

A população síria conta com indicadores sociais considerados insatisfatórios, especialmente devido aos conflitos militares no país. A taxa de expectativa de vida e o índice de desenvolvimento humano, por exemplo, registraram forte queda nos últimos anos.

Economia da Síria

A economia da Síria era uma das mais prósperas do Oriente Médio antes dos conflitos militares que ocorreram no país e que afetaram a economia local. A Síria tem sua atividade econômica concentrada no setor primário. Nessa área, destaca-se a produção de frutas, como azeitonas e limões, e a exploração de minerais, como petróleo e gás natural. Já a indústria local, fortemente atingida pela guerra civil, concentra atividades de produção de roupas, alimentos e bebidas. A Síria possui um setor terciário marcado pelo comércio, mas que foi quase que inviabilizado mediante a insegurança presente no país.

Infraestrutura da Síria

A maior parte da infraestrutura síria foi destruída ao longo da guerra civil. Nesse sentido, uma grande parcela das redes de transportes e comunicações do país foi atingida pelo conflito e ainda não foi totalmente recuperada. Seguindo a mesma lógica, os serviços públicos oferecidos para a população são precários, como em questões de saneamento básico e energia.

Tal situação levou ao deslocamento de um contingente importante da população síria para o exterior. Atualmente, o país ainda enfrenta dificuldade de acesso à alimentação e à água potável. A região da capital síria, Damasco, onde está localizada a sede do governo ditatorial local, ainda conserva parte dos principais equipamentos urbanos do país.

Ônibus vermelho em frente a um prédio destruído em Aleppo, na Síria.
A rede urbana síria sofreu fortes danos em razão da guerra civil presente no país. [1]

Governo da Síria

A Síria é formalmente considerada uma república semipresidencialista, sistema estabelecido após a independência do país, que incitava a participação da população nas decisões políticas locais. Porém, desde a metade do século XX, o país é governado pela família Assad, um dos regimes ditatoriais mais autoritários do mundo. O clã estabeleceu uma ditadura no país, que impede a existência de oposição política, impressa organizada e qualquer outra forma de participação democrática. Tal cenário resultou na guerra civil em vigor. Nessa guerra, de um lado há os opositores do governo local, com apoio de países árabes, e de outro o governo sírio, com apoio da Rússia.

Leia também: Afeganistão — uma das regiões mais conflituosas do planeta

Cultura da Síria

A Síria é um país muito influenciado pela religião. A maior parte da população síria é árabe, razão pela qual as tradições árabes são extremamente valorizadas no país, como as vestimentas e os feriados religiosos. O país conta com minorias religiosas importantes, como os cristãos e os drusos.

Logo, a Síria possui muitos equipamentos religiosos, como mesquitas e igrejas, além de sítios arqueológicos bastante preservados. Porém, boa parte da produção cultural local, assim como museus, bibliotecas e cinemas, sofreu forte deterioração. Os sírios são conhecidos pela confecção de artefatos manuais, pelo consumo de alimentos mediterrânicos, pelo famoso pão sírio e, além disso, pela paixão pelo futebol.

Curiosidades da Síria

  • Os sírios possuem forte tradição na confecção de artefatos manuais, como as espadas, que são muito valorizadas internacionalmente.

  • Junto dos libaneses, os sírios formam um relevante grupo de imigrantes no Brasil. Sua entrada no território brasileiro foi iniciada ainda no século XIX.

  • A Síria compartilha diversos hábitos culturais e forte influência política com seu vizinho Líbano, em razão do período de controle francês na região.

  • A Síria possui diversas minorias religiosas, como os curdos, que atuam em favor do movimento de formação de um Estado curdo em parte do território sírio.

Publicado por Mateus Campos

Artigos Relacionados

As religiões no Oriente Médio
A região mais tensa do planeta e sua relação com as religiões.
A produção de petróleo no Oriente Médio
A maior atividade econômica da maioria dos países do Oriente Médio.
Escassez de Água no Oriente Médio
Compreenda a importância da Água no Oriente Médio, um dos principais elementos geopolíticos da região.
Mundo Árabe
Islamismo, História Árabe, muçulmanos, Maomé, expansão do Mundo Árabe, Hégira, Meca, politeísmo, beduínos, comerciantes, Alcorão, comércio árabe, Jihad, Guerra Santa, califado, dinastia omíada, xiitas, sunitas.
Oriente Médio
Saiba mais sobre o agrupamento de países que formam o Oriente Médio. Veja informações sobre as características geográficas, econômicas e culturais da região.
video icon
Texto"Matemática do Zero | Condição de existência de triângulos" em fundo azul.
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Condição de existência de triângulos
Nessa aula veremos a condição de existência de um triângulo utilizando um raciocínio lógico e em seguida formalizando esse conhecimento.