Whatsapp icon Whatsapp

Chile

Chile é o maior produtor de cobre do mundo. O país possui uma das economias mais desenvolvidas da América do Sul, porém apresenta alto índice de desigualdade social.
Bandeira do Chile
Bandeira do Chile

    O Chile é um país localizado na América do Sul. Está situado na porção sul do subcontinente sul-americano, em um território longilíneo, marcado pelas grandes diferenças em termos geográficos. Essa variedade de aspectos naturais é dada, principalmente, em razão da dimensão territorial chilena, que possui grande extensão latitudinal.

O Chile é uma ex-colônia espanhola e alcançou sua independência em 1818. Os hábitos culturais do país foram influenciados pelos colonizadores, com destaque para a língua espanhola e a religião católica.

Na atualidade, é uma república presidencialista e possui cerca de 18 milhões habitantes. O Chile tem uma das economias mais ricas e desenvolvidas da América do Sul. O território chileno tem, ainda, uma moderna infraestrutura, com destaque para o setor de transportes. Contudo, é um país marcado pela desigualdade social entre a população.

Leia também: Países emergentes - países subdesenvolvidos com quadros de crescimento econômico prósperos

Dados gerais do Chile

  • Nome oficial: República do Chile

  • Gentílico: chileno

  • Extensão territorial: 756.950 quilômetros quadrados

  • Localização: América do Sul

  • Capital: Santiago

  • Clima: Semiárido, Mediterrâneo e Subtropical

  • Governo: república presidencialista

  • Idioma: espanhol

  • Religiões:

- 83% (cristianismo)

- 11% (ateísmo)

- 6% (outras)

  • População: 18.050.000 habitantes

  • Densidade demográfica: 22 habitantes/quilômetro quadrado

  • Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,851 (muito alto)

  • Moeda: peso chileno

  • Produto Interno Bruto (PIB): US$ 282,3 bilhões

  • PIB per capita: US$ 14.896,45

  • Gini: 46,4%

  • Fuso horário: UTC -4

  • Relações exteriores:

- Organização das Nações Unidas (ONU)

- Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE)

- Organização dos Estados Americanos (OEA)

- Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac)

- União de Nações Sul-Americanas (Unasul)

- Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico (Apec)

- Aliança do Pacífico (AP)

  • Divisão administrativa: 16 regiões, sendo elas:

Arica e Parinacota

Maule

Tarapacá

Ñuble

Antofagasta

Biobio

Atacama

Araucania

Coquimbo

Los Rios

Valparaíso

Los Lagos

Santiago

Aisén

O’Higgins

Magallanes

História do Chile

A história do Chile é caracterizada pelo processo de colonização da Espanha, empreendido a partir de 1536, data que marca a chegada dos navegadores espanhóis à região. No entanto, o processo de ocupação espanhola, fomentado pela busca de recursos minerais e também de passagens marítimas pelo sul da América, foi marcado pela intensa disputa com diversas tribos indígenas que habitavam a região desde tempos antigos.

A resistência indígena ao processo de colonização do Chile culminou em diversos conflitos violentos e, consequentemente, em um grande volume de mortos, principalmente indígenas. Ademais, o cenário conflituoso influenciou no processo de ocupação do território chileno, realizado de maneira gradual pelos espanhóis.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O processo de colonização no Chile foi caracterizado pela elevada concentração de terras em razão da distribuição feita pelos espanhóis. A vida política local era marcada pela influência dos latifundiários, que tinham laços diretos com a Espanha. Em razão da crescente desigualdade social e da insatisfação com o domínio espanhol, os chilenos começaram a organização de movimentos de independência. Dessa maneira, em 1818, o Chile alcançou a sua independência da Espanha.

Foto de pessoas em um protesto; no centro e em destaque, a bandeira do Chile.
A organização da sociedade civil, por meio de protestos, faz parte da tradição política participativa dos chilenos. [1]

A partir da independência, a República do Chile foi marcada pelo desenvolvimento das atividades primárias e pela relativa estabilidade política e econômica. Contudo, entre os anos de 1973 e 1989, o país ficou sob o domínio de uma das mais sangrentas ditaduras militares latino-americanas. A partir da volta da democracia, o Chile foi administrado por presidentes com diferentes concepções econômicas. Ainda assim, as insatisfações populares frente às administrações governamentais foram recorrentes.

