Whatsapp icon Whatsapp

Introdução à física

Introdução à física: origem dessa ciência que trata das interações entre matéria e energia e que teve início na Grécia antiga unida ao pensamento filosófico.
Equação de Einstein, a mais famosa equação da física
Equação de Einstein, a mais famosa equação da física

“A ciência é feita de fatos, assim como uma casa é feita de tijolos, mas um amontoado de fatos não é ciência, assim como um amontoado de tijolos não é uma casa”.

Essa frase é do brilhante físico e matemático francês Henry Poincaré, que descreveu o que para ele era “fazer” ciência. A ciência exige que se colete dados, analise-os e interprete-os de forma bastante minuciosa, a partir daí procura-se uma lei que represente o fenômeno estudado e cria-se uma teoria, e quem sabe algum tempo depois essa teoria estará sendo aplicada em novas tecnologias que contribuem para o bem-estar da sociedade.

Sob esse ponto de vista, a física é um dos ramos do conhecimento mais bem sucedidos. Poucas áreas se destacaram tanto na produção de conhecimento, aliado ao desenvolvimento tecnológico. Ela é uma ciência experimental que trata da interação entre matéria e energia, é uma das chamadas “ciências da natureza”. Ela envolve pesquisa, coleta e organização de dados e formulação de hipóteses, essa maneira de estudar os fenômenos foi inaugurada pelo físico italiano Galileu Galilei no século XVII, e é chamado de método científico; antes o conhecimento se baseava em observações.

A história da física teve início com os filósofos gregos, como Tales de Mileto, que provavelmente viveu por volta de 624 a.C. Já naquela época ele conseguiu observar a propriedade elétrica da matéria ao perceber que uma resina vegetal fossilizada, chamada âmbar, atraía pequenos pedaços de palhas e folhas secas quando era atritada com lã e peles de animais. Outros filósofos ao longo dos séculos também ocupavam-se com estudos de questões ligadas ao movimento e ao tempo, entre eles está Aristóteles de Estagira (384 a.C – 322 a.C). Dessa forma, o conhecimento foi aumentando de forma exponencial e se dividiu em diferentes áreas, entre elas a física.

Além dos filósofos gregos da antiguidade, muitos cientistas deram grandes contribuições para o desenvolvimento da física, alguns com grande destaque, entre eles podemos citar:

  • Nicolau Copérnico (1473 – 1543): foi quem anunciou o modelo heliocêntrico, “colocando” o Sol no centro do sistema solar,

  • Tycho Brahe (1546 – 1601): utilizou de forma pioneira equipamentos de medição para mapear posições de corpos celestes, contribuindo imensamente com a astronomia.

  • Galileu Galilei (1564 – 1642): além de inaugurar o método científico, estudou o movimento de corpos em queda livre.

  • Isaac Newton (1642 – 1727): com suas leis conseguiu explicar praticamente todos os tipos de movimentos.

  • James Clerk Maxwell (1831 – 1879): uniu a eletricidade e o magnetismo, dando origem ao eletromagnetismo.

  • Albert Einstein (1879 - 1955): publicou em 1905 três extraordinários artigos: Teoria da relatividade restrita; Efeito fotoelétrico; Movimento browniano.

É importante que se saiba que todos deram significativa contribuição, o próprio Newton disse: “Se pude enxergar mais distante, foi porque estive apoiado em ombros de gigantes”.

A física se desenvolveu tanto que acabou dividida em áreas: Física Clássica e Física Moderna; na clássica estão os fenômenos que podem ser explicados através das leis de Newton, já na física moderna estão fenômenos relacionados às teorias surgidas a partir de meados do século XX, como a teoria da relatividade e a mecânica quântica.

Didaticamente, a maioria dos autores acabam optando por uma divisão que segue basicamente esta sequência: Mecânica, Termologia, Óptica, Ondulatória, Eletricidade e Física Moderna.

  • Mecânica: estuda o movimento. É subdividida em: cinemática, dinâmica, gravitação, estática e hidrostática.

