Matéria

Matéria é tudo aquilo que tem massa e volume. É composta por moléculas e átomos unidos e ordenados de diferentes formas, o que garante diferentes propriedades específicas. Também há as propriedades gerais, que são aquelas que se aplicam a todo tipo de matéria.

Matéria e energia são conceitos complementares. A energia, além de unir as partículas formadoras da matéria, está proporcionalmente relacionada a esta. Einstein descreveu matematicamente que matéria e energia são diretamente proporcionais (E=m.c²).

Veja também: Qual é a estrutura de um átomo?

O que é matéria?

A palavra matéria vem do latim e significa “aquilo de que uma coisa é feita”. Matéria é tudo aquilo que possui peso e ocupa espaço no Universo. De acordo com Demócrito, a matéria é formada por pequenas partículas menores, chamadas de átomo, e cada tipo de matéria se distingue pela natureza e forma de organização dos átomos, o que nos leva aos diferentes estados físicos:

  • gasoso;
  • líquido;
  • sólido.

O ar atmosférico que respiramos, por exemplo, também é matéria. Apesar de não conseguirmos ver, o ar tem peso e ocupa espaço. Prova disso é que, quando enchemos um balão, ele ganha volume e, se colocarmos um balão vazio e um cheio em uma balança, poderemos ver que o balão cheio de ar é um pouco mais pesado.

Imagem representando a diferença de volume nos balões com ar e sem.
Imagem representando a diferença de volume nos balões com ar e sem.

Composição da matéria

A matéria é composta por espécies atômicas ligadas por diferentes forças inter e intramoleculares. Os átomos se organizam e formam moléculas, e as moléculas se unem e formam elementos de dimensões maiores.

A matéria pode ser formada por um tipo apenas de átomo (sendo chamada de substância) ou pode ser formada por dois ou mais átomos, configurando uma mistura.

Leia também: O que são as substâncias simples e compostas?

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Tipos de matéria

Podemos classificar a matéria de diversas formas, levando em conta características como:

  • estado físico;
  • natureza do(s) elemento(s) formador(es);
  • origem natural ou artificial;
  • propriedades específicas, etc.

Mas vamos nos ater aqui à matéria orgânica e inorgânica.

  • Matéria orgânica

Matéria orgânica são os compostos que têm em sua estrutura átomos de carbono, realizando ligações covalentes com outros átomos de carbono e com outras espécies atômicas, como:

Todo composto orgânico tem carbonos em sua estrutura, mas nem todo composto que tem carbono é orgânico. Os carbonatos (sais compostos pelo íon CO32−), por exemplo, são compostos inorgânicos.

Antigamente se acreditava que os compostos orgânicos eram exclusivamente produzidos por seres vivos. Em 1828, o cientista Friedrich Wöhler conseguiu, em laboratório, sintetizar a ureia (CH₄N₂O), um composto orgânico, a partir do cianato de amônio (NH4OCN), um composto inorgânico. Depois disso surgiram outros compostos orgânicos sintetizados em laboratório.

  • Inorgânicos

Compostos inorgânicos são normalmente unidos por ligação iônica, como:

São as substâncias que não possuem carbonos ordenados, cadeias de hidrocarbonetos ligadas à molécula. Exemplo de composto inorgânico presente no nosso cotidiano é o cloreto de sódio (NaCl), que é o nosso sal de cozinha. Podemos citar também o hidróxido de sódio (NaOH), também conhecido como soda cáustica.

Duas soluções com compostos inorgânicos — ácido clorídrico (HCl) e cloreto de sódio (NaCl).
Duas soluções com compostos inorgânicos — ácido clorídrico (HCl) e cloreto de sódio (NaCl).

Propriedades da matéria

Há dois tipos de propriedades da matéria. Aquelas que dizem respeito a todo tipo de matéria são as propriedades gerais, e aquelas que são específicas de uma espécie variam de uma matéria para outra.

  • Propriedades gerais

  • Massa: é a quantidade de matéria que temos em uma determinada amostra. Sua unidade é o quilograma (kg) pelo Sistema Internacional de Unidades (SI).
  • Volume: espaço ocupado pela amostra de matéria. Sua unidade é o m³ pelo SI. Um m³ corresponde a 1000 litros.
  • Impenetrabilidade: toda matéria ocupa um determinado espaço no Universo, e nenhuma outra matéria é capaz de ocupar esse mesmo espaço simultaneamente.
  • Divisibilidade: é possível dividir a matéria em infinitas partes menores até chegarmos às unidades fundamentais da matéria, que hoje sabemos que vão além dos átomos.
  • Descontinuidade: toda matéria é composta por espaços vazios entre os átomos e moléculas.
  • Compressibilidade: capacidade de ter seu volume reduzido por ação de forças externas.
  • Elasticidade: capacidade que a matéria tem de voltar à forma original quando não se tem mais força ou pressão externa agindo sobre ela.
  • Indestrutibilidade: ainda que mude sua estrutura original, a matéria não pode ser destruída. Isso foi afirmado por Lavoisier em sua famosa frase: “nada se cria, nada se perde, tudo se transforma.
  • Inércia: tendência que um corpo tem de permanecer no seu estado de energia original, seja  em repouso, seja em movimento, até que haja a interferência de uma força externa.