Em 2020, por meio de um plebiscito, a população chilena decidiu pela construção de um novo documento constitucional. Os representantes da população que contribuirão para a chamada Convenção Constitucional do Chile foram escolhidos por meio do voto popular, em 2021.

Leia também: Ditadura militar chilena – período muito truculento da história do Chile

Geografia do Chile

O Chile está localizado na América do Sul. É banhado pelo oceano Pacífico e faz fronteira com:

Os principais territórios ultramarinos do Chile são a ilha Sala y Gómez, a ilha de Páscoa, as ilhas Desventuradas e o arquipélago Juan Fernández. O Chile possui um território longilíneo, razão pela qual apresenta uma grande diversidade geográfica, marcada pela variação latitudinal. No norte do país está localizado o deserto do Atacama, um dos principais desertos do mundo.

Foto do deserto do Atacama; ao fundo, uma lagoa e montanhas.
O deserto do Atacama está localizado no norte chileno. Ele é um dos principais pontos turísticos do Chile.

O país é cortado, na sua porção leste, pela cordilheira dos Andes, principal formação geomorfológica da América do Sul. Na sua porção oeste, predominam formações de relevo de média altitude, e também zonas de planícies, em especial, ao longo do litoral. O Chile está localizado no Anel de Fogo do Pacífico, região marcada pela intensa atividade tectônica. Dessa maneira, a ocorrência de terremotos é constante. Além disso, o país possui muitos vulcões ativos e registra fenômenos como tsunamis.

Em relação ao clima e à vegetação, a ampla extensão latitudinal do Chile resulta em diversos tipos climáticos e vegetacionais:

  • o norte do país é marcado pelo clima Desértico, com vegetação esparsa e influenciada pelo baixo volume de pluviosidade;

  • a porção central do Chile apresenta clima e vegetação mediterrâneos, sendo o verão caracterizado por dias quentes e secos e o inverno, por dias frios e úmidos;

  • já o sul do Chile possui clima Subtropical e frio, em razão da proximidade com o extremo sul do planeta, sendo a vegetação formada principalmente por florestas temperadas.

Mapa do Chile

Mapa do Chile

Demografia do Chile

O Chile possui cerca de 18 milhões de habitantes. A maior parte da população local está concentrada na região metropolitana de Santiago, que tem aproximadamente cinco milhões de habitantes. A população chilena é composta por descendentes de europeus e indígenas, sendo que o idioma oficial do país é o espanhol e a religião predominante é o catolicismo.

O Chile apresenta uma população com elevado padrão de vida, com destaque para indicadores sociais satisfatórios. As taxas de mortalidade infantil estão entre as mais baixas da América. Já a expectativa de vida do país é bastante elevada. Nas últimas décadas, a população chilena tem apresentado um alto nível de envelhecimento, uma vez que as taxas de fecundidade caíram muito no país, por questões relacionadas ao desenvolvimento econômico e social.

Leia também: Quais são as 20 cidades mais populosas do mundo?

Economia do Chile

A economia do Chile é uma das mais abertas e dinâmicas da América do Sul, porém o país é extremamente dependente da exploração de reservas minerais e da cultivação de produtos agrícolas. O principal setor da economia do Chile é o primário. Na agricultura, o país produz trigo, uvas, maçãs, abacates e hortaliças diversas. Já no extrativismo, destaca-se a exploração de cobre, ferro, prata e ouro. O Chile é o maior produtor e exportador de cobre do planeta. A pesca também é um ramo econômico importante para o país, principalmente de peixes de água salgada.

Por sua vez, o setor secundário é caracterizado pela transformação de bens agropecuários e minerais, com destaque para as indústrias alimentícia, siderúrgica, metalúrgica, madeireira, cimenteira, e de papel e celulose. O Chile é considerado um país industrializado, apesar da indústria nacional ter um papel secundário na economia nacional.

o setor terciário é composto por atividades de comércio e logística, principalmente ligadas à exportação de mercadorias primárias. O Chile participa dos blocos econômicos Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico (Apec) e Aliança do Pacífico (AP). Além disso, é um membro associado do Mercado Comum do Sul (Mercosul). O turismo é um setor de destaque no país, em razão da sua diversidade geográfica e da grande produção de frutas e vinhos.

Infraestrutura do Chile

O Chile apresenta uma infraestrutura desenvolvida, principalmente no que toca às redes de transporte e comunicações. O país possui como modais principais de transporte as ferrovias e as rodovias, além dos setores aeroviário e portuário. A estrutura portuária, inclusive, está voltada para a exportação da produção econômica do país.

