Whatsapp icon Whatsapp

Líbia

Líbia é um dos países mais ricos e desenvolvidos da África, mas a instabilidade política presente no país nos últimos anos tem provocado retrocessos significativos.
Bandeira da Líbia.
Bandeira da Líbia.

A Líbia é um dos países mais instáveis em termos políticos do mundo. Ela está localizada no norte da África (África Setentrional), uma região geoestratégica marcada por conflitos político-militares. A história líbia marca a influência das populações árabes no norte africano. O país, geograficamente caracterizado por clima e vegetação desérticos, tem uma população majoritariamente muçulmana.

A economia líbia tem como base a exportação de petróleo. Porém, apesar das riquezas minerais, os líbios têm enfrentado diversas adversidades frutos do conflitos locais. O país é administrado por um governo de transição que busca equilibrar as forças políticas nacionais.

Saiba mais: África Setentrional: uma extensão do Oriente Médio?

Resumo sobre a Líbia

  • A Líbia é um país do norte da África que enfrenta forte instabilidade política fruto dos movimentos locais da Primavera Árabe (2011).

  • Seu território é geograficamente importante e, ainda, tem uma das maiores reservas de petróleo do mundo.

  • O deserto do Saara cobre a maior parte do território, logo, há o predomínio do clima desértico assim como de uma vegetação desértica.

  • Sua população, em razão das condições climáticas adversas do interior do país, está concentrada ao longo do litoral.

  • É um dos principais produtores de petróleo da África. O país exporta grandes quantidades de petróleo e gás natural.

  • Seu governo atual é monitorado diretamente pela Organização das Nações Unidas (ONU) em razão dos conflitos políticos locais.

  • Sua cultura tem forte influência da religião islâmica na constituição dos costumes locais, como o uso de longas vestimentas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dados gerais da Líbia

  • Nome oficial: Estado da Líbia

  • Gentílico: líbio

  • Extensão territorial: 1.676.198 quilômetros quadrados

  • Localização: norte da África

  • Capital: Trípoli

  • Clima:

    • mediterrâneo;

    • árido.

  • Governo: provisório

  • Idioma: árabe

  • Religiões:

    • 97% (islamismo);

    • 3% (outras).

  • População: 6.958.000 habitantes

  • Densidade demográfica: quatro habitantes/quilômetro quadrado

  • Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,724 (elevado)

  • Moeda: Dinar líbio

  • Produto Interno Bruto (PIB): US$ 29,2 bilhões

  • PIB per capita: US$ 4310

  • Gini: dados não disponíveis

  • Fuso horário: UTC+2

  • Relações exteriores:

    • Organização das Nações Unidas (ONU);

    • Organização Mundial do Comércio (OMC);

    • Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

  • Divisão administrativa: 22 distritos, sendo eles:

Nigatal Homs

Marje

Oásis

Zauia

Jabal Acdar

Gate

Jafara

Derna

Uádi Alhaiate

Trípoli

Butnane

Saba

Murgube

Nalute

Murzuque

Misurata

Jabal Algarbi

Cufra

Sirte

Axati

Jufra

Bengasi

 

 

História da Líbia

O território líbio já foi ocupado por diversos povos ao longo da história, com destaque para a ocupação de fenícios, gregos e árabes, com este último grupo sendo aqueles que fundaram um importante entreposto comercial na região. A ocupação árabe no território líbio marcou a expansão do Império Otomano no norte da África.

Após a derrota do referido império na Primeira Guerra Mundial (1914-1918), o território líbio foi ocupado pela Itália. Já após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), com a derrota da Itália, a Líbia adquiriu oficialmente a sua independência.

A partir de então, o povo líbio foi governado predominantemente por governos ditatoriais marcados pela corrupção e pela perseguição política. O país foi um dos participantes da Primavera Árabe (2011), movimento que defendia a maior liberdade política nos países árabes.

A queda do ditador do país, Muamar Kadhafi, que tomou o poder por meio de um golpe de Estado, foi um símbolo da Primavera Árabe. Mesmo assim, desde então, o país vive uma forte instabilidade política marcada pela oposição entre grupos políticos locais.