Veja também: Primeira lei de Newton – lei da mecânica que comprova a existência da inércia

  • Propriedades específicas

  • Funcionais: propriedades relacionadas com as funções químicas da matéria. É a classificação da matéria conforme a semelhança de funções e reações químicas.
  • Ponto de fusão e ebulição: ponto (temperatura) em que acontece a troca de estado físico da matéria do sólido para o líquido e do estado líquido para o gasoso, respectivamente.
  • Densidade: relação entre massa e o volume que a amostra de matéria ocupa (d=m/v).
  • Solubilidade: capacidade da matéria de se dissolver ou se misturar à outra de forma homogênea.
  • Dureza: capacidade que um material tem de riscar ou cortar outro material.
  • Maleabilidade: capacidade que o material tem de ser moldado sem se partir ou quebrar.
  • Ductibilidade: capacidade de um material de formar fios ou, em outras palavras, até onde suporta ser deformado antes de se romper.
  • Tenacidade: capacidade da matéria de suportar ou absorver impactos sem quebrar.
  • Organolépticas: característica da matéria que podemos observar com os nossos sentidos: tato, visão, audição, olfato e paladar.

Estados físicos da matéria

A matéria pode se apresentar em cinco estados físicos diferentes:

  • condensado de Bose-Einstein;
  • sólido;
  • líquido;
  • gasoso;
  • plasma.

A diferença entre eles é a movimentação e condensação das partículas formadoras.

Representação da relação entre os estados físicos da matéria e a energia entre as partículas.
Representação da relação entre os estados físicos da matéria e a energia entre as partículas.

Matéria e energia

A matéria está diretamente relacionada com a energia e vice-versa. Exemplo disso são as forças (energia) que unem as partículas formadoras da matéria, bem como os estados físicos, que aparecem  conforme a energia cinética entre as partículas formadoras.

Segundo Einstein, matéria e energia são proporcionais. Ele descreveu isso usando a fórmula matemática:

E = mc²

E → Energia

m → massa

c → velocidade da luz

Assim, se houver aumento de matéria, haverá também aumento da energia associada a ela.

Exercícios resolvidos

Questão 1 – (Osec – SP) Densidade é uma propriedade definida pela relação:

A) massa/pressão.

B) massa/volume.

C) massa/temperatura.

D) pressão/temperatura.

E) pressão/volume.

Resolução

Alternativa B. Densidade é a relação de massa que se tem em um determinado volume. É determinada pela fórmula d=m/v.

Questão 2 – Você está sentado no interior de um ônibus em movimento. De repente, ele freia bruscamente e você é projetado violentamente para frente. Isso ocorre graças à propriedade geral da matéria denominada:

A) densidade.

B) impenetrabilidade.

C) elasticidade

D) inércia.

E) volume.

Resolução

Alternativa D. Inércia é a tendência de qualquer matéria de se manter em seu estado de energia cinética até que haja interferência de uma força externa. O estado de energia do passageiro era em movimento, pois o ônibus que o levava estava em movimento. Quando o ônibus freia, ele impõe uma força para que o corpo pare de se movimentar. Com isso, o passageiro é projetado para frente porque a tendência é que tudo que está dentro do ônibus se mantenha no movimento que o ônibus fazia antes de ser freado.

Questão 3 – Em condições normais, o ponto de ebulição da água é 100 °C. Podemos afirmar que essa é uma propriedade:

A) específica.

B) genérica.

C) funcional.

D) geral.

E) organoléptica.

Resolução

Alternativa A. É uma propriedade específica, pois cada tipo de matéria possui um ponto de ebulição diferente, de acordo com a natureza, estrutura e massa do composto.

Publicado por: Laysa Bernardes Marques de Araujo
Assuntos relacionados
A Química é uma ciência teórica e experimental
Introdução à Química
Aqui você encontrará uma introdução à Química, com a definição dessa ciência, quais são seus ramos de estudo e seu papel em nossa sociedade.
Íons
Clique aqui e entenda o que são os íons negativos e os íons positivos!
Modelo atômico da mecânica quântica
Conheça o modelo de átomo mais moderno e complexo.
A Tabela Periódica dos elementos químicos
Tabela periódica
Clique e tenha acesso a vários textos que esclarecem tudo sobre as principais características dos elementos químicos reunidos na Tabela Periódica.
Medalha de bronze
Bronze
Confira aqui qual a composição do bronze e onde ele é comumente utilizado.
Os três estados físicos ou de agregação da água são: sólido, líquido e gasoso
Gráfico de Mudança de Estado Físico
O gráfico de mudança de estado de qualquer substância pura apresenta sempre dois patamares com temperaturas fixas.
A teoria atômica criada por Dalton conseguiu explicar microscopicamente a lei criada por Lavoisier
Explicação de Dalton para as Leis Ponderais
Veja como a teoria atômica de Dalton explica as leis ponderais de Lavoisier e Proust.
A temperatura influi no estado da matéria.
Estados físicos da matéria
Estados físicos da matéria, estado sólido, estado líquido, estado gasoso, volume, temperatura, pressão, Força de Coesão, força de repulsão, forças de atração, partículas, átomos, substâncias.
A força peso corresponde à força feita sobre um objeto capaz de impedi-lo de cair livremente
Força peso
Clique aqui para conhecer a definição da força peso, resultado da interação gravitacional entre um objeto e o planeta.
A densidade do ouro à 25°C é 19,3 g/cm3.
Densidade
Densidade, sólidos, líquidos, gramas por centímetro cúbico, substância, massa, volume, água, álcool etílico, alumínio, chumbo, diamante, leite integral, mercúrio.
A solubilidade das substâncias pode ser representada por meio de um gráfico, de acordo com a influência que a elevação da temperatura exerce
Curvas de solubilidade
Veja como fazer uma curva de solubilidade de uma substância que demonstre como sua solubilidade varia de acordo com a temperatura, em uma massa fixa do solvente.