Whatsapp icon Whatsapp

Velocidade de escape

A velocidade de escape é a velocidade mínima necessária que um objeto necessita ter para conseguir escapar da atração gravitacional de um corpo celeste.
A velocidade de escape é a velocidade mínima necessária para que um corpo escape da atração gravitacional de um corpo celeste, como a Terra.
A velocidade de escape é a velocidade mínima necessária para que um corpo escape da atração gravitacional de um corpo celeste, como a Terra.

A velocidade de escape (Ve) é a velocidade mínima que um corpo precisa obter para conseguir escapar do campo gravitacional que os corpos celestes exercem. Ao lançar objetos da superfície, eles são atraídos de volta para o chão devido à atração gravitacional. No entanto, é possível chegar a uma velocidade mínima que possa vencer essa atração gravitacional, o que chamamos de velocidade de escape.

Essa velocidade é demonstrada quando a energia mecânica (Em) total do corpo ao ser lançado no infinito é nula. A velocidade de escape não depende da massa do objeto que tenta escapar, mas se relaciona com a massa do planeta ou estrela (M) de onde se quer escapar, com o raio desse corpo celeste (R) e com a constante de gravitação universal (G), que possui valor de 6,67.10 -11 N.m2/kg2.

Leia também: Dicas para resolver exercícios de cinemática

Equação da velocidade de escape

Ônibus espacial saindo do planeta Terra
A velocidade de escape é a velocidade mínima necessária para que um corpo escape da atração gravitacional de um corpo celeste, como a Terra.

Quando um objeto consegue escapar da atração gravitacional, consideramos que ele chega ao infinito, portanto sua energia cinética (K), associada à agitação das partículas do corpo, e sua energia potencial (U), associada à posição que os corpos ocupam, finais são nulas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

De acordo com a lei de conservação da energia, um sistema isolado interage apenas com forças conservativas e, assim, a energia total do sistema é constante e não se perde, portanto a energia total do projétil é dada pela equação a seguir:

Equação da energia total do projétil

Em que:

  • m: massa do objeto;

  • M: massa do corpo celeste;

  • v: velocidade do objeto;

  • R: raio do planeta;

  • G: constante gravitacional.

Isolando a velocidade, conseguimos excluir a massa do objeto:

Equação da energia total do projétil com velocidade isolada

Assim, para encontrar a velocidade de escape, chegamos à fórmula a seguir:

Com essa equação, você pode encontrar a velocidade mínima que um corpo precisa ter para escapar do campo gravitacional de um planeta.

Vamos exemplificar o uso da fórmula considerando o caso da Terra:

  • G = 6,67.10-11 N.m2/kg2

  • M = 5,98.1024 kg

  • R = 6,38.106 m

Cálculo da velocidade de escape para sair da Terra

Leia também: Lançamento vertical para cima movimento unidirecional que sofre influência gravitacional

Velocidade de escape de outros planetas

Astros

Massa (kg)

Raio (m)

Velocidade de escape (km/s)

Sol

1,99.1030

6,96.108

617.54

Mercúrio

3,30.1023

2,43.106

4,3

Vênus

4,86.1024

6,05.106

10,4

Lua

7,36.1022

1,74.106

2,4

Marte

6,41.1023

3,38.106

5,1

Júpiter

1,90.1027

7,15.107

61

Saturno

5,68.1026

5,82.107

36,7

Urano

8,68.1025

2,53.107

22,4

Netuno

1,02.1026

2,46.107

25,5

Velocidade orbital x velocidade de escape

Cuidado para não confundir essas duas velocidades!

  • Velocidade de escape: velocidade mínima para escapar da atração gravitacional de um planeta.

  • Velocidade orbital: velocidade em que um corpo celeste descreve sua órbita.

Satélite orbitando a Terra.
Satélite orbitando a Terra.

Johannes Kepler definiu três leis para descrever o movimento dos planetas no Sistema Solar. Sua 3ª lei descreve que, quanto mais distante esse corpo celeste estiver em relação ao Sol (tamanho da sua órbita), menor será sua velocidade de translação (tempo para dar uma volta ao redor do sol).

Fórmula da terceira lei de Kepler

  • T: período de revolução dos corpos celestes.

  • K: constante proporcional da estrela que os corpos celestes orbitam.

  • R: raio da órbita.