→ Videoaula sobre Primavera Árabe

Etimologia da Líbia

O termo libu designa um conjunto de tribos berberes que habitavam a porção norte da África, especialmente o território atual da Líbia. Sendo assim, o nome do país, Líbia, tem origem no termo libu.

Geografia da Líbia

A Líbia é um país localizado na porção norte da África, sendo banhado pelo mar Mediterrâneo. O território líbio faz fronteira com:

A Líbia tem como característica geográfica principal a sua formação desértica. O país está quase todo localizado no deserto do Saara. Dessa forma, predomina-se clima árido e vegetação desértica; já a hidrografia é praticamente inexistente, e o relevo é formado por planaltos e montanhas muito erodidos pela erosão eólica. A exceção é a porção litorânea do país, que, em razão do oceano, possui um clima mais ameno, com vegetação do tipo mediterrânico.

Mapa da Líbia

Mapa da Líbia.

Demografia da Líbia

A população líbia é formada por cerca de sete milhões de habitantes, quase totalmente distribuídos ao longo do litoral do país, devido às condições inóspitas do interior. A população da Líbia é predominantemente urbana, formada especialmente por árabes, que compartilham diversos hábitos culturais, como língua e religião.

O país possui uma população densamente urbana, com destaque para as maiores cidades do país, Trípoli, Bengasi e Misrata. Em termos demográficos, ocorre um elevado crescimento populacional principalmente por causa da elevada taxa de natalidade do país. Em contrapartida, há um grande índice de emigração em razão das condições políticas adversas do país.

Veja também: Taxa de natalidade e taxa de mortalidade — importantes indicadores de desenvolvimento humano

Economia da Líbia

A economia da Líbia tem uma forte base primária, especialmente por meio da produção de combustíveis fósseis, como o petróleo. A exportação de petróleo e gás natural é justamente o principal gerador de divisas financeiras para o país. A Líbia faz parte, inclusive, da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep). Dessa forma, o setor terciário, marcado pelo comércio, também está ancorado na comercialização desses combustíveis fósseis.

As atividades agropecuárias no país são muito restritas, voltadas principalmente para o consumo interno, devido às condições climáticas adversas locais. As atividades industriais também são muito limitadas, sendo concentradas em setores de beneficiamento de produtos minerais, além de fábricas de alimentos e roupas.

Infraestrutura da Líbia

A Líbia tem uma infraestrutura considerada desenvolvida para os padrões africanos, porém duramente atingida pelos conflitos militares locais. Ademais, a infraestrutura do país está diretamente voltada para a exportação de produtos minerais, como petróleo e gás natural.

Os serviços à população têm apresentado condições precárias, especialmente após a deflagração de conflitos militares civis no país. O acesso à água, ao esgoto e a alimentos no país tem se tornado precário ao longo dos anos.

A principal ligação do país ocorre por meio de portos e aeroportos localizados na capital líbia. O país ainda possui uma rede de rodoviais, especialmente no litoral. O abastecimento de energia é realizado por meio de combustíveis fósseis, como o petróleo.

Governo da Líbia

Soldado segurando bandeira da Líbia na Praça dos Mártires, na celebração do 69º aniversário da independência da Líbia.
A Líbia enfrenta forte instabilidade política nos últimos anos. [1]

A Líbia enfrenta um cenário de forte instabilidade política, especialmente após a Primavera Árabe (2011), que resultou na queda do ditador do país, Muamar Kadhafi (1942-2011). A partir de então, dois grupos locais têm disputado o poder no país, processo que levou inclusive a uma guerra civil, com fortes repercussões internacionais.

Atualmente, a Líbia passa por um governo de transição orientado pela Organização das Nações Unidas (ONU). Mesmo assim, as adversidades continuam no cotidiano do país, especialmente em áreas dominadas por milícias. A corrupção e a perseguição aos Direitos Humanos são problemas crônicos da política líbia.

