Calcogênios

Os calcogênios, elementos formadores de substâncias com cobre, possuem seis elétrons na camada de valência e apresentam aplicações diversas.

Os calcogênios são todos os elementos químicos localizados na família ou grupo 16 (conhecida antigamente como família VIA), que recebem esse nome por causa da origem grega Khaltos (que quer dizer cobre) com a junção do termo genos, que quer dizer “origem nobre”.

De uma forma geral, os calcogênios apresentam como principal característica o fato de os elementos naturais (com exceção do livermório, que é artificial) dessa família formarem compostos químicos com o elemento cobre (Cu).

Os elementos químicos que formam essa família são:

  • Oxigênio (O, número atômico 8),

  • Enxofre (S, número atômico 16),

  • Selênio (Se, número atômico 34),

  • Telúrio (Te, número atômico 52),

  • Polônio (Po, número atômico 84),

  • Livermório (Lv, número atômico 116).

Distribuições eletrônicas dos elementos da família dos calcogênios

Todos elementos químicos da família dos calcogênios apresentam seis elétrons em suas camadas de valência (camada mais externa do átomo), o que pode ser observado na distribuição eletrônica de cada um deles.

  • Oxigênio

Distribuição eletrônica com o número atômico 8 do oxigênio
Distribuição eletrônica com o número atômico 8 do oxigênio

  • Enxofre

Distribuição eletrônica com o número atômico 16 do enxofre
Distribuição eletrônica com o número atômico 16 do enxofre

  • Selênio

Distribuição eletrônica com o número atômico 34 do selênio
Distribuição eletrônica com o número atômico 34 do selênio

  • Telúrio

Distribuição eletrônica com o número atômico 52 do telúrio
Distribuição eletrônica com o número atômico 52 do telúrio

  • Polônio

Distribuição eletrônica com o número atômico 84 do polônio
Distribuição eletrônica com o número atômico 84 do polônio

  • Livermório

Distribuição eletrônica com o número atômico 116 do livermório
Distribuição eletrônica com o número atômico 116 do livermório

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Características gerais dos elementos químicos da família dos calcogênios

Com exceção do polônio e do livermório, todos são ametais;

  • Os metais dessa família possuem a tendência de perder elétrons para estabilizar-se;

  • Os ametais dessa família apresentam a tendência de ganhar elétrons para estabilizar-se;

  • O NOX dos ametais é -2, o que corresponde à capacidade de ganhar dois elétrons para atingir o octeto;

  • O NOX dos metais é +6, o que corresponde à capacidade de perder seis elétrons para atingir o octeto;

  • Com exceção do oxigênio (que é um gás), todos os elementos dessa família encontram-se no estado sólido à temperatura ambiente.

Exemplos de utilizações desses elementos

  • Oxigênio: participa de forma ativa do processo de respiração celular para a produção de energia nas células, portanto, é um elemento vital para os seres vivos aeróbios. É utilizado como comburente em diversos processos químicos, além de participar da produção de ferro gusa e óxidos de titânio.

  • Enxofre: elemento que, na natureza, participa de forma ativa na formação da chuva ácida. É utilizado pela indústria na produção de pólvora e explosivos, de alguns inseticidas (eliminadores de insetos) e fungicidas (eliminadores de fungos).

  • Selênio: é um elemento químico que desempenha funções importantes no organismo humano, como atuar no fortalecimento do sistema imunológico. Sua principal utilização, porém, é como descorante de vidros.

  • Telúrio: é um elemento que forma compostos químicos de características muito tóxicas para o organismo humano. É muito utilizado na produção de ligas metálicas de chumbo, com o objetivo de tornar esse metal mais resistente.

  • Polônio: por tratar-se de um elemento químico altamente reativo e tóxico, ele é sempre manuseado com muita cautela. O polônio pode ser utilizado como fonte de radiação alfa, como fonte de nêutrons e, ainda, na indústria para melhorar a performance de um motor de combustão interna.

Localização dos calcogênios na tabela periódica
Localização dos calcogênios na tabela periódica
Publicado por: Diogo Lopes Dias
Assuntos relacionados
Os elementos químicos se organizam em períodos e famílias.
Organização da Tabela Periódica
Organização dos elementos químicos, Dimitri Ivanovich Mendeleev, números atômicos, Períodos, Famílias, grupos, propriedades químicas dos elementos, propriedades físicas dos elementos.
Conhecendo a Tabela periódica brincando.
História da Tabela Periódica
Critérios usados para organizar os elementos, Dimitri Ivanovich Mendeleev, classificação periódica atual, números atômicos, classificação feita por Mendeleev, evolução da tabela periódica.
Colunas verticais e horizontais da Tabela Periódica
Períodos e Famílias da Tabela Periódica
Conheça como são organizados os períodos e as famílias da Tabela Periódica!
Interpretando a Tabela Periódica
Como entender a estrutura e disposição dos elementos na tabela.
Dois terços dos elementos da Tabela Periódica são classificados como metais
Classificação dos Elementos
A classificação dos elementos da Tabela Periódica é: metais, ametais ou não metais, semimetais, gases nobres e hidrogênio.
O tungstênio (W) é o metal de maior ponto de fusão, o que explica seu uso em filamentos de lâmpadas incandescentes
Ponto de Fusão e Ponto de Ebulição na Tabela Periódica
Veja qual é a relação dos pontos de fusão e de ebulição dos elementos em relação ao crescimento do seu número atômico, na mesma família e no mesmo período da Tabela Periódica.
Os elementos representativos estão coloridos na Tabela Periódica acima
Elementos Representativos
Aprenda a identificar na Tabela Periódica quais são os elementos representativos e veja algumas de suas propriedades e aplicações.
Podemos localizar um elemento químico utilizando a ferramenta da distribuição eletrônica e vice-versa
Distribuição eletrônica e a Tabela Periódica
Veja como indicar o subnível mais energético e o número de elétrons do átomo relacionando a distribuição eletrônica com a Tabela periódica.
O estudo da reatividade pode ajudar a prever se uma reação ocorrerá ou não
Reatividade na Tabela Periódica
Aprenda a determinar se um elemento é mais reativo ou não do que outro por meio do estudo da reatividade na Tabela Periódica.
Os quatro novos elementos da Tabela Periódica
Novos elementos da Tabela Periódica
Conheça por intermédio deste texto os quatro novos elementos da Tabela Periódica!