  • Termologia: estuda os fenômenos térmicos. É subdivida em termometria, calorimetria e termodinâmica.

  • Óptica: estuda os fenômenos ligados à luz e pode ser subdividida em óptica geométrica e óptica física.

  • Ondulatória: estuda as ondas e engloba a acústica, que trata das ondas sonoras.

  • Eletricidade: estuda os fenômenos elétricos e magnéticos, é subdividida em eletrostática, eletrodinâmica e eletromagnetismo.

  • Física moderna: envolve a relatividade especial, a mecânica quântica e a física nuclear.

Assim, se você está iniciando seus estudos em física, saiba que, embora tenhamos uma divisão didática, só existe uma física e todas as áreas estão relacionadas.


Por Paulo Silva
Graduado em Física

Publicado por Paulo Soares da Silva
Assista às nossas videoaulas

Artigos de Introdução à física

Conversão de unidades
Você sabe fazer conversões de unidades? Converter unidades é um processo bastante simples e muito útil para resolver exercícios de Física. Por meio desse processo, é possível adequar as unidades dos exercícios para resolvê-los com mais facilidade. Aprenda a converter unidades de comprimento, área, volume, intervalo de tempo e de velocidade com esse artigo.
Vetores A, B e R
Decomposição de vetores
Veja aqui como estudar a decomposição de vetores usando métodos gráficos e análise matemática.
Diferença entre direção e sentido
Direção e sentido
Direção, sentido, módulo, física, grandezas escalares, grandezas vetoriais, seguimento de reta, trajetória retilínea, trajetória curvilínea, mecânica, orientação do móvel.
Régua escolar comum
Entendendo os algarismos significativos
Veja aqui o que são algarismos significativos e quais as regras usadas para seu arredondamento.
Física, o estudo da natureza
Física
Clique aqui e conheça quais são os objetivos dos estudos da Física!
Grandezas Físicas
As grandezas físicas descrevem qualitativamente e quantitativamente as relações entre os fenômenos físicos.
Balança responsável por identificar peso em KG
Grandezas Físicas e Unidades
A padronização de estudos referentes a fenômenos físicos
Comprimento aproximado em centímetros
Operações fundamentais com algarismos significativos
Veja aqui a maneira correta de efetuar operações de adição, subtração, multiplicação e divisão com algarismos significativos.
Grandezas físicas
Ordem de grandeza
A ordem de grandeza é uma medida estimada que envolve as potências de 10 e que facilita os cálculos longos. Confira mais sobre o assunto!
Ao medir um comprimento usando uma fita métrica estamos determinando quantas vezes esse comprimento é maior do que uma unidade escolhida
Padrão de comprimento
Veja aqui como e onde foi estabelecido um padrão para as medidas de comprimento.
Prefixos do Sistema Internacional de Unidades
Valores que se referem a grandezas podem ser reescritos em função de prefixos.
Principais Conceitos da Física
Física, mecânica, área de estudo da física, ondas, calor e termodinâmica, movimentos ondulatórios, óptica geométrica, eletricidade, magnetismo, conceitos e princípios de física.
O Sistema Internacional de Unidades padroniza as unidades de medidas das grandezas utilizadas em todo o mundo
Sistema Internacional de Unidades
Descubra os objetivos da criação do Sistema Internacional de Unidades e as determinações feitas por ele em relação às unidades de medida!
Unidades de medidas
Sistema Internacional de Medidas, Metro, quilograma, Segundo, Ampàre, Kelvin, Mol, Radiano, Unidades que são variadas das unidades fundamentais, Prefixos Fundamentais do SI.
video icon
Português
Aprenda a usar os porquês de uma vez por todas!
No que se refere à ortografia, certamente o uso dos porquês é um dos assuntos que mais geram dúvidas entre os falantes da língua portuguesa. Afinal, quando utilizar “por que” separadamente, “porque” juntamente ou “por quê” e “porquê” de forma acentuada? Nesta videoaula, esclareceremos, de uma vez por todas, o emprego mais adequado dessas palavras.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.