No entanto, apesar do elevado desenvolvimento socioeconômico, o Chile é um país muito dependente de determinados recursos naturais considerados estratégicos. O país é dependente de combustíveis fósseis, como petróleo e gás natural, e também possui poucas reservas de água para abastecimento humano, concentradas no despovoado extremo sul do seu território.

Já em termos de estrutura e serviços de educação e saúde, o país possui uma ampla cobertura assistencial para a população, apresentando baixos índices de analfabetismo assim como baixa mortalidade infantil e alta expectativa de vida. As universidades chilenas possuem grande importância regional em termos de pesquisa e desenvolvimento, principalmente nas áreas de pesquisas astronômicas, ambientais e de engenharia de minas.

Governo do Chile

O Chile é uma república presidencialista, logo, possui como representante principal a figura do presidente, que é o chefe do Executivo local. Além do Poder Executivo, a divisão de poderes do governo chileno contempla o Legislativo e o Judiciário. O primeiro é formado pelo Senado, que possui 38 representantes, e pela Câmara dos Deputados, com 120 representantes. Já o segundo é totalmente independente e formado pelas unidades de justiça.

A democracia chilena, apesar de recente, é considerada uma das mais prósperas do continente americano. A população do Chile contribui para o governo por meio da escolha dos seus representantes, mas também por uma participação política e social muito ativa, conhecida internacionalmente por meio das frequentes mobilizações populares locais. O uso de plebiscitos é um mecanismo comum na política chilena.

Cultura do Chile

A cultura do Chile é marcada pela mescla de tradições indígenas e europeias. A influência da religião católica também é notória nos hábitos culturais da população. A língua espanhola, assim como as tradições culturais, os festivais folclóricos e as festas religiosas são fruto do processo de colonização espanhola vivenciado pelo país.

A cultura do Chile tem como elemento caracterizante a literatura, sendo que o país detém forte reconhecimento nessa área, em razão do grande volume de poetas e escritores de renome internacional. Os escritores Isabel Allende, Gabriela Mistral e Pablo Neruda são chilenos.

O Chile também é reconhecido por sua rica culinária, fortemente marcada pela presença de frutas temperadas e peixes de água salgada. A produção de vinhos e azeites é uma tradição chilena que foi fomentada pela influência europeia.

Em relação às práticas esportivas, o futebol é o esporte mais praticado no país, que possui grande tradição em torneios regionais. Além disso, destacam-se como esportes admirados no Chile o tênis e o hóquei em patins.

Crédito da imagem

[1] abriendomundo / Shutterstock    

Publicado por Mateus Campos

Artigos Relacionados

América do Sul
Saiba quais são as principais características geográficas da América do Sul. Veja dados sobre a demografia, a economia e a infraestrutura dos países sul-americanos.
Argentina
Saiba quais são as principais características geográficas da Argentina. Veja dados sobre a demografia, a economia e a cultura dessa importante nação sul-americana.
Bolívia
Leia sobre as principais informações da geografia boliviana. Veja os principais dados sobre a demografia, a economia, a política e a infraestrutura da Bolívia.
Botsuana
Localizado na porção sul da África, o território de Botsuana é coberto pelo deserto Kalahari.
Brasil
Aprenda mais sobre o Brasil. Conheça mais sobre seus aspectos geográficos, como vegetação, relevo, clima. Relembre quais são os seus estados e regiões.
Colômbia
Saiba quais são as principais características da geografia colombiana. Veja detalhes sobre a história, a política e a cultura dessa nação latino-americana.
Congo
O país africano cujo território é cortado pela linha do Equador.
Islândia
País localizado próximo ao Círculo Polar Ártico.
Venezuela
Saiba quais são as principais características geográficas da Venezuela. Veja dados sobre a demografia, a economia e a política dessa importante nação sul-americana.
África do Sul
Conheça as principais características da África do Sul. Saiba mais sobre a história de superação da população local em relação ao regime de segregação racial.
video icon
Texto"Matemática do Zero | Soma dos ângulos externos de um polígono convexo" em fundo azul.
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Soma dos ângulos externos de um polígono convexo
Nessa aula demonstrarei a fórmula da soma dos ângulos externos de um polígono convexo qualquer e como encontrar a medida de cada ângulo externo.