Para encontrar a velocidade orbital, é necessário comparar a lei da gravitação universal com a equação da força centrípeta, força resultante que aponta para o centro do movimento e que é exercida sobre o corpo celeste. Sendo assim, teremos:

Relação entre a lei da gravitação universal e a força centrípeta

Cortando a massa do corpo celeste (m) e o raio ( R), que aparecem nos dois lados da equação, conseguimos isolar a velocidade orbital:

Equação da velocidade orbital

Veja também: Queda livre e lançamento vertical

Exercícios resolvidos

Questão 1 – (Fuvest 2020) A velocidade de escape de um corpo celeste é a mínima velocidade que um objeto deve ter nas proximidades da superfície desse corpo para escapar de sua atração gravitacional. Com base nessa informação e em seus conhecimentos sobre a interpretação cinética da temperatura, considere as seguintes afirmações a respeito da relação entre a velocidade de escape e a atmosfera de um corpo celeste.

I. Corpos celestes com mesma velocidade de escape retêm atmosferas igualmente densas, independentemente da temperatura de cada corpo.

II. Moléculas de gás nitrogênio escapam da atmosfera de um corpo celeste mais facilmente do que moléculas de gás hidrogênio.

III. Comparando corpos celestes com temperaturas médias iguais, aquele com a maior velocidade de escape tende a reter uma atmosfera mais densa.

Apenas é correto o que se afirma em:

A) I.

B) II.

C) III.

D) I e II.

E) I e III

Resolução

Alternativa C.

A temperatura do planeta interfere na densidade de sua atmosfera. Então, quanto maior a temperatura, menor a densidade da atmosfera e vice-versa.

Corpos mais leves (menos densos) possuem uma maior facilidade para escapar dos corpos celestes, pois sua energia cinética é menor. Com isso, apenas a alternativa III é correta, já que o nitrogênio é mais pesado que o hidrogênio e a temperatura altera a densidade.

Questão 2 - A velocidade mínima para que um corpo possa sair da superfície de um corpo celeste é denominada velocidade de escape. Determine a velocidade de escape para que uma sonda consiga escapar da superfície da Lua, em m/s.

Dados:

  • Massa da Lua: 7,36.1022

  • Constante de gravitação universal: 6,67.10-11 N.m2/kg2

  • Raio da Lua: 1,74.106

A) 5,64.106

B) 2,37.103

C) 2,82.106

D) 3,13.106

Resolução

Alternativa B.

Para descobrir a velocidade de escape, utilizaremos a equação a seguir:

Equação da velocidade de escape

Substituindo com as informações apresentadas no enunciado:

Primeira parte do cálculo da velocidade de escape — questão 2

Resolvendo a multiplicação:

Segunda parte do cálculo da velocidade de escape — questão 2

Resolvendo a divisão:

Finalização do cálculo da velocidade de escape — questão 2

Tirando o valor da raiz:

Valor final da velocidade de escape — questão 2

Publicado por Gabriela de Oliveira

Artigos Relacionados

A diferença entre frear e parar
A Física faz parte do nosso cotidiano até mesmo no ato de frear um automóvel. Você sabe qual é a diferença entre frear e parar? Confira!
Aceleração da gravidade
Descubra o que é a aceleração da gravidade, conheça as fórmulas usadas para calculá-la, e confira exercícios resolvidos sobre aceleração gravitacional.
Blocos em movimento horizontal
Aplicações das leis de Newton nos blocos em movimento horizontal.
Corpos em órbitas circulares
Estudo do comportamento dos corpos em órbitas circulares.
Energia mecânica
Acesse o texto e confira uma introdução à energia mecânica, confira as fórmulas de energia mecânica e aprenda com exercícios resolvidos sobre o tema.
Força centrípeta
Entenda o que é força centrípeta, conheça as fórmulas usadas para calculá-la, e confira alguns exemplos em que ela atua bem como exercícios resolvidos.
Forças conservativas
Você sabe o que são forças conservativas? Clique aqui para conhecer a diferença entre elas e as forças dissipativas.
Gravitação universal
Clique para saber tudo sobre a gravitação universal. Confira sua fórmula, relação com as leis de Kepler, história, além de exercícios resolvidos sobre o assunto.
Lei da gravitação universal
A lei da gravitação universal diz que duas partículas se atraem com forças cuja intensidade é diretamente proporcional ao produto de suas massas e inversamente proporcional ao quadrado da distância que as separa.
Massa específica
Clique aqui para entender sobre a massa específica. Confira sua unidade de medida, sua fórmula, como calculá-la, além de exercícios resolvidos.
Satélites em Órbitas Circulares
Velocidade de Translação.
video icon
Professora ao lado do texto"Verbos irregulares".
Português
Verbos irregulares
Sabendo que o estudo de verbos não é uma tarefa fácil, nesta videoaula esclareceremos as formas de flexão dos verbos irregulares, ou seja, aqueles que, ao serem conjugados, apresentam alteração em seu radical ou em sua terminação. Não deixe de assistir!