Veja também: Afeganistão — um dos países mais conflituosos do mundo

Cultura da Líbia

A cultura da Líbia representa uma mescla de diversos aspectos do mundo árabe e certa influência de povos europeus. A influência da religião, em um país majoritariamente muçulmano, é muito forte. Os costumes locais, como as vestimentas e as cerimônias, são diretamente marcados pelos preceitos do islamismo.

Culturalmente, houve perdas importantes para os líbios nos últimos anos, em razão da forte instabilidade política vivenciada pelo país. Há inclusive um temor de perda de sítios arqueológicos e objetos históricos atingidos pelo conflito.

A culinária líbia é marcada pelo uso de alimentos mediterrânicos, além de carne, especialmente de camelo. O país ainda possui populações nômades em sua porção desértica, que praticam atividades agropecuárias diversas. A corrida de camelos é um dos esportes nacionais da Líbia.

Curiosidades da Líbia

  • A Líbia é um dos países menos visitados do mundo por turistas em razão das condições instáveis da política local.

  • O território líbio abriga ruínas importantes de tempos antigos, com destaque para templos romanos e fenícios.

  • A Líbia possui um código de vestimenta muito rígido para mulheres, que têm que andar com a maior parte do corpo coberta ao saírem de casa.

  • A Guerra Civil Líbia foi um desdobramento da Primavera Árabe (2011), movimento que defendia maior liberdade política nos países árabes.

Crédito de imagem

[1] Hussein Eddeb / Shutterstock

Publicado por Mateus Campos

Artigos Relacionados

Angola
Conheça os principais aspectos geográficos de Angola. Saiba mais sobre a economia desse importante exportador de petróleo.
Botsuana possui parques de animais selvagens
Botsuana
Localizado na porção sul da África, o território de Botsuana é coberto pelo deserto Kalahari.
Paisagem do território tibetano.
China x Tibet
China x Tibet, A ocupação do Tibet pela China, Quando a China anexou o Tibet ao seu território, Quando ocorreu a revolta dos monges no Tibet, O líder espiritual do Tibet.
Militar sul-coreano na fronteira com a Coreia do Norte
Coreia do Sul
As características de uma potência econômica localizada na Ásia.
Dubrovnik na Croácia
Croácia
Uma das nações mais prósperas da extinta Iugoslávia.
Deserto do Saara
Deserto do Saara
As características do maior deserto quente do planeta.
Ilhas de Galápagos
Equador
Aspectos de um grande produtor de petróleo na América do Sul.
Muammar Gaddafi controlou a Líbia por mais de quatro décadas.*
Guerra civil na Líbia
A guerra civil na Líbia e a queda do ditador Muammar Gaddafi demonstram a força do movimento popular. Clique aqui e saiba mais!
Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep)
Leia sobre as origens e motivações de criação da Opep. Entenda também suas principais políticas de controle e o relacionamento do Brasil com a organização.
Os 20 maiores países do mundo
Conheça quais são os 20 países mais extensos do globo. Saiba também quais são os países com a maior população absoluta do planeta.
Manifestantes tunisianos indo às ruas em busca de democracia, em Janeiro de 2010*
Primavera Árabe
Conheça os principais acontecimentos referentes aos protestos no mundo árabe nesta breve síntese explicativa!
África
Conheça as principais características da África e tire as suas dúvidas sobre o continente considerado o berço da humanidade.
Grande parte da população da África Setentrional conduz o desenvolvimento da sua sociedade de acordo com as leis islâmicas¹
África Setentrional: Uma extensão do Oriente Médio?
Será que a África Setentrional pode ser considerada uma extensão do Oriente Médio? Clique e entenda!

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Sigmund Freud
Filosofia
Sigmund Freud
Nessa videoaula você conhecerá mais sobre a vida e estudos do "pai" da psicanálise.
video icon
Thumb Brasil Escola
Literatura
Realismo fantástico
Trazemos uma análise sobre realismo fantástico. Assista já!
video icon
Thumb Brasil Escola
Química
Funções orgânicas
Tire um tempo para entender melhor o que são